Jump to content

Super Mario


José Antonio

Recommended Posts

  • Replies 241
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

  • E.R

    105

  • Yoshi Toupeira

    29

  • Andy

    25

  • Marcelo Jungbluth

    15

Foi você que tirou essas fotos, @E.R?

NOTÍCIAS

Eu nunca ouvi falar nesse Nintendo Ban, enfim...

Link to post

Não fui eu que tirei as fotos, não. Encontrei essas fotos numa conta do Twitter.:joinha:

  • Like 1
Link to post

Só tacaram um upscale barato nas texturas dos jogos e chamam agora de "remasterização", que decepção hein Nintendo...

E vou nem falar do quão é ridículo terem mantido aquele aspect ratio 4:3 tosco do Nintendo 64, que além de possuir bordas pretas nas lateras, possuem bordas em cima e em baixo.

  • Like 2
Link to post
55 minutos atrás, E.R disse:

Não fui eu que tirei as fotos, não. Encontrei essas fotos numa conta do Twitter.:joinha:

Ah tá, achei que você tinha usado o seu ofício de jornalista e ter coberto a chegada dos exemplares no Rio de Janeiro :lol:

  • Like 1
Link to post
  • 2 weeks later...
  • 2 weeks later...
NOTÍCIAS

EkXVg6RVgAAQu_R?format=jpg&name=360x360

Pôster novo do parque Super Nintendo World.
 

 

  • Like 1
Link to post
NOTÍCIAS

https://exame.com/negocios/nintendo-mais-perto-distribuidora-planeja-alcancar-todo-o-brasil/

Os fãs brasileiros dos videogames da Nintendo logo vão ter mais facilidade para comprar os consoles.

A Rcell, maior distribuidora de eletrônicos, jogos e produtos de informática do Brasil, planeja aumentar de três para 24 o número de varejistas autorizados a revender os videogames japoneses, chegando a todas as regiões do Brasil em 2021.

Atualmente, três grandes varejistas comercializam os videogames da Nintendo, que tem na Rcell a distribuidora oficial no país : Magazine Luiza, Lojas Americanas e B2W – dona de sites como Submarino e Shoptime.

Para a Rcell, é importante expandir essa rede. “Os atuais revendedores são grandes, mas os varejistas de tamanho médio são importantes nas regiões em que atuam, e há também os pequenos especializados em videogames”, diz Alexandre Della Volpe Elias, diretor de marketing da distribuidora.

Com as novas parcerias, os videogames da Nintendo estarão em mais de 4 mil pontos de venda.

A Rcell também distribui os consoles PlayStation, da Sony, e os celulares da Samsung. No ano passado, a Rcell vendeu 2 milhões de aparelhos de telefone móvel da marca coreana Samsung. Os celulares responderam pela maior fatia do faturamento de 3,25 bilhões de reais da Rcell no ano passado, seguidos pelos videogames e pelos notebooks.

Neste ano, até setembro, a receita da distribuidora chegou a 2,55 bilhões de reais. Somente entre maio e agosto, o faturamento saltou 36%, com uma alta de 57% no faturamento com celulares e de 25% com videogames. Em casa por causa da pandemia do novo coronavírus, as famílias buscaram mais opções para se divertir e se conectar com o mundo. E melhores opções também : em abril, os consoles que custavam entre 2.000 e 2.500 reais perfaziam 58,3% do mercado, enquanto os de 2.500 a 3.000 reais ficavam com 11,4%, segundo a Rcell. Em agosto, os mais baratos tinham só 29,4%, e os mais caros subiram para 62,8%. “Queremos atingir um faturamento de 1 bilhão de reais só com videogames. No ano que vem, buscamos dobrar a participação dos consoles na nossa receita, hoje em 17%”, afirma Alexandre Elias.

 

  • Like 1
Link to post

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...