Jump to content
Sign in to follow this  
Clark Kent

NASA

Recommended Posts

JoelJunior15

NOTÍCIAS
20150218132823_660_420.jpg
NASA recebe US$ 55 milhões para construir colônia humana em Marte: http://bit.ly/1IGRbVu
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

NOTÍCIAS
20151228102227_660_420.jpg

Nasa mostra como será a vida em Marte: http://bit.ly/1Q2kGEt

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
SâmaraCH

NOTÍCIAS

Asteroide passará "de raspão" pela Terra em março

UHtP3Lo.jpg?1

Um asteroide de 30 metros de diâmetro passará "de raspão" pela Terra no dia 5 março deste ano.

Chamado 2013 TX68, ele estará a uma distância entre 14 milhões e 17 milhões de quilômetros do nosso planeta, o que é mais próximo do que a órbita de satélites geoestacionários.

O asteroide é observado há apenas alguns anos, por isso a incerteza quanto à distância que ele estará da Terra no começo do mês que vem.

Não há chance de colisão nesta passagem do asteroide, segundo a Nasa.

Já em 28 de setembro de 2017, o mesmo asteroide passará novamente perto do nosso planeta e terá uma chance em 250 milhões de atingi-lo. Isso ainda é pouco para gerar preocupação. Para efeito de comparação, uma pessoa que aposta na Mega-Sena com seis números tem uma chance de ganhar em 50 milhões.

Nas passagens do asteroide previstas para 2046 e 2097, as probabilidades de impacto com o planeta são ainda menores.

Em fevereiro de 2013, um meteorito menor atingiu a cidade de Chelyabinsk, na Rússia, deixando 1.491 feridos e 720 estruturas abaladas.

Se o 2013 TX68 entrasse na atmosfera terrestre, ele produziria uma rajada de vento quase duas vezes mais forte do que a do meteoro de Chelyabinsk – e potencialmente mais danos.

MSN

Edited by SâmaraCH

Share this post


Link to post
Share on other sites
SâmaraCH

NOTÍCIAS

'Bola de fogo' explode sobre Atlântico a mil quilômetros da costa do Brasil

hKhprC7.jpg

O maior meteoro já visto desde o que atingiu a cidade russa de Chelyabinsk há 3 anos entrou na atmosfera da terra sobre o oceano Atlântico – perto do Brasil.

O evento, que só foi divulgado agora, ocorreu às 11h55 do dia 6 de fevereiro.

Ao queimar-se na atmosfera, a rocha espacial liberou o equivalente a 13 mil toneladas de TNT.

Esse é o evento mais grandioso do gênero desde o ocorrido em Chelyabinsk, em 15 de fevereiro de 2013. O meteoro que atingiu a região liberou 500 mil toneladas de TNT.

Mais de mil pessoas foram feridas na ocasião – a maioria atingidas por estilhaços de vidro de janelas.

Costa brasileira

Já a bola de fogo sobre o Atlântico provavelmente passou despercebida. Ela se desintegrou a cerca de 30 quilômetros sobre a superfície do mar, a 1000 quilômetros da costa brasileira.

A Nasa listou o acontecimento em uma página de internet que relata a ocorrência de meteoros e bolas de fogo.

Cerca de 30 pequenos asteroides (que medem entre 1 e 20 metros) entram na atmosfera da Terra anualmente, segundo pesquisas científicas.

Como a maior parte da superfície terrestre é coberta por água, maioria deles cai nos oceanos e não afeta áreas habitadas.

MSN

Share this post


Link to post
Share on other sites
chavesmaniaco1002

Cientista diz que viagem até Marte pode durar apenas 'alguns dias'

20151228104018_660_420.jpg

Atualmente, a viagem para Marte leva de seis a oito meses, tempo que interfere na hora de explorar o planeta vermelho. Porém, o cientista Philip Lubin propõemuma nova técnica que pode reduzir o tempo do trajeto para apenas alguns dias.

Um vídeo publicado pela agênci explica uma tecnologia chamada propulsão de energia direcionada, na qual um laser de alta potência é disparado contra uma espaçonave, permitindo acelerá-la até 30% da velocidade da luz (próximo a 90 mil quilômetros por segundo). A técnica é usada normalmente em escala molecular e se chama aceleração eletromagnética; Lubin quer usá-la para objetos macroscópicos, como uma nave espacial.

Lubin afirma que já existe tecnologia para utilizar essa técnica. "Não há razão conhecida de porque não podemos fazer isso", afirma. "Poderíamos impulsionar um veículo robótico de 100 kg, com 1 m de altura, para Marte em poucos dias", explica.

A ideia é ter sondas relativísticas orbitando ao redor das estrelas mais próximas, o que, na teoria de Lubin, abriria novas possibilidade de voos espaciais dentro do nosso Sistema Solar, e também além dele. As sondas seriam responsáveis por disparar estes lasers que aceleram as naves espaciais.

No vídeo, ele diz que seu sistema conseguiria levar o SLS (sigla para Sistema de Lançamento Espacial), um dos veículos espaciais mais poderosos do mundo, aos já citados 30% da velocidade da luz em apenas 10 minutos, usando a mesma quantidade de energia que os métodos atuais. Com a tecnologia atual, este mesmo período de tempo só leva a nave para a órbita terrestre.

Marte pode ser o objetivo mais óbvio, por ser o planeta mais próximo e ser o tema da vez quando o assunto é exploração espacial, mas Lubin vai além. Seria possível, por exemplo, chegar, dentro de 20 anos, a Alpha Centauri, a estrela mais próxima do nosso Sistema Solar, localizada a 4 anos-luz de distância (ou cerca de 38 trilhões de quilômetros).

A Nasa ainda não possui projetos para utilizar esse tipo de propulsão.

Fonte: Olhar Digital

Link: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/viagem-para-marte-pode-levar-30-minutos-com-nova-tecnologia/55627

Share this post


Link to post
Share on other sites
Clark Kent

Imagens da superfície da Terra em 4K:

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

NOTÍCIAS
20160513174414_660_420.jpg

 

NASA vai levar bonecos de LEGO para Júpiter: http://bit.ly/27nAtn5

Share this post


Link to post
Share on other sites
SâmaraCH
NOTÍCIAS

Maior 'Super Lua' dos últimos 68 anos será vista nesta segunda (14)

AAkbHXJ.img?h=177&w=270&m=6&q=60&o=f&l=f

Na última vez que a lua esteve tão perto da Terra, o Ibirapuera não existia e a USP era ainda uma jovem universidade. Na próxima segunda (14), os paulistanos poderão conferir a aparição da maior Super Lua vista em quase 70 anos. 

Super Lua é nome popular para quando o satélite atinge a fase cheia e o perigeu (menor distância do planeta Terra) ao mesmo tempo. O satélite estará à menor distância do planeta desde aquela época, cerca de 355 000 quilômetros, cerca de 30 000 a menos que a distância normal. Segundo o Climatempo, a lua só estará tão perto de novo em 2034. 

Para enxergar o astro em versão maior e mais brilhante, o ideal é estar em um lugar com pouca iluminação e fugir do céu nublado. Do Observatório do Instituto de Astronomia da Universidade de São Paulo (IAG-USP), em Valinhos, Messias Fidêncio Neto afirma que a diferença entre o fenômeno de novembro e outras superluas não é percebida a olho nu. Haverá outra chance no dia 14 de dezembro, a última Super Lua do ano.

Para quem quiser celebrar de um jeito especial, a dica é participar da tradicional Meditação da Lua, que acontece no Parque Ibirapuera e nas praças Charles Miller, no Pacaembu e Praça da Nascente (Pompeia), a partir das 20 horas. E não é preciso fazer o estilo 'zen' para participar: as sessões serão conduzidas por especialistas.

 

http://www.msn.com/pt-br/noticias/ciencia-e-tecnologia/maior-super-lua-dos-últimos-68-anos-será-vista-nesta-segunda-14/ar-AAkbN4k?li=AAggNbi&ocid=mailsignout

Share this post


Link to post
Share on other sites
José Antonio
NOTÍCIAS

NASA vai lançar uma sonda para desviar um asteróide (mas não muito)

tuQIvgg.png

Objetivo da missão é alterar a órbita do "satélite natural" do asteroide e observar as implicações na órbita do conjunto como um todo.

Mais informações: https://meiobit.com/397488/nasa-vai-lancar-uma-sonda-para-desviar-um-asteroide-mas-nao-muito/

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...