Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Victor235

MÚSICA

226 posts neste tópico

A Last.FM não tem mais a opção de ver os principais ouvintes de determinado artista?

Fiquei curioso ao saber que tenho 6 ouvintes, queria saber da onde isso saiu :ponder:

--------------------------------

Não gostei muito da letra da música, mas a atmosfera que a sonoridade country trouxe a essa música ficou muito boa. A voz do vocalista (guardadas as proporções) lembra a do Axl Rose em alguns momentos.

[YouTube]

Editado por Victor235

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fantástico, Marília matou a pau de novo. Sente só o peso dessa letra.

[YouTube]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A trilha sonora da minha vida...

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não conhecia essa música do Raul, parece o Belchior cantando só que sem ser fanhoso :muttley:


Mas é boa :joia:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre a morte do David Bowie:

Como assim, 2016?

Como assim, porra?

O Bowie tinha acabado de lançar um álbum novo. Eu ouvi apenas uma faixa – Blackstar -; gostei. Achei claustrofóbica, consistente, com seus méritos próprios, e não uma reles sombra do trabalho de uma vida inteira. A sua genialidade não havia esgotado, e continuava demonstrando uma mente musical capaz de se adaptar às novas tendências do mercado. E essa fácil transição entre gêneros foi a chave para longevidade de sua carreira. Desde os trajes de glitter e a indiferença do início do Glam Rock, passando pelos devaneios sobre o espaço e os confins do universo (Space Oddity, Starman – essa tendo ganhando um cover respeitável pela banda gaúcha Nenhum de Nós -, Ashes to Ashes), atingindo o ápice com a trilogia de discos em conjunto com o Brian Eno (de onde Heroes, hoje conhecida por aquele filme ‘’quase-modinha’’, escapou), e arranjando um tempo livre para flertar com a New Wave lá no começo dos anos 80.

Era para mim um dos maiores artistas da década de sessenta made in England ainda vivos, batendo de frente com o Paul McCartney. Eu até o preferia ao segundo; embora Paul seja a musicalidade personificada em ex-beatle, há muito tempo (MUITO MESMO) ele anda pouco se lixando para as letras. E o Bowie, puxa... o cara ainda escrevia sobre temas instigantes, sensoriais. Verdadeiros mergulhos nas profundezas da alma.

''Life in Mars?'', tendo como exemplo, é a maior canção surrealista já escrita por um mortal (que coincidentemente acaba de constatar esse status). Cada maluquice parece ter sido colocada no lugar certo, terminando numa p*** reflexão sobre a farsa do Mickey Mouse (que há muito tempo não passa de uma vaca), a conduta baderneira dos oficiais da marinha em salões de dança e a chatice iminente dos filmes mostrados nos cinemas mundo afora. E ainda incita o ouvinte a cuspir nos olhos dos lanterninhas que vierem reclamar dos que não conseguem prestar atenção nas películas entediantes! Entendam como quiserem.

Do que eu vi dele no cinema, gostei. Não excepcional, mas sabia sustentar personagens excêntricos e intimistas. Vejam A Última Tentação de Fabão Cristo, onde ele atua como Pôncio Pilatos. Não somente pela participação do músico, e sim por ser um obra totalmente contrária ao esperado. Ele também participou de 'Labirinto' como o carinha que trolla a Jennifer Connelly o tempo inteiro; este um filme não tão bom.

Termino colocando essa canção escrita e doada ao Mott The Hoople pelo dito cujo. Ela levanta questões pertinentes nesse momento, como a morte, suicídio, eternidade, depressão e juventude. E mesmo que não encontrem nada disso nesses versos soltos, ouçam aí. Vai que gostam.

Para a nossa sorte, ainda que nenhum outro David Bowie venha a nascer, tampouco a sua música correrá o risco de ser enterrada. E ao menos isso faz a semana valer a pena.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Revivendo os [bons] anos 80 com essa baita canção. Ela é do mesmo compositor de "Make Love Nothing All", do Air Supply. As duas possuem uma "quebrada" sensacional no refrão, que eu diria ser a marca registrada do Jim Steinman.

1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gosto das duas, Joel. E já que você citou o Air Supply eles também gravaram essa música ficou muito boa na voz deles, mas parece que ele foi feita para a Bonnie Tyler mesmo.

E já que falou dos anos 80, deixo o minha homenagem ao David Bowie:

2 pessoas curtiram isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

comentaristasdavid.jpg

Pelo menos tô vendo que isso não é uma implicância específica, e sim que esse povo da internet tem mania de diminuir os outros e falar como se todos os falecidos eram desconhecidos em vida.

Aliás, desses comentários de portais não se salva um. Ontem mesmo estava lendo uma notícia sobre a Marília Mendonça, que falava justamente que não iria se adaptar a padrões de beleza pois gosta dela do jeito que é, e o que importa é sua música e suas composições. Aí as pessoas vão lá e comentam "precisa emagrecer".

Editado por Victor235

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

David Bowie não era um nome pronunciado com frequência, tal como ''The Beatles'', ''Michael Jackson'', ''Madonna'' ou ''Pink Floyd'', mas o trabalho dele era amplamente divulgado em diferentes espaços da mídia. Certamente eles já escutaram as músicas abaixo sem saber de quem se tratava:




Editado por Chambón

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Remix muito bom. E ganhou meu avatar. :P

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
NOTÍCIAS
Lulu Santos lidera lista de arrecadação no RIR 2015
12 de janeiro de 2016

Lulu-Santos-2015-dest.jpg

O Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) distribuiu cerca de R$ 6,7 milhões em direitos autorais, referentes às músicas tocadas na última edição do Rock In Rio, em 2015. Segundo levantamento, 1396 titulares e associações receberam direitos pela execução das suas músicas durante os dias de festival.

Entre as músicas mais tocadas, destaque para o clássico “Hit That Jive, Jack”, de Nat King Cole. Na sequencia, aparecem os hits “Chop Suey”, do System Of a Down, e “Can’t Stop”, do Red Hot Chilli Peppers. Lulu Santos foi o artista que mais recebeu direitos pelas músicas tocadas no Rock In Rio. Na segunda colocação, aparece Herbert Vianna, do Paralamas do Sucesso, seguido por Josh Homme, vocalista da banda Queens Of The Stone Age.

Confira o Top 10:

1 Lulu Santos

2 Herbert Vianna

3 Josh Homme (Queens Of The Stone Age)

4 Daron Malakian (System Of a Down)

5 Ryan Tedder (OneRepublic)

6 Elton John

7 Bernie Taupin

8 Luciano Garcia (CPM 22)

9 Freddie Mercury

10 Andrés Giménez (De La Tierra)

O gerente executivo de arrecadação do Ecad, Márcio Fernandes, destaca que o Rock In Rio efetua o pagamento da retribuição autoral desde sua primeira edição, em 1985. “Por se tratar do maior festival de música realizado no país e estando ainda entre os principais do mundo, é imprescindível a consciência por parte dos organizadores com o pagamento do direito autoral para os milhares de titulares que têm suas músicas executadas nas apresentações. Esta atitude condiz totalmente com o modelo de empresa correta, que é a percepção que o público tem do Rock In Rio”, diz Márcio.

O vice-presidente do Rock In Rio, Roberto Medina, também destaca a importância do respeito ao direito autoral. “Existem muitos talentos que trabalham na música que não necessariamente são aqueles que estão em cima do palco. Se eles não tivessem tido o dom de compor aquela música, a gente não sentiria aquela vibração, não levaria aquela mensagem para casa, a gente não sentiria da mesma forma”, avalia o executivo.
PORTAL SUCESSO

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chambón, puxa, não fazia ideia de que a música "O Astronauta de Mármore" do Nenhum de Nós era na verdade "Starman" de David Bowie. Aliás, eu não conheço quase nada do trabalho dele. :triste:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ouve os álbuns The Rise and Fall Of Ziggy Stardust, Hunky Dory e Scary Monsters, para entender o ''estrago'' que ele fez na música. Quase todos os outros são essenciais, mas creio que estes sejam os mais indicados para um iniciante.

Você que curte Syd Barrett, deve gostar do Bowie também.

Editado por Chambón
1 pessoa curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Anitta lançou seu novo clipe, onde ela beija uma mulher (bem rapidamente), cita a música sertaneja e já foi acusada de plágio novamente: http://revista.cifras.com.br/noticia/anitta-e-acusada-de-plagio-em-novo-clipe-e-reage-continuam-procurando_11350

Segue o vídeo:

Editado por Victor235

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1:22 olha a dublagem!

[YouTube]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.