Jump to content
Sign in to follow this  
E.R

Para qual país você mais gostaria de viajar ?

Para qual país você mais gostaria de viajar a turismo ?  

17 members have voted

  1. 1. Para qual país você mais gostaria de viajar a turismo ?

    • Estados Unidos
      2
    • México
      3
    • Canadá
      2
    • Japão
      1
    • Nova Zelândia
      0
    • Austrália
      0
    • França
      2
    • Inglaterra
      1
    • Itália
      2
    • Espanha
      1
    • Argentina
      0
    • Chile
      0
    • Uruguai
      0
    • Portugal
      1
    • Suíça
      0
    • Holanda
      0
    • Grécia
      0
    • Bélgica
      0
    • Rússia
      0
    • Áustria
      0
    • Outro
      2


Recommended Posts

Sr Garabito

Portugal.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Angélica Maria

Votei em Inglaterra, mas tb gostaria muito de ir ao Japão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quico Irônico

França, Inglaterra e México.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

MARINA CARUSO - O GLOBO

A anunciada cascata digital de fogos da Avenida Atlântica pode não acontecer. O Hilton (ex-Meridién) avisou a Riotur que não tem verba para o fogaréu virtual.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

O ESTADO DE S.PAULO

Companhias aéreas estrangeiras de baixo custo ampliam a oferta de passagens para voos internacionais. Os descontos podem chegar a 30%.

Companhias aéreas estrangeiras de baixo custo começam a ampliar a oferta de passagens internacionais no País.

A norueguesa Norwegian, que vai fazer voos diretos do Rio de Janeiro a Londres, a partir de março, colocará no mercado 70 mil novos lugares por ano.

A chilena Sky Airlines começou a operar rotas do Rio de Janeiro e de Florianópolis para Santiago. A chilena passará a oferecer voos para São Paulo a partir de 7 dezembro, num total de 70 mil assentos apenas entre dezembro e março.

Na Norwegian, o preço mínimo do trecho deverá ficar em R$ 1,2 mil. Empresas concorrentes vendem passagens de ida e volta por R$ 2.900. Em entrevista ao Estado, o presidente global do grupo, Bjorn Kjos, afirmou que a operação da aérea vai começar pelo Rio por a cidade atrair muitos turistas europeus. Kjos não detalhou se vai oferecer outros destinos no País. A companhia já está operando na Argentina. “Fomos surpreendidos com a operação na Argentina. Ainda não conhecemos bem o mercado brasileiro, mas estamos otimistas e esperamos que os brasileiros optem por viajar para a Europa e possam fazê-lo com tarifas baixas por nossa companhia”.

A Sky começa sua operação no Brasil com cinco voos por semana para São Paulo, seis para o Rio e quatro para Florianópolis – esse último vai operar até março. A intenção, no entanto, é ter voos diários para Rio e São Paulo, segundo o diretor regional de vendas, Jaime Fernandez. “Ainda não temos previsão de quando isso vai acontecer. Precisamos, antes, tornar essas primeiras operações rentáveis.” O executivo diz ainda que poderá lançar novos destinos no Brasil em 2019.

O modelo de baixo custo adotado pela Sky permitiu uma queda de 30% no preço médio das passagens no Chile – patamar que pode ser repetido no Brasil. No site da companhia, é possível encontrar passagens de ida e volta para Santiago, partindo de São Paulo em dezembro, por R$ 700. Em concorrentes, a tarifa mais barata é R$ 850.

Para garantir preços mais baixos, a empresa está investindo US$ 1,6 bilhão para renovar e ampliar sua frota – hoje, são 15 aeronaves. Foram comprados 21 aviões A320neo, que gastam menos combustível. Segundo Fernandez, uma negociação com o governo chileno também permitiu a redução de 20% neste ano nas taxas de embarque.

Para o especialista no setor aéreo André Castellini, sócio da consultoria Bain & Company, as empresas de baixo custo dificilmente conseguirão manter tarifas mais baratas do que as concorrentes brasileiras, pois seus custos não serão muito inferiores. “Elas podem até subsidiar assentos no começo, mas é inviável manter isso por um longo período.”

Castellini lembra que companhias como Latam e Gol já adotam estratégias de empresas ‘low cost’ em alguns serviços, como na cobrança pela marcação do assento. As companhias brasileiras, diz ele, também estão incluindo aeronaves que gastam menos combustível em suas frotas. “Não dá para fazer milagre. As locais adotaram o que é possível. Ambas (Latam e Gol) são eficientes em custos.”

