Jump to content
Sign in to follow this  
Victor235

QUADRINHOS & GIBIS

Recommended Posts

Victor235
[SEMANA ZÉ CARIOCA CASA 600 - #06]

O3QBDmD.jpg?1

Em novembro de 2016, @Ramyen Matusquela comentou sobre Zé Carioca # 643, lançado em março de 1964. A edição trouxe a célebre história "Um televisor para três" (cadastrada erroneamente como "Uma televisão para três"), com Zé Carioca, Tico e Teco. Trata-se de um remake de "TV Jeebies", história na qual Donald é que contracena com os esquilos. Na HQ original, os personagens diferentes que aparecem em programas de televisão foram cadastrados (Loretta Duck e Rat Fasterson). Solicitei no Inducks a inclusão destes personagens na HQ remakeada, com seus respectivos nomes adaptados: Hebe Kimagra (referência à Hebe Camargo) e Caxingui Kid. Essa história é aquela clássica na qual podemos ver um aparelho antigo, com fio, usado para se mudar o canal de TV à distância, uma inovação para a época. Num dos quadros desta história, Zé Carioca aparece com a mão colorizada de amarelo.

YOdBtnJ.jpg

wLBn0MH.jpg

Na primeira história do gibi, um clássico de Barks que eu só havia lido anteriormente em espanhol, o termo "mascote" é usado com artigo no masculino. Porém, a palavra é um substantivo feminino. O pessoal da editora aproveitou um furgão desenhado em um quadro para transformá-lo num carro da Editora Abril, divulgando suas publicações da época de uma forma criativa:

QsL9hew.jpg

Na tira "O monstrinho", cadastraram no Inducks um cachorro como "small mean bulldog":

SHtNvmb.jpg

Na tira "Dinheiro de barro", o mais apropriado seria dizer que Quincas conseguiu "fazer dinheiro" com barro, a partir do barro, e não "de barro". Neste gibi conheci as palavras "aguilhão" e "sorvedouro". "Boa ação... mal-intencionada" estava sem imagem nacional no Inducks:

xCaHSw8.jpg?1

Aproveitei para digitalizar também as propagandas que não constavam no post do Jonas:

yrXnAQX.jpg?1

Fs0h9N0.jpg?1

  • Like 1

Share this post


Link to post
Victor235
NOTÍCIAS

eFCjYhY.jpg?1

Sobre Almanaque Disney # 379, lançado em dezembro de 2017, o Jonas havia enviado as imagens de suas histórias e comentado especificamente sobre uma de Tico & Teco. Esta história trouxe a segunda aparição da personagem Zizi. Ela se apresenta aos esquilos, mas os três já não se conheciam? Comprei o almanaque em um "kit" com duas revistas em quadrinhos da época da Editora Abril.

O gibi começa com "Um amor de motor". Nessa história, as cores do 313 de Donald são invertidas quando o personagem se transforma em Superpato. As partes vermelhas do carro se transformam em azul e as partes azuis se transformam em vermelhas. Na página 5, vemos que a tradução da história substituiu uma  palavra em italiano por "Oficina" e manteve o nome Bobson. Trata-se de Lana Bobson, que descobre que Donald é o Superpato por causa da placa de seu carro (fácil, hein?). A história parece referenciar outra, que não identifiquei. Na página 16, Superpato diz: "Gostou do parque? Já derrotei um colega seu aqui".

A propósito, neste mesmo almanaque, em "Superpateta e a coragem de um herói", o segredo de Superpateta também é descoberto (outra vez...). Aliás, se os superamendoins dele ficam tão perto da cerca de sua casa, que é baixa, como até hoje nenhum pedestre ou visitante de sua casa se atreveu a puxar um amendoim e comer? Com isso, ainda mais gente descobriria o segredo do Superpateta. A dimensão de alguns desenhos dessa história não está muito "proporcional".

