Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Victor235

FACULDADE E VESTIBULAR

Recommended Posts

Victor235

Você foi muito bem, Aquiles.

-----------------------

Página fdp ataca novamente :P

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Don_aCHiles

Você foi muito bem, Aquiles.

Obrigado. :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Victor235

Obrigado. :D

Não tem por onde. Se continuar assim e não perder a linha vai poder fazer o curso que quiser.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Don_aCHiles

Não tem por onde. Se continuar assim e não perder a linha vai poder fazer o curso que quiser.

Espero que sim. ^^

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Victor235

ENEM 2012

'Chutei todas as questões', diz 1ª aluna a deixar a prova do Enem no Rio

Estudante diz que não dormiu direito porque passou a noite no samba.

Candidatos começaram a sair às 15h; provas terminam às 17h30.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/11/chutei-todas-questoes-diz-primeira-deixar-prova-do-enem-no-rio.html

'Isso é um absurdo', diz candidata que chegou 35 minutos atrasada

Apesar de chegar bem atrasada, candidata reclamou bastante no portão.

Roberval Boaventura foi de bicicleta fazer o exame, mas chegou atrasado.

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2012/11/nao-acredito-nisso-diz-candidato-que-chegou-2-minutos-atrasado.html

Após mais de 4h de prova, estudante esquece de marcar cartão no Enem

Alice Garcia, 18 anos, deixou a Uerj chorando e amparada uma amiga.

'Estava muito nervosa e entreguei a prova sem perceber', contou a jovem.

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/11/apos-mais-de-4h-de-prova-estudante-esquece-de-marcar-cartao-no-enem.html

Para o Aquiles: http://g1.globo.com/ro/rondonia/fotos/2012/11/veja-galeria-de-fotos-do-enem-em-ro.html#F616736

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vinicius Maux

Incrível é esse povo que comete esses deslizes. Para que fazer ? Isso mostra que o candidato já não tem a competência necessária.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Victor235

Incrível é esse povo que comete esses deslizes. Para que fazer ? Isso mostra que o candidato já não tem a competência necessária.

Dependendo da situação é compreensível, por causa do nervosismo e talz.

Agora, sair de casa tarde e ainda reclamar que não toleraram o atraso já é brincadeira.

Alguém do FUCH fez? Ano passado me fizeram guardar até o relógio. Como se eu fosse o Chuck Norris pra usar ele pra colar.

Mas e aí, receberam caneta, barrinha de banana, propaganda do COC, bala, água, sorvete? Abusam das estratégias de marketing.

Boa sorte pra quem fez a prova. Que alívio que não precisei fazer este ano hehe.

12h59 vi uma menina segurando um estojo passando chorando na frente de casa (vindo da direção de uma escola que aplicou o ENEM). Deve ter esquecido algum documento, fiquei com dó.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Don_aCHiles

Essa 3ª é o fim da picada. :duh:

E a Quarta... :oops:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Vinicius Maux

Recomendo verem o vídeo "Fazendo o nEnem" [+18]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Victor235

Postem notícias interessantes sobre o ENEM 2012 neste tópico.

Aliás, porque tem tanta notícia de Rondônia no G1? É um dos estados com menos alunos fazendo o Enem e tem 45645 notícias.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Victor235
NOTÍCIAS
'Ministro me dará nova chance', diz candidata que deu à luz durante Enem
04/11/2012 17h22 - Atualizado em 04/11/2012 20h02
Estudante conta que não sabia que estava grávida.
Inep confirma que candidata fará provas em dezembro.

dsc_90281.jpg
Com o filho nos braços, Pâmela é acompanhada da mãe e do padrasto no hospital (Foto: Leandro Abreu/G1 MS)

A candidata Pâmela de Oliveira Lescano, de 17 anos, que deu à luz momentos antes de prestar prova no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste domingo (4), disse ao G1 MS que recebeu uma ligação do ministro da Educação, Aloízio Mercadante. Segundo a jovem, o ministro afirmou que ela terá uma nova chance de prestar o exame, e que espera conhecê-la pessoalmente, com o filho, quando estiver em viagem ministerial por Mato Grosso do Sul. "Fiquei nervosa na hora, mas ele me disse que dará uma nova chance", disse a candidata.

Por meio da assessoria de imprensa, o Inep confirmou que o ministro Mercadante entrou em contato com a candidata e que ela poderá fazer a prova entre os dias 4 e 5 de dezembro. Estas são as datas em que o exame será aplicado nos presídios e unidades socioeducativas no país.

O caso aconteceu em uma escola pública de Sidrolândia, a 70 km de Campo Grande. Pâmela, que mora com a família em um assentamento rural e cursa o 3º ano do Ensino Médio, conta que não sabia que estava grávida, e que não percebeu qualquer mudança em seu corpo.

"Foi um grande susto para mim, porque sempre tive a menstruação desregulada e tomava injeções de anticoncepcional. Senti muitas cólicas na quinta-feira e fui ao médico, fiz exames mas nem ficaram prontos ainda", diz. A jovem afirma que o pai da criança é o namorado, com quem vive no assentamento rural.

Pâmela relata que, antes de entrar em sala para prestar o exame, começou a sentir fortes dores e pediu para ir ao banheiro. Lá, instintivamente começou a fazer força até que sentiu a cabeça do bebê. A estudante gritou por socorro e logo foi atendida por uma técnica de enfermagem, que a auxiliou. Minutos depois chegou a ambulância do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), que levou mãe e filho para o hospital da cidade.

De acordo com o Samu, a central foi acionada por volta das 11h40 (horário de MS) pelo diretor da escola. O bebê nasceu sadio, com 3,05 quilos, e se chamará Everton.

Mercadante: 'ela é o símbolo do Enem'
Em entrevista coletiva após o término do segundo dia de exames do Enem, o ministro Aloízio Mercadante relatou o caso da candidata sul-mato-grossense. "Um pouco antes do início da prova, ela foi para o banheiro e a coordenadora verificou que tinha lá uma poça de sangue e um bebê chorando. Foi verificar e ela [a candidata] estava com uma criança no colo que tinha acabado de nascer. Tinha uma assistente de enfermagem na escola que deu as orientações, cortou o cordão umbilical e aqueceu a criança. Imediatamente foi acionado o Samu, e foi também fazendo as orientações".

O ministro também comentou que ligou para Pâmela, para comunicar que o edital previa, no caso dela, o direito de fazer novamente o Enem, daqui a um mês. "Ela é o próprio símbolo desse Enem, e ela mostra também um nível de dedicação e esforço de uma parcela importante desses mais quatro milhões de brasileiros, do que o Enem representa em termos de oportunidade na vida deles".

bebe.jpg
Bebê nasceu sadio, com 3,05 kg, e se chamará Everton (Foto: Leandro Abreu/G1 MS)

Para ler mais notícias do G1 MS, clique em g1.com.br/ms. Siga também o G1 MS no Facebook e por RSS.
G1

---------------------------------------------------------------------

Verdade ou desculpa? Irresponsabilidade do pai ou da filha (que poderia ter ido a pé, de ônibus, carona...)?

NOTÍCIAS
Jovem perde prova do Enem porque pai estava assistindo à Fórmula 1
Pai iria levá-la até o local da prova, em Vilhena, Rondônia.
'Todo o esforço foi perdido, jogado no lixo', disse jovem que chegou atrasada.
04/11/2012 14h36 - Atualizado em 04/11/2012 15h18
Andréia Machado
Do G1 RO

atrasada1_1.jpg
Carolina Weiber, de 18 anos, chegou atrasada para a segunda fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Foto: Andréia Machado/G1)Carolina Weiber, de 18 anos, chegou atrasada para o segundo dia do Enem (Foto: Andréia Machado/G1)

O sonho de ingressar no curso de engenharia de produção agroindustrial teve que ser adiado por mais um ano. Carolina Weiber, de 18 anos, chegou atrasada para o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em Vilhena, Rondônia. Caroline contou, sorrindo, que a culpa do atraso foi do pai, que iria levá-la até o local da prova, mas preferiu terminar de assistir à Fórmula 1.

“Não acredito que eu perdi a prova. Estudei tanto para poder fazer a redação e agora todo o esforço foi perdido, jogado no lixo”, diz a jovem.

Esta é a terceira vez que Caroline faz a prova do Enem. “Agora vou ter que esperar para poder fazer o Enem no ano que vem, pois não tenho condição de pagar uma faculdade, ainda mais no curso de engenharia de produção agroindustrial, que é muito caro. O Enem é a minha única chance de fazer um curso superior”, finalizou Caroline.
G1

PS: acredito que a estudante ganhará o prêmio Joinha do Aquiles. Editado por Victor235

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Victor235

Segunda-feira, sem aula, e ontem teve vestibular da UNESP. Tive muita vontade de imprimir a prova e ver como eu iria se prestasse esse ano.

Fiz a prova em casa em 4h05, e, apesar não ter estudado nada, não ter revisado nada, não lembrar a maioria das fórmulas de Exatas e fazer um ano que terminei o Ensino Médio, tive a surpresa de acertar mais do que no vestibular que fiz oficialmente.

Foram 65 acertos, ante 58 no que entrei para a universidade e 47 no primeiro que fiz como treineiro. Ainda que não precise mais, foi uma evolução. Fico contente com o resultado.

E a prova estava muito bem elaborada, novamente bem melhor que outras como a da FUVEST. O pessoal da UNESP sabe elaborar uma prova: exploram interpretações, coisa que tanto um cientista social quanto um médico ou um físico devem saber fazer. E pedem conhecimentos não específicos, afinal isso não é necessário num vestibular, e sim para quem se especializa num curso qualquer.

Alguns chamam provas assim de "fáceis", na realidade este é um exemplo de vestibular a ser seguido, adiantando algo que deveria ser feito em todas as escolas: ensinar o aluno a pensar, não decorar algo para jogar fora depois.

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Don CHelipe

Não sei se no estados de voce tem isso, mas aqui em Sampa tem o sindicato do MST, da de 20 a 60% de descontos em determinadas Facus, é ótimo!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
JoelJunior15

Segunda-feira, sem aula, e ontem teve vestibular da UNESP. Tive muita vontade de imprimir a prova e ver como eu iria se prestasse esse ano.

Fiz a prova em casa em 4h05, e, apesar não ter estudado nada, não ter revisado nada, não lembrar a maioria das fórmulas de Exatas e fazer um ano que terminei o Ensino Médio, tive a surpresa de acertar mais do que no vestibular que fiz oficialmente.

Foram 65 acertos, ante 58 no que entrei para a universidade e 47 no primeiro que fiz como treineiro. Ainda que não precise mais, foi uma evolução. Fico contente com o resultado.

E a prova estava muito bem elaborada, novamente bem melhor que outras como a da FUVEST. O pessoal da UNESP sabe elaborar uma prova: exploram interpretações, coisa que tanto um cientista social quanto um médico ou um físico devem saber fazer. E pedem conhecimentos não específicos, afinal isso não é necessário num vestibular, e sim para quem se especializa num curso qualquer.

Alguns chamam provas assim de "fáceis", na realidade este é um exemplo de vestibular a ser seguido, adiantando algo que deveria ser feito em todas as escolas: ensinar o aluno a pensar, não decorar algo para jogar fora depois.

Eu não fiz o Enem esse ano, mas peguei a prova e fiz em casa. Meu rendimento foi bem parecido com o do ano passado. Inclusive exatas eu fui bem melhor que ano passado (talvez por causa da Faculdade).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
José Antonio

Segunda-feira, sem aula, e ontem teve vestibular da UNESP. Tive muita vontade de imprimir a prova e ver como eu iria se prestasse esse ano.

Fiz a prova em casa em 4h05, e, apesar não ter estudado nada, não ter revisado nada, não lembrar a maioria das fórmulas de Exatas e fazer um ano que terminei o Ensino Médio, tive a surpresa de acertar mais do que no vestibular que fiz oficialmente.

Foram 65 acertos, ante 58 no que entrei para a universidade e 47 no primeiro que fiz como treineiro. Ainda que não precise mais, foi uma evolução. Fico contente com o resultado.

E a prova estava muito bem elaborada, novamente bem melhor que outras como a da FUVEST. O pessoal da UNESP sabe elaborar uma prova: exploram interpretações, coisa que tanto um cientista social quanto um médico ou um físico devem saber fazer. E pedem conhecimentos não específicos, afinal isso não é necessário num vestibular, e sim para quem se especializa num curso qualquer.

Alguns chamam provas assim de "fáceis", na realidade este é um exemplo de vestibular a ser seguido, adiantando algo que deveria ser feito em todas as escolas: ensinar o aluno a pensar, não decorar algo para jogar fora depois.

Disse tudo, as questões de interpretação foram "dadas" pra quem gosta e sabe interpretar. O texto dos "Donos da comunicação" estava muito facil de ser compreendido. O do software Livre (com letra maiuscula :P ) também.

Esse foi o primeiro ano que faço, acertei 60. Fui mal na parte de história, porque durante todos os anos na escola a parte dessa matéria sempre foi ruim (professores saindo, de licença, etc). Em matematica, fisica e quimica eu fui regular. Algumas coisas eu não havia visto ainda, como por exemplo, a questão 70.

Mas gostei dos resultados. :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×