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cortal Cristado

EUA

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://oglobo.globo.com/boa-viagem/roma-conheca-todos-os-caminhos-para-fugir-das-multidoes-de-turistas-23301133

xRoma-materia.jpg.pagespeed.ic.DZCndeuHz

Apesar de toda a pompa e circunstância imperial e papal, no fundo Roma é uma criança bonita: barulhenta, sonhadora, misteriosa, um tanto mimada, gerando alternadamente exasperação e encantamento. E se exibe mais bem-comportada durante le feste , o período das festas natalinas, quando as multidões desaparecem, a decoração é espetacular e os raios de sol se intensificam para compensar as poucas horas de luz.

A Roma de hoje é um paradoxo. Enquanto os bairros históricos caem na homogeneidade do turismo de massa, os distritos periféricos estão se tornando mais vibrantes e variados. Assim, se quiser aproveitar uma temporada autêntica na cidade, fuja do centro storico e vá provar as pizzas do mercado Testaccio, fuçar as quinquilharias descoladas do mercado de pulgas Porta Portese, esbaldar-se nas casas noturnas de San Lorenzo e Tiburtina, e nas gelaterias como Neve di Latte e La Mucca Bianca.

O Ai Tre Scalini de Monti (não confunda com o restaurante de mesmo nome na Piazza Navona) é um wine bar informal e de tradição centenária que reúne, na mesma medida, o pessoal local, expatriados e visitantes.

Uma caminhada de 15 minutos contornando a multidão que se movimenta ao redor do Coliseu o levará à Basílica Agostiniana de Santi Quattro Coronati, um dos tesouros escondidos romanos. E você não precisa ser religioso para apreciar a delicadeza das vésperas cantadas ali todo dia, às seis da tarde (elas também podem amenizar a confusão do fuso horário). As vozes das freiras combinam perfeitamente com a geometria serena do piso medieval e das colunas antigas que ladeiam a nave.

No coração de Roma, a apenas algumas quadras do Panteão, o La Ciambella, recém-inaugurado, serve pratos deliciosos num salão tranquilo, onde você tem certeza de sempre encontrar uma mesa. A chef Francesca Ciucci usa ingredientes locais, como o alho negro fermentado, a farinha de grão-de-bico e a cebola roxa Tropea, para compor pratos de uma sutileza excepcional.

x80245409_BVROMAUNDATEDBC-TRAVEL-TIMES-3

 

Em matéria de arte antiga e arquitetura de classe internacional, o Museu Romano Nacional continua sendo o segredo local mais bem guardado. As instalações que ladeiam a Estação Termini — o Palazzo Massimo e as Termas de Diocleciano — se complementam perfeitamente.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

O ESTADO DE S.PAULO

Os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio, devem ser leiloados no primeiro trimestre de 2022, para contratos de concessão de 30 anos. Depois disso, a Infraero, que administra os terminais, será extinta. Eles serão oferecidos em blocos, junto com outros aeroportos, como o de São José dos Campos e o Campo de Marte, no caso de Congonhas, que deverá ainda incluir investimentos para aumentar a segurança do terminal.

O “combo” do Santos Dumont deve incluir Jacarepaguá e Pampulha (em Minas Gerais).

A medida já havia sido cogitada pelo governo Michel Temer e foi posteriormente abandonada após pressões políticas. Ao todo, o governo Jair Bolsonaro quer oferecer 44 aeroportos ao mercado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/01/23/governo-diz-que-brasil-deixara-de-adotar-passaporte-com-simbolo-do-mercosul.ghtml

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, informou nesta quarta-feira (23) que o Brasil voltará a adotar o brasão da República nos passaportes. O país deixará de utilizar o "padrão" de passaporte com a identificação do Mercosul.

A mudança faz parte das propostas apresentadas pelo Ministério das Relações Exteriores como prioritárias para o início da gestão Jair Bolsonaro. 

A alteração nos passaportes foi anunciada pelo chefe da Casa Civil durante a apresentação das metas do governo para os primeiros 100 dias do governo de Jair Bolsonaro.

O atual modelo de passaporte brasileiro contém na capa as estrelas do Cruzeiro do Sul e a inscrição "Passaporte Mercosul".

Segundo Onyx, não será necessário trocar os passaportes que ainda estão válidos, na medida em que o brasão da República será adotado no momento da renovação ou do pedido de um novo passaporte.

"Vai ser retirada do passaporte brasileiro aquela identificação do Mercosul e vamos retornar o brasão da República nesse documento. Ou seja, vamos ter no passaporte brasileiro o brasão da República brasileira”, explicou Onyx.

O chefe da Casa Civil explicou ainda que a troca não será imediata. O governo utilizará os passaportes já impressos com a atual identidade visual e adotará o brasão da República nas futuras encomendas dos documentos. Não há estimativa de custo da medida, segundo Onyx.

"Dentro dos 100 dias o MRE [Ministério das Relações Exteriores] tomará todas as providências para que tenha o desenho definido, o modelo adequado e a orientação para que quem produz possa, quando trouxer novos passaporte, já ter o novo passaporte”, complementou o ministro.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2019/02/com-orcamento-de-r-27-mil-por-habitante-ilhabela-enfrenta-crise-sanitaria.shtml

O 29 de novembro de 2018 foi um dia histórico para Ilhabela: a prefeitura depositou R$ 55 milhões no fundo soberano da cidade, abastecido com royalties de petróleo e destinado às futuras gerações.

Bastaram dois meses para aparecer a face oposta a essa da Ilhabela rica e paradisíaca: todas as 19 praias que ficam no canal da ilha estavam com bandeira vermelha na última quarta (29), um indicativo de que a quantidade de coliformes fecais atingira um limite que expõe o banhista a vírus, bactérias e protozoários.

O mau cheiro e as manchas de cor bege no mar não eram o único problema da ilha. Na virada do ano o caos instalou-se: faltou água e as ruas travaram a ponto de os carros da balsa não conseguirem desembarcar; nem caminhões-pipas conseguiam rodar para fazer o abastecimento de emergência. A prefeitura diz que 120 mil pessoas entraram na ilha entre 26 de dezembro e 2 de janeiro, o triplo da população de Ilhabela.

Na primeira semana de janeiro, a Cetesb, agência que mede a qualidade das águas das praias, colocara bandeira vermelha em 18 das 19 praias.

A pergunta repetida em coro na ilha é a óbvia: como uma cidade tão abastada chegou a essa situação? Ilhabela é a cidade mais rica do Brasil no quesito valor do orçamento por habitante: com 34.333 moradores em 2018, segundo o IBGE, teve um orçamento de R$ 941,4 milhões, o que resulta em R$ 27.422 por habitante. É tanto dinheiro que a prefeitura não conseguiu gastar cerca de R$ 400 milhões.

Essa montanha de dinheiro para uma cidade pequena é resultado da exploração do pré-sal nas águas de Ilhabela. Só de royalties da Petrobras, a cidade recebeu R$ 751,7 milhões, o equivalente a 80% do orçamento.

Mesmo quando comparada aos municípios que mais recebem royalties do pré-sal no país, como Niterói e Maricá, ambas no estado do Rio, Ilhabela tem mais recursos porque tem menos habitantes. Maricá gasta R$ 8.873 por morador e Niterói, R$ 4.472, tudo em 2018. Só para se ter uma ideia de quanto esses valores são elevados, a cidade de São Paulo destinou R$ 4.448 por morador no ano passado.

“A ilha chegou a essa situação por incompetência e corrupção”, diz o empresário Georges Henry Grego, presidente do conselho do Instituto Ilhabela Sustentável, entidade criada em 2007 com foco em saneamento. “Com tanto dinheiro, Ilhabela deveria ser um modelo mundial em saneamento.”

Não há consenso sobre as causas da poluição das praias. Enquanto a prefeitura e a Cetesb culpam as chuvas que carregam esgoto para o mar e as ocupações irregulares, a engenheira Gilda Nunes, presidente do Conselho Municipal do Meio Ambiente, atribui a poluição à falta de tratamento do esgoto coletado, ao emissário que despeja os efluentes no canal que separa a ilha de São Sebastião e ao número descontrolado de turistas.

“A bandeira vermelha em 18 das 19 praias foi um problema pontual, causado por uma tempestade que despejou 50 milímetros de chuva. Foi essa chuva que levou tudo para o mar”, afirma o prefeito Márcio Tenório (MDB).

-

 

Uma pena isso !

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://internacional.estadao.com.br/noticias/geral,mais-de-10-pessoas-ficam-presas-por-4-horas-em-atracao-do-parque-seaworld,70002727233

Mais de dez pessoas ficaram presas por cerca de quatro horas em uma das atrações do parque SeaWorld de San Diego, na Califórnia, na noite desta segunda-feira, 18.

Uma rajada de vento afetou um interruptor automático da atração chamada "Bayside Skyride".

Segundo a polícia local, todos foram resgatados. Dentre elas, havia uma criança e uma pessoa com paralisia, de acordo com a imprensa local. "Todas as 16 pessoas presas nas gôndolas estão em segurança", informou o Corpo de Bombeiros de San Diego.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

Em quais cidades de fora do Brasil vocês já foram ?

Vou citar as que eu fui :

. Nova York (Estados Unidos)

. Orlando (Estados Unidos)

. Miami (Estados Unidos)

. Tampa (Estados Unidos)

Ilha Merritt (Estados Unidos)

. La Paz (Bolívia)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-03/edital-para-nova-concessao-de-aeroportos-sera-apresentado-na-segunda

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas informou hoje que o governo apresentará na próxima segunda-feira (18) o edital de chamamento para a sexta rodada de concessão de aeroportos.

Tarcisio Freitas deu a informação em entrevista coletiva após o leilão de privatização de 12 aeroportos .

A previsão é que o leilão ocorra em agosto de 2020. Na prática, o edital dá início aos estudos para a próxima rodada de leilões de aeroportos, definindo valores por cada bloco e expectativas de investimentos.

Serão colocados em leilão mais 22 terminais. O Bloco Sul, formado por nove aeroportos, inclui dois terminais em Curitiba, um em Foz do Iguaçu e um em Londrina, no Paraná; um em Navegantes e um em Joinville, em Santa Catarina; um em Pelotas, um em Uruguaiana e um Bagé, no Rio Grande do Sul.

O Bloco Norte engloba sete aeroportos: um em Manaus, um em Tabatinga e um em Tefé, no Amazonas; um em Porto Velho; um em Rio Branco e um em Cruzeiro do Sul, no Acre; e um em Boa Vista. No terceiro lote, o chamado Eixo Central, estão os terminais de Goiânia, de São Luís e Imperatriz, no Maranhão; de Teresina, no Piauí; de Palmas, no Tocantins; e de Petrolina, em Pernambuco.

A sétima rodada de concessão de aeroportos, prevista para o primeiro semestre de 2022, incluirá os terminais de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro. "Congonhas e Santos Dumont ficam para a ultima rodada. Como são aeroportos muito importantes, eles vão ajudar a compor a sustentabilidade da Infraero. Por isso vamos aguardar os preços irem se sustentando no mercado", afirmou o ministro Tarcísio de Freitas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/aereas-fiscalizarao-com-mais-rigidez-as-bagagens-de-mao/

A partir de quarta-feira (10 de abril), as companhias Latam, Azul, Gol e Avianca iniciarão uma ofensiva contra bagagens de mão fora das medidas estabelecidas. Ela acontecerá em conjunto a ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) e será executada em 15 aeroportos brasileiros.

Esses aeroportos foram divididos em três grupos, que começarão a aplicar as novas medidas em etapas e datas diferentes, entre 10 e 24 de abril. Segundo a ABEAR, cada aeroporto terá duas semanas de campanha de caráter estritamente educativo, para informar os passageiros sobre as medidas das bagagens de mão.

A partir de maio, a triagem das bagagens de mão será mais rígida e aquelas que estiverem fora das especificações estipuladas pelas companhias precisarão ser despachadas – o que pode ser cobrado, dependendo da franquia contratada. Aqui estão os preços de despacho de cada companhia. As malas precisarão ter, no máximo, 55 centímetros de altura x 35 centímetros de largura e 25 centímetros de profundidade, de acordo com o padrão estipulado pelas empresas aéreas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

O GLOBO

A aviadora Azul ameaça deixar a Abear, Associação Brasileira das Empresas Aéreas. O clima no setor, como saiu aqui, azedou depois que a Gol e Latam resolveram também entrar na disputa pelo butim da Avianca, que estava negociando com a Azul. A empresa acusa as concorrentes de entrarem na disputa para atrapalhar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...