O destaque desta edição é "Você ganhou!". Originalmente publicada em Mickey # 630, de outubro de 2000, a história foi republicada como forma de divulgar "Os Anos de Ouro de Mickey: 1931-1932", por causa do personagem Butch, "o amigo malandro do Mickey", que aparece em tiras clássicas do rato e foi recuperado em histórias dinamarquesas. Mickey aparece sem camisa nessa história.

Na trama que saiu no almanaque, a rede Patobúrguer oferece um sorteio com 15 milhões em prêmios, mas se tratava de um golpe. Os participantes recebiam uma carta com a informação "Você ganhou!" e, no impulso, saíam gastando dinheiro antes de lerem as letras miúdas, "se tiver o número sorteado". Há ainda certa crítica às redes de fast-food. É dito que os executivos (ressaltando que são os executivos, não clientes) da Patobúrguer "comem bem".

Em "Trapaceira atrapalhada", Indiana Pateta diz que a "regra principal de um bom socorrista" é "entre dois em dificuldade, ajuda-se quem não tem maldade".

-----

hQsrZ4t.jpg?1

m4IRIu6.jpg?1

Edited by Victor235

Share this post


Link to post
Victor235
NOTÍCIAS

ZwOqook.jpg?1

A capa de Aventuras Disney (Culturama) # 04, de julho de 2019, destaca os personagens Superpato, Pata Lee, Metralhas e Prof. Pardal. Dois destes personagens estão em uma história e os outros dois em outra.

"O Mestre do Tempo" resgata elementos de histórias anteriores do Superpato, inclusive aquelas publicadas na última fase do "Almanaque Disney", como o personagem Dr. Dark e uma luva utilizada pelo herói. Na página 8, podemos ver também um quadro/retrato com a figura de Fantomius. Superpato havia voltado ao passado e só poderia procurar Pardal durante a noite. Mesmo assim, o pato conseguiu dormir tranquilamente enquanto passava a hora.

0iUrjYn.jpg?1

Esta história é daquelas que apresentam dois finais alternativos. O primeiro é bem apressado e melancólico: Dr. Dark triunfa e Donald não consegue voltar a ser o Superpato. O segundo final é melhor, porém, um pouco óbvio. Logo imaginei que o pato herói duplicaria a "bobina temporal". Só que, após utilizá-la, o pato joga a bobina numa lata de lixo comum, no meio da cidade e sem nenhum tipo de proteção. Esse tipo de descarte seria muito perigoso, pois a bobina poderia cair em mãos erradas, ou mesmo na de algum curioso sem intenção de controlar o tempo. Talvez isso seja uma "deixa" para uma próxima HQ sobre esse mesmo elemento. Destaque para as palavras "empáfia" e "arquinêmesis".

MUahL8b.jpg?1

A segunda história vai agradar aos nostálgicos. É uma trama de 1970 escrita e desenhada por Romano Scarpa, que ainda permanecia inédita no Brasil. Achei ótimo, que continuem publicando esse tipo de material mais antigo e ainda inédito no AVDCL. "A lenda do Parque Indígena" conta sobre quando Patinhas conversou com uma xamã que o convenceu a comprar um parque de diversões indígena. No subsolo do parque, havia uma mina de prata. Lua Andante, a xamã, chega a revelar que ela mesma havia descoberto a mina anos antes. Então por que ela não registrou a mina em seu nome, em vez de indicar Patinhas a comprá-la? Outros dois detalhes me chamaram a atenção: a turma conseguiu entrar em brinquedos do parque no momento em que eles estavam em funcionamento e Pata Lee, que havia ido até o parque com seu próprio carro, voltou para casa na limousine de Patinhas. Como ela foi buscar o veículo de volta? Essa é uma daquelas histórias nas quais Patinhas veste um terno azul. Uma máquina do milionário tem a inscrição "PMP". Acredito que seja uma abreviação de "Patinhas McPato".

rwU90dl.jpg?1

Outra coisa legal desta edição é o artigo explicativo de Edenilson Rodrigues e Rivaldo Ribeiro sobre a personagem Pata Lee. O artigo aborda também a versão brasileira "A Turma da Pata Lee", inclusive mostrando o "pôster" que introduziu seus personagens nos gibis.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Victor235
[SEMANA ZÉ CARIOCA CASA 600 - #07]

nPE8PDu.jpg?1

AO9OUPC.jpg?1

Através do Kheronn, consegui o número #645 de Zé Carioca, lançado em março de 1964. Em "O gerente ideal", Pluto contracena com Donald, Huguinho, Zezinho e Luisinho, como se fosse um membro da Família Pato. Os sobrinhos de Donald dão banho no cachorro, que frequenta a casa dos patos, até que Pluto foge pensando que Donald "quer dar-lhe outro banho".

oS090TC.jpg?1

Em "Os inimigos da arte", remake com Zé Carioca, podemos ver uma fala aparentemente "invertida" entre os esquilos Tico & Teco. Pensando que poderia voar, Tico comemora: "Vivaaa! Vamos viajar até a Lua!". Teco o traz de volta para a realidade: "Nenhum pássaro, inteligente ou tolo, é capaz de fazer isso!". No quadro seguinte, o próprio Teco "responde-se" (era para o outro esquilo ter respondido, não?) e em seguida pergunta: "É verdade... mas quem quer saber de ir à Lua?", no que Tico, que estava interessado, responde: "Eu é que não!".

v5om59W.jpg?1

"O artista por engano" traz diversas frases e expressões com erros gramaticais. Algumas frases parecem estar escritas de uma forma mais "arcaica", embora corretas, enquanto outras parecem estar erradas mesmo. Tire suas próprias conclusões: "Eu gostaria que tivesse o talento que você tem", "Tudo que estou fazendo é apenas pintando minha cerca", "Prometi a Seu Ladeira que você iria expor suas pinturas na galeria dele", "A maior coleção de pinturas após Portinari" e "Eu gostaria que soubesse de um meio de consertar as coisas pra você".

x1h6LwI.jpg

Algo me chamou a atenção no "aparelho contador de dinheiro" da história "Bilhões pelos ares". Após parte do dinheiro ser levado para dentro da máquina através do conduto, os valores voltam à Caixa-Forte. Contudo, o cano que faz o dinheiro voltar tem que fazer o dinheiro "subir". Seria muito mais fácil despejar o dinheiro de volta de baixo pra cima.

H7bJd7r.jpg?1

HQISMP8.jpg?1
@Usagi White

-----

ahCVOhX.jpg?1

  • Like 1

Share this post


Link to post
Victor235

Fico feliz que o título do Barks, que desses três era o único que eu tava comprando, irá continuar. Espero que não mexam nada no tamanho e formato, pra ficar com "continuidade" aqui na coleção.

Espero que isso não prejudique os negócios da Culturama, mas enfim, é possível ser assim (uma editora licenciar as revistas mensais e outra só os especiais de capa-dura de determinados autores).

  • Like 1

Share this post


Link to post
Usagi White
Em 21/09/2019 às 17:18, Victor235 disse:

b8BoFh9.jpg?1

Só eu que acho que o Mickey foi desenhado de forma estranha aqui? 

@Victor235 Tô tirando o atraso, mas vai demorar! 

Edited by Usagi White
  • Like 1

Share this post


Link to post
Victor235
3cs8r7D.jpg?1

S25JIDS.jpg?1

A partir de de junho de 2002, os quadrinhos Disney, na época publicados pela Editora Abril, sofreram um reajuste de R$ 1,00 para R$ 1,50 (ou 1,5O, segundo a capa, rs). Um aviso sobre a mudança foi publicado em Zé Carioca # 2208. Nele, a editora se compromete "a manter o novo preço pelo maior tempo possível". Pouco mais de um ano depois, em novembro de 2003, o gibi do Zé Carioca passou a custar R$ 1,90. A propósito, esse número #2208 deve ser meio raro. Estava sem imagem de capa no Guia dos Quadrinhos e, no Inducks, com uma imagem em baixa resolução do tempo do Papersera.

