Jump to content
Sign in to follow this  
Chapolin

Copa do Mundo Fifa - Catar 2022

Recommended Posts

Chapolin

A Copa do Mundo de 2018 acabou (:choro:), então chegou a hora de criar o tópico da próxima :P

A próxima copa será no Catar*, e será a primeira participação do país em uma Copa do Mundo.

O número de participantes até então, será o atual com 32 seleções. Mas a pedido da Conmebol, a Fifa poderá aumentar o número de seleções para 48.
Este aumento até então, está confirmado para a Copa de 2026, a primeira com três sedes (México, EUA e Canadá).

*Até hoje eu não sei qual o nome correto deste país, já vi escreverem "Qatar" e "Catar" :tonguemad: :P

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quico Irônico
1 minuto atrás, Chapolin disse:

*Até hoje eu não sei qual o nome correto deste país, já vi escreverem "Qatar" e "Catar" :tonguemad: :P

Tanto faz, os dois estão certo. 

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Chapolin

@Quico Irônico Menos mal então :P

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

Lembrando que a Copa 2022 vai acontecer nos meses de novembro e dezembro, no horário de verão brasileiro.

É possível que a maioria das partidas seja às 10:00 e às 13:00.

Com algumas partidas às 16:00.

  • Like 2

Share this post


Link to post
Share on other sites
Chapolin

Tinha esquecido de citar isto aí, foi a força do hábito :P

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/youtube-exibira-eliminatorias-africanas-para-copa-de-2022_38063.html

O YouTube, plataforma de vídeos controlada pelo Google, transmitirá a primeira fase das Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar.

O acordo foi assinado com a Fifa e divulgado pela própria entidade nesta terça-feira (3).

Os jogos serão transmitidos ao vivo no YouTube e também no próprio site da Fifa. 

"Trazer estes jogos para uma audiência global pela primeira vez ressalta a transformação digital em andamento na Fifa e seus esforços contínuos para apoiar o desenvolvimento do futebol na África e conectar mais fãs com o belo jogo do continente", afirmou a entidade que comanda o futebol mundial, em nota.

A primeira fase das Eliminatórias terá 28 seleções da Confederação Africana de Futebol (CAF) se enfrentando num mata-mata de ida e volta que levará as 14 vencedoras à fase de grupos. Elas se juntarão a outras 26 e formarão dez grupos com quatro seleções em cada um. Após seis rodadas, o líder de cada grupo passará à terceira fase, que também será em esquema de mata-mata, com as cinco equipes vencedoras garantindo vaga no Mundial do Qatar.

A primeira fase terá o início dos jogos já nesta quarta-feira (4), com término previsto para a próxima terça-feira (10). Com o acordo com o YouTube, a Fifa espera levar as partidas das seleções africanas a um maior número de aficionados e aposta em bons índices de visualizações.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://esportes.yahoo.com/noticias/mundial-mostra-desafios-que-catar-tera-para-a-copa-de-2022-080033259.html

Para as autoridades do futebol do Catar, o Mundial de Clubes deste ano foi o primeiro teste real do país antes da Copa do Mundo.

Apenas cerca de 300 torcedores do Al-Hilal estiveram no Jassim Bin Hamad e no Khalifa International, os dois estádios usados na competição, porque a Arábia Saudita é uma das signatárias de embargo de países árabes ao Catar por suposto apoio a organizações terroristas.

O governo nega as acusações e a jornalistas dirigentes insinuam que o bloqueio, na verdade, é inveja porque a Fifa fez do país catari o primeiro do Oriente Médio a sediar o Mundial.

Mas o embargo, do qual os Emirados Árabes também faz parte, será um problema na organização da Copa do Mundo, se persistir. A Fifa conta com a possibilidade de os torcedores poderem fazer o trajeto entre Dubai ou Abu Dhabi e Doha em junho de 2022. Seria uma maneira de não sobrecarregar o Catar durante o torneio.

O conceito da Copa de 2022 é de um torneio “pocket” (para usar a palavra da Fifa) por ser organizado em curtas distâncias, mas a quantidade de torcedores não será. E estes estarão concentrados em Doha. A maior distância entre os oito estádios que serão utilizados no Mundial é de 70 km, se percorridos de carro.

Um dos problemas para o Catar na organização do Mundial de Clubes foi a falta de cultura local com relação ao futebol e, principalmente, ao comportamento de torcedores. Daqui a três anos, embora não tenha uma estimativa precisa, o governