Jump to content
Sign in to follow this  
Marcos Albino

VEÍCULOS

Recommended Posts

E.R

Chevrolet Tracker

Share this post


Link to post
E.R

https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/bmw-serie-3-mais-potente-do-brasil-sera-hibrido-que-faz-ate-555-km-l/

A pandemia da Covid-19 não atrapalhou o plano de eletrificação da BMW, que confirmou o lançamento da versão híbrida do Série 3 ainda no primeiro semestre de 2020.

O BMW 330e Plug-In Hybrid é até mais potente que o 330i, que tem motor 2.0 turbo de 258 cv e parte dos R$ 249.950.

O segredo do 330e está em combinar o mesmo motor 2.0 turbo de 184 cv do 320i (que é montado no Brasil) com um elétrico de 113 cv, o que resulta em 252 cv. 
 

Share this post


Link to post
E.R

Montadoras

  • Like 1

Share this post


Link to post
E.R

LAURO JARDIM - O GLOBO

Entre 15 de março e 28 de abril de 2020, a procura por carros conversíveis aumentou 40% e as vendas, 4%, revela uma pesquisa inédita do site WebMotors.

A comparação é com os primeiros dois meses e meio deste ano, ou seja, antes da pandemia de Covid-19 se instalar.

Entre as marcas mais buscadas, estão Mercedes-Benz (19%) e BMW (5%).

As que mais tiveram carros vendidos foram Mercedes-Benz (8%), seguida por Renault (6%) e Ford (4,5%).

Entre os modelos, Jeep Renegade e Honda Fit foram os que mais aumentaram a conversão de anúncios em vendas, com 11% e 10%, respectivamente.

Share this post


Link to post
E.R

EZl9WOjX0AEGHUU?format=png&name=small

 

Porsche 911 Carrera 4S (carro usado no filme "Bad Boys Para Sempre").

 

 

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

 

https://valor.globo.com/empresas/noticia/2020/07/03/toyota-e-mitsui-criam-joint-venture.ghtml

Toyota e Mitsui, duas gigantes japonesas, uniram-se para trazer ao Brasil uma empresa de mobilidade da Toyota que já atua na Ásia, Europa e Estados Unidos.

A Kinto Brasil, nome da joint venture que será lançada hoje, começa com a proposta de seguir a mudança de comportamento das novas gerações, que rejeitam o carro como propriedade, mas o desejam como serviço.

Mas os planos vão além. Em breve, a nova empresa lançará um serviço de gerenciamento de frotas corporativas.

Com o tempo, além dos modelos Toyota, a Kinto terá veículos de outras marcas e até caminhões. Futuramente, a ideia é oferecer também um serviço de mobilidade urbana que integrará o carro ao transporte coletivo.

 

 


 

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

 

O ESTADO DE S.PAULO

A linha 2021 do Fox ganhou cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça central no banco traseiro.

O hatch da Volkswagen recebeu também sistema Isofix para fixação de assentos infantis. O modelo está disponível em duas versões: Connect, tabelada a partir de R$ 54.060, e Xtreme, a R$ 59.630.

Em ambas, o motor é o 1.6 flexível de até 104 cv e o câmbio é manual de cinco velocidades.

Entre os principais itens de série estão retrovisores e vidros com acionamento elétrico nas quatro portas, sensor de obstáculos na traseira, controle automático de velocidade, rodas de liga leve de 15 polegadas, central multimídia com tela de 6,5” (com Android Auto e Apple CarPlay) e volante multifuncional com comandos do som.

 

 

 

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

 

O ESTADO DE S.PAULO

A Renault confirmou ontem a demissão de 747 trabalhadores da fábrica de São José dos Pinhais (PR) e a suspensão do terceiro turno de trabalho.

No início da noite, os funcionários realizaram assembleia nos portões da empresa e decretaram estado de greve.

A intenção é tentar reverter os cortes e, se isso não ocorrer, a paralisação será por tempo indeterminado.

A empresa também decidiu dar licença remunerada aos trabalhadores nesta quarta-feira, alegando necessidade de readequar a fábrica para o trabalho em dois turnos.

Assim, eventuais negociações com o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba e região só ocorreriam amanhã.

Na sexta-feira, a Renault propôs à entidade a abertura de Programa de Demissão Voluntária (PDV) para 800 pessoas, com alguns benefícios, mas os funcionários recusaram por achar que o plano não era atrativo.

A empresa alega que a redução do quadro de funcionários é necessária para minimizar impactos da crise provocada pela pandemia do coronavírus e, ao mesmo tempo, viabilizar o futuro do negócio.

Também afirma que a medida “está alinhada com o projeto de redução de custos anunciado pelo Grupo Renault em maio, válido para todo o mundo.”

O presidente do sindicato, Sérgio Butka, diz que a entidade tinha dado prazo até esta quarta -feira para discutir proposta melhor para o PDV, mas a Renault convocou reunião ontem e comunicou os cortes. “Queremos voltar a negociar e, se a empresa não aceitar, na quinta-feira poderemos decretar greve por tempo indeterminado”, afirma.

Segundo Sérgio Butka, o sindicato já solicitou reunião com o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, para discutir o fato de a montadora promover demissões mesmo que a lei do Estado do Paraná que concedeu incentivos à fábrica prevê a manutenção de empregos.

Antes da proposta do PDV, a Renault havia sugerido a manutenção dos 7,3 mil empregos do complexo, mas com redução por prazo indeterminado de jornada e salários em 25%, oferta que também não foi aceita pelo sindicato.

Nas demissões comunicadas ontem aos funcionários, a empresa afirma que, além das verbas rescisórias legais vai estender aos demitidos o pagamento do vale mercado até outubro e o plano de saúde até dezembro. Também oferecerá programa de orientação para a recolocação no mercado de trabalho.

A proposta do PDV oferecia de 3,5 a seis salários extras dependendo do tempo de contrato (incluindo dois meses de benefício da MP 936 que também será pago nas demissões), plano médico por um ano, vale mercado até dezembro e a primeira parcela da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

O complexo no Paraná produz os modelos Sandero,  Logan, Kwid, Duster, Oroch, Master e Captur e tem unidades de motores e injeção de alumínio.

No primeiro semestre, a Renault vendeu 60 mil veículos, queda de 47% ante igual período de 2019. O mercado total de automóveis e comerciais leves teve resultado 39% menor na mesma comparação.

O setor automotivo projeta queda de 40% nas vendas deste ano e de 45% na produção de veículos na comparação com 2019. Devem sair das linhas de montagem 1,63 milhão de veículos, ante 3 milhões previstos antes da pandemia.

 

 

 

Share this post


Link to post

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...