Rgsrrow.jpg?1

YCNB4cd.jpg?1

A republicação da primeira página de "Uma lição de calote" manteve a "movimentação" de uma parte da página, vista em Zé Carioca # 1932, que sem querer acabou gerando um efeito legal na janela do edifício de uma faculdade. Na história, integrantes da Faculdade Bumba-Meu-Boi convidam Zé Carioca para uma palestra. Nestor participa da reunião que formalizou o convite, mas depois vê o mesmo integrante da faculdade e não o reconhece. Ele ainda pergunta: "Ah! O senhor é da faculdade?". Poderiam ter colocado outro personagem nesta parte, como o Afonsinho. Ao passarem essa história para os arquivos digitais, erraram na crase numa carta escrita por Zé Carioca.

lesBSg4.jpg?1

Em seguida, republicação de "Quando a esmola é muita...", que mostra quando a ANACOZECA contratou a "apaixonante" Sofia para convencer Zé Carioca a pagar o que deve. Coitada da Rosinha! Nesta republicação, a personagem deixou de ter cabelos castanhos e virou loira.

ZNCgAdM.jpg

ExWcNJO.jpg?1

Em "Pensando muito", Afonsinho diz o ditado "Pra um bom entendedor, meia palavra basta". Ao repetir a frase, Zé Carioca disse "Pra um bom perdedor, meia palavra basta". Acredito que foi um erro de escrita. Segue também uma "quebra da quarta-parede":

L3oOiNL.jpg

5oWz1kz.jpg

Tira:

RAryo64.jpg?1
@Usagi White

-----

BBIeB6k.jpg?1

wfqpvK8.jpg?1

  • Like 1

Share this post


Link to post
Victor235
yKV4qVu.jpg?1

Frq9zzj.jpg?1

Em agosto de 2016, Jonas comentou e trouxe as imagens de Zé Carioca # 613, lançado em agosto de 1963. Comprei um exemplar quase novo (muito bem conservado) deste número do vendedor Rodrigo Rosa. O gibi começa com "O vespeiro da justiça", mais um remake da série "Zé Fraude". A bandeira hasteada sobre o Tribunal de Justiça foi substituída por uma bandeira do Brasil. Em vez de Donald, no remake é Zé Carioca quem leva seus sobrinhos Zico e Zeca para assistir a alguns julgamentos e aprender "como a Justiça enfrenta e resolve os mais intrincados casos". Um cacho de marimbondos que aparece na trama é chamado de "caixa de marimbondos" e depois "enxu". Tratava-se de um ninho de vespas. História que eu não conhecia e que nunca foi republicada.

wCzYgO5.jpg

Em "Hóspedes de Férias" (posteriormente chamada de "Viagem pelo céu"), vemos que Dumbo não consegue ficar um instante longe de Timóteo. Bruxa Má confirma: "aquêle elefante e o rato Timóteo, que o dirige, são inseparáveis". A bruxa também diz que vai "preparar drogas feiticeiras". Fiquei com uma dúvida: o elefante Dumbo não fala (ao contrário de Timóteo, Tico e Teco)?

nbWtQUg.jpg

Lembram do Falchito? Mudou de cabelo, virou Falkito e desta vez não teve participação de personagens Disney em sua tira de propaganda:

3AmUbnM.jpg?1

Também tem Pedrinho Sabido no Rio Grande do Sul:

mfKu4uw.jpg?1

Share this post


Link to post
Victor235
rqdg4d9.jpg?1

z5Qwlx8.jpg?1

Em dezembro de 2002, chegava às bancas Zé Carioca # 2220, o 1.106º número próprio do papagaio, com a republicação da história "Entre tapas e beijos". Num quadro, Zé Galo relata que utilizou em uma armação uma artista que "é ventríloquo". Porém, segundo o dicionário, existe a forma feminina "ventríloqua". Na plateia de um programa de televisão , os seguintes personagens diferentes são chamados pelo nome:

• Dona Churrasquita
RZKUy2U.jpg

• Sr. Chovinilson
QSeVWeA.jpg

CbpNjco.jpg?1

Em seguida, "O abobalhador" resgatou o personagem Dr. X, que surgiu num clássico de Paul Murry ("Mancha Negra volta a atacar!"), foi utilizado numa história de código S e também apareceu em várias tramas brasileiras. "O abobalhador" ainda não tinha nenhuma imagem nacional no Inducks, sendo representada por uma digitalização de um gibi italiano.

wCgiMiY.jpg

dGaZjYk.jpg

Na seção de cartas, conhecemos um leitor que estava fazendo um site para o gibi do Zé Carioca. Qual será que era o endereço? Em seguida, o respondente das cartas chama Pedrão e Nestor de "dupla de comparsas":

c5ZgHAy.jpg?1

7g9BjSm.jpg?1

-----

5RmMG9Z.jpg?2

ZbFsLbN.jpg?1

NUX5vIq.jpg?1

  • Like 1

Share this post


Link to post
Victor235
VOlQ9z2.jpg?1

Em dezembro de 2016, @Ramyen Matusquela comentou sobre Zé Carioca # 619, lançado em setembro de 1963. Além das imagens que ele trouxe, trago também duas tiras publicitárias que nesta edição mostraram paisagens e pontos turísticos do Rio de Janeiro:

EAw2hZ3.jpg?1

m2qHnjk.jpg?1

Em "O Capitão Gancho e os jilós", Patinhas usou jilós vermelhos para derrubar Capitão Gancho e seus asseclas. Antes, o milionário enviou, "no primeiro trem para o interior", vestidos de crinolina, que segundo Patinhas teriam "rápida saída". As crinolinas eram armações usadas sob as saias e vestidos para lhe conferirem volume. Destaco também os dois quadros abaixo. Um deles traz Capitão Gancho em "close":

o6UgUv3.jpg

ccAIFnZ.jpg

Em "O correio prestimoso", Chiquinho e Francisquinho recitam "o lema dos funcionários dos Correios":

02PbQQA.jpg

-----

bviVRLI.jpg?1

Edited by Victor235

Share this post


Link to post
Victor235
NOTÍCIAS

0C9hhY.md.jpg

0C98PJ.md.jpg

A capa de Disney Juniors # 09, lançado em março de 1987, deu grande destaque para "uma aventura com Dumbo". Porém, o elefante apareceu apenas em uma história de duas páginas. Escoteiros-Mirins, Ursinhos Gummi e Banzé estão em mais páginas desta edição.

0C9ncZ.md.jpg

O pessoal da tradução da história "Caça ao tesouro" teve que se virar. Para os desenhos de um enigma não precisarem ser alterados, deixaram como se os escoteiros estivessem decifrando pistas em inglês :P

0C9pdI.jpg

Outros destaques desse gibi são uma seção sobre vulcões (inserida após uma história com essa temática), uma página de passatempos que pede sugestões de seu nome para leitores e a seção de cartas, com uma leitora sugerindo que Puff tenha uma namorada chamada Karen.

0C9YAB.md.jpg

Parte das imagens que ilustram este post foram extraídas do scan feito por Professor Sérgio Barcellos para o blog Rock & Quadrinhos Scans.

0C9dqc.md.jpg

-----

0C9GXr.md.jpg
- Boné?

0C9Mzn.md.jpg

Share this post


Link to post
Victor235
ngNcFQ6.jpg?1

YqJnwwk.jpg?1

Pato Donald (Culturama) # 04, de julho de 2019, começa com uma história deste ano, "Os Hospitaleiros Metralhas". Enquanto Patinhas filava um almoço na casa de Donald, o pato sem querer deixou cair o celular (modelo antigo) de seu tio dentro de uma panela com óleo fervente. Donald terminou deserdado e despejado, conseguindo encontrar abrigo somente... no trailler dos Metralhas. Nessa história, Vovô Metralha aparece bem mais magro e com a identificação "V-002". O Metralha V-002 também apareceu em "Jornalismo comprometido" (TPCL # 04), onde não foi listado nas "Aparições" do Inducks. Em PDCL # 04 ele foi classificado genericamente como "Vovô Metralha". Porém, o cachorro Otto também não foi adicionado dentre os personagens da HQ (solicitei esta inclusão no Inducks). Outra curiosidade desta história é que cada quarteirão mostrado nela contém apenas um casa cada. Há ainda um ponto de ônibus na frente da casa de Donald e outro na frente da casa de Peninha.

