Jump to content
Sign in to follow this  
Marcos Albino

Eleições de 2014 no Brasil

Recommended Posts

Victor235

Era só o que faltava:

NOTÍCIAS
15517240D97DFFD7B320335876D286_h391_w598

O cirurgião plástico e apresentador da RedeTV! Dr. Robert Rey se filiou ao Partido Social Cristão (PSC) e diz ter planos ambiciosos para sua anunciada entrada no mundo político. Ele diz, no site oficial do partido, que sonha em se tornar presidente do País e que já tem as diretrizes para a campanha de deputado federal para o ano que vem.

http://estadao.br.msn.com/fotos/famosos-nas-eleições#image=6

E no Partido Social Cristão!

Edited by Victor235

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

Dr. Rey pra presidente, já pensou? :muttley: Na boa, ele não acha que já ganha demais, não? Que experiência um cara como ele pode ter em governar o país?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Seu Furtado

Ele até tem umas idéias interessantes, só que ele vive há mais de 30 anos nos Estados Unidos, e duvido que ele conheça a realidade brasileira, geografia, cidades, história, etc.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Victor235

Que ideias? Fazer plástica na Dilma?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Seu Furtado

Que ideias? Fazer plástica na Dilma?

Uma vez ele deu uma entrevista para o João Dória Jr. e disse que queria fazer cirurgias para pessoas que precisam e não podem pagar, em áreas carentes do Brasil. Uma visão mórmon, já que Rey é mórmon.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Victor235

Sensacional. Isso sim muda o Brasil. Fazer plásticas em quem não pode pagar. Enquanto isso outros morrem por falta de remédio. Agora a beleza física é o que mais importa?

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

NOTÍCIAS
'Na batalha', Serra cola em maratona de Aécio por cidades do interior de SP:

13296764.jpeg

O ex-governador José Serra deflagrou ontem estratégia de colar sua agenda na do senador Aécio Neves (MG), favorito para disputar a Presidência em 2014 pelo PSDB.

Serra se antecipou ao rival mineiro e apareceu, de última hora, em evento com prefeitos do interior paulista. O mesmo encontro fará parte, amanhã, de uma ofensiva de Aécio para ganhar terreno no eleitorado de São Paulo.

O mineiro fará o encerramento do 7º Congresso de Prefeitos do Noroeste Paulista, na cidade de Olímpia (SP).

Aécio e seus aliados foram surpreendidos com a presença do ex-governador na abertura do evento. Serra confirmou a ida na véspera e sua palestra não constava na programação inicial.

Nas palavras de um interlocutor, Serra deverá adotar uma espécie de marcação "homem a homem" no senador. O objetivo, de acordo com serristas, é construir um discurso alternativo ao de Aécio dentro do partido.

"Serra também é pré-candidato do PSDB e qualquer espaço que tiver, ele vai preencher", afirmou o deputado federal Vaz de Lima (SP), que é aliado do ex-governador paulista.

O ex-governador informou anteontem ao prefeito de Olímpia e presidente da AMA (Associação dos Municípios da Araraquarense), Eugênio Zuliani (DEM), que faria a abertura do encontro.

Zuliani disse à Folha que o convite foi feito "há alguns meses", mas que Serra não havia respondido até então.

O encontro, que é promovido pela associação presidida por Zuliani, foi aberto por Serra em um discurso crítico ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), com quem o tucano disputou o Planalto na eleição de 2010.

Apesar de evitar declarações sobre uma eventual candidatura à Presidência e dizer que não houve motivo para a visita ao encontro em data diferente da de Aécio, o tucano afirmou que estará "na batalha" em 2014.

"O futuro não está definido. O que está definido é que eu vou estar na batalha", declarou o tucano.

Em discurso de quase meia hora, Serra criticou as UPAs (Unidades de Pronto-Atendimento), uma das bandeiras do governo Dilma. "[O PT] Faz coisas que não são bem feitas, e são mais para criar um impacto de opinião pública", afirmou.

Além de se preocupar com as viagens cada vez mais frequentes da presidente Dilma Rousseff em Minas Gerais, seu reduto eleitoral, Aécio deve enfrentar mais esse desgaste dentro do partido até o período das convenções.

ROTEIRO:

Serra chegou a Olímpia no início da tarde e, em seguida, foi a São José do Rio Preto para encontro com prefeita em exercício, Ivani Vaz de Lima (PSDB), mulher do deputado federal aliado de Serra.

Antes de seguir para Rio Preto, Serra deu entrevistas a emissoras de TV e chegou a dizer que pretendia também visitar o mercado municipal, que, segundo ele, daria "muita sorte".

Esse será também o roteiro de Aécio na sexta. O comunicado sobre a visita de Serra chegou a Ivani na noite de anteontem, quando uma assessora do tucano telefonou para acertar a agenda.

Hoje, José Serra volta a cumprir agenda típica de candidato em Salvador (BA). O tucano fará uma palestra na sede da Associação Baiana dos Supermercados. Em seguida, participará de jantar na casa do correligionário João Gualberto, que é um dos nomes do PSDB para o governo baiano.

Fonte: UOL Notícias

Edited by JoelJunior15

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

Não sei se é o lugar certo, mas enfim...

NOTÍCIAS
Valdemiro quer superar Edir Macedo nas eleições do ano que vem:

midia-indoor-tv-wap-celular-valdemiro-sa

Valdemiro Santiago, líder da igreja Mundial, prestes a perder a Rede 21 e seu horário na Bandeirantes para a Universal de Edir Macedo, trabalha agora em duas frentes. Primeiro, em tom de desespero, tem pedido dinheiro dos fiéis para continuar com a "obra" da igreja. E, segundo, já se movimenta para aumentar a sua base em Brasília e em outros cenários importantes.

O apóstolo Valdemiro pretende, simplesmente, triplicar seu número de políticos nas eleições de 2014. Como se observa, além dos horários na TV, ele tem esse outro grande objetivo, para fazer frente à Universal. A guerra pelo voto, pelo lado religioso, também promete fortes emoções.

Durante sua programação no domingo, chamou atenção o momento em que Valdemiro Santiago disse ter recebido um recado de Silvio Santos. "Mandou recado pra mim?!". Nesse momento, as câmeras se voltam para Herbert de Souza, que mostra uma foto em que o repórter aparece com o dono do SBT. O teor da mensagem não foi revelado.

Fonte: UOL Notícias

Não há dúvida que as Igrejas de hoje em dia, viraram Comércio! :(

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcelo Cazangi

NOTÍCIAS
Marina diz que objetivo não é ser presidente

A ex-senadora afirmou que o real objetivo é melhorar o Brasil
f_207515.jpg
A ambientalista Marina Silva é hoje a figura de oposição que mais consegue adesões como uma possível adversária da presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2014, mesmo que, falando à reportagem, tenha assinalado que seu objetivo não é a presidência, e sim lutar por um Brasil melhor.

Depois de ser candidata em 2010 pelo Partido Verde, quando obteve cerca de 20 milhões de votos, e de ser impossibilitada de fundar o próprio partido, Marina se associou, para as próximas eleições, ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), que tem Eduardo Campos como candidato à presidência.

Marina prometeu a Campos todo seu apoio, se defender um programa comprometido com "uma política e um desenvolvimento sustentáveis do país".

"Não tenho como objetivo de vida ser presidente do Brasil, e sim lutar para que o Brasil seja melhor. Se isso for possível através da candidatura de Eduardo Campos, farei o necessário para que seja eleito", declarou a ex-ministra do Meio Ambiente durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Atuando nessa pasta, ela conseguiu reduzir o desmatamento amazônico em 80%, aumentou sua visibilidade e conquistou grande popularidade.

"Queremos criar uma plataforma, que provavelmente lançaremos em 28 de novembro, que seja um modelo para o Brasil do século 21: um novo desenvolvimento capaz de integrar economia e ecologia em uma mesma equação", afirma a também pedagoga, que está em Lima para dar uma conferência sobre Desenvolvimento Sustentável.

Dilma Rousseff leva vantagem em todos os cenários para as eleições do próximo ano, segundo as últimas pesquisas. Venceria a reeleição no primeiro turno, se Eduardo Campos fosse o candidato do PSB, apesar da possibilidade de ter de ir para um segundo turno no caso de Marina Silva candidata, revela pesquisa do início de novembro feita pela empresa MDA.

Marina insiste em que é preciso estabelecer uma política que acompanhe o mundo que mudou com o novo século. "São necessários programas para os grandes desafios atuais, como o que fazer para ter energias limpas e renováveis e como aumentar a produção sem expansão predatória. Uma economia com prosperidade, mas com baixo carbono, com respeito à diversidade cultural, aprofundando a democracia e preservando as conquistas", enfatizou.

Eleições misturadas com o Mundial

Com poucos meses de diferença, o Brasil tem dois grandes acontecimentos em 2014: o Mundial da Fifa, em junho, e as eleições presidenciais, em outubro.

Futebol e campanha política estarão misturados durante grande parte do ano, mas os brasileiros não deixarão de lado suas reclamações por mudanças em função de sua paixão pelo futebol. Pelo menos é nisso em que Marina Silva acredita. "Somos apaixonados por futebol, mas as pessoas querem cada vez mais que os problemas sociais e ambientais sejam resolvidos. As manifestações de junho indicaram isso claramente", explicou.

Marina ressalta que o atual governo brasileiro não conseguiu fazer frente aos grandes desafios em seu último ano de mandato. "O governo de Dilma não deixou sua marca, ou uma característica própria", avaliou. Para ela, Dilma entra em seu último ano com uma série de dificuldades, "com um crescimento muito baixo, uma volta da alta da inflação e preocupações pelo risco de desequilíbrio fiscal".

Em relação ao papel do Brasil na região, Marina considera que seu país deve manter seu "princípio de liderança fraterna e solidária" na América Latina e defendeu que o Mercosul se converta em uma área de livre comércio.

Diante do aparecimento de outros blocos, como a Aliança do Pacífico - que reúne Colômbia, México, Peru e Chile -, o Brasil precisa aprofundar a experiência do Mercosul, sem deixar, porém, que esse acordo regional prejudique a liberdade de fazer alianças bilaterais, comentou. "O Mercosul ficou muito limitado a uma articulação política e deve transitar para uma integração efetiva, abrangente em todos os aspectos - não apenas utilitária e meramente econômica -, pois deve integrar os aspectos sociais, culturais e ambientais", ressaltou.

A respeito do desenvolvimento sustentável, defendido pela ambientalista como doutrina de uma nova política, Marina afirma que se deve compreender "a sustentabilidade em suas diferentes dimensões". "Estamos falando de economia, de inclusão social, de redução da pobreza, de melhora da qualidade de vida das pessoas, de educação, tecnologia e inovação", concluiu.

Fonte: UOL

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

O povo não tá nem aí pra sustentabilidade, nem educação, nem nada... Pra eles, recebendo a "esmola" de cento e poucos reais, é o que interessa! É claro que Dilma vai se reeleger... O povo não analisa propostas, ou o melhor da comandar nosso país... E ainda querem reclamar depois. :(

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Biia*~*

Caraca, hein? >_<

Seria interessantes eles priorizarem o transporte público, fazendo um "bench" de outros países, porque pra utilizar pra Copa, deveria ser pra ontem.

E a Marina falou o que eu gostaria de ouvir, mas isto vai depender dos colegas ao seu redor to um pouquinho desconfiada desse Eduardo Campos, mas acho que é porque eu nunca o cohneci >_<

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcelo Cazangi

O problema de fazer projetos como nos outros paises, é a corrupção brasileira que estraga tudo, super faturamento, e o Joel está certo, quanto mais pessoas eles sustentarem com ''bolsas'' melhor, o Governo ''prende'' essas pessoas na miséria...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Will CH

Com a oficialização da pré-candidatura de Aécio Neves-PSDB e a aliança REDE-PSB em torno da candidatura de Eduardo Campos à presidência de república, alguém aqui acredita em chances reais de não-reeleição petista? Creio que aconteça o esperado, 2º turno PSDB x PT, com chances de apoio do PSB à base do governo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

Sinceramente, eu queria que o PT saísse do poder... Acho que já deu o que tinha que dar. Mas com essa esmola que eles dão pra gente até que nem precisa, fica difícil.

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Will CH

Sinceramente, eu queria que o PT saísse do poder... Acho que já deu o que tinha que dar. Mas com essa esmola que eles dão pra gente até que nem precisa, fica difícil.

Não defendendo, mas vc acredita que a mudança de partido é significativa na prática do governo?

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...