sSg2gn9.jpg?1

"Imprevisões do tempo", de William Van Horn, resgata os aliens Ning and Nong, aqui chamados de Gong e Gung.

zX1dV9a.jpg

Desenho dos patos indicando que havia forte neblina no local:

Sc2MsG9.jpg

"Jogo sujo na Brutopia" parece ter sido feita "de encomenda" para a Copa da Rússia, realizada em 2018.

D4Piyv5.jpg?1

2A3NA00.jpg?1

-----

UfNO2ED.jpg?1

Share this post


Link to post
Victor235
PDqlceP.jpg?1

jfkGqvQ.jpg?1

O destaque de Zé Carioca # 695, lançado em março de 1965, como podemos ver na capa do gibi, foi uma história do Zorro, que começava a aparecer no gibi do papagaio. Devido ao fato de ser uma história americana, não pude solicitar no Inducks a inclusão dos personagens Tornado the horse, Don Carlos, Juan Gonzales, Dolores e Don Ricardo. "O fantasma que acusa" também foi publicada nos Estados Unidos, Filipinas, Holanda, Austrália e Espanha. As imagens que ilustram esse post (exceto capa) foram retiradas do scan tratado pelo grande Luiz Dias.

OuEUx8M.jpg?1

Em seguida, "O elefante branco", mais uma história com o Faquir El Bigod e os Irmãos Trapaça (Yennik Brothers), que estrelaram seis histórias de código S. O faquir aparece barbudo nessa história, devido ao resultado de "um nôvo restaurador capilar". Só não sei como ele se barbeou enquanto viajava de tapete, sendo que o barbeador é elétrico e tem fio. Nesta história também vemos a expressão "cabelo aloirado" e um hidrante ser chamado de "válvula de incêndio".

LyZH5f8.jpg

Quadro engraçado baseado em pensamentos:

ZiakO6v.jpg

De "O cruzeiro do sono", outra boa história desta edição, destaco os seguintes quadros:

Ra03XBS.jpg

9MeRkf0.jpg

FlBM2IC.jpg

-----

TzbFHDh.jpg?1

Share this post


Link to post
Victor235
0AxP3uC.jpg?1

9hfX86J.jpg?1

B3LsH9Q.jpg?1

Zé Carioca # 2231, lançado em maio de 2003, traz em sequência a republicação de duas histórias que têm elementos narrativos parecidos. Em "A Tribo dos Papa-Louro", Zé Carioca ganha uma viagem de avião com direito a acompanhante e a aeronave precisa fazer um pouso de emergência numa região afastada. Ao saírem em caminhada, os personagens se deparam com uma cobra. Em "O refém", Zé Carioca é usado como refém por Marçal Tante (personagem que deixou um leitor chateado), que foge de helicóptero junto com o papagaio. O tanque estava vazio, o que faz o helicóptero cair "numa ilha deserta", portanto, outro lugar afastado que o Zé foi parar após uma viagem aérea ser interrompida. Pra ficar mais parecido ainda, os personagens desta segunda história também saem em caminhada e se deparam com uma cobra! Uma curiosidade é que os balões de "Fim" nesta edição estão maiores que os habituais da Editora Abril.

AlIXdRd.jpg?1

Em "Empréstimo sem préstimo", vemos os personagens Chico Chorão e Luís Pancada. O "splash panel" desta história foi cortado. Na publicação original é possível ver a copa da árvore e uma outra árvore ao fundo do desenho, além de uma parte do céu sobre a ponte.

oNNFmvy.jpg

fYXXn0a.jpg
@luispancada

EjA0E9k.jpg?1

-----

b5URcfJ.jpg?1

Edited by Victor235
  • Like 1

Share this post


Link to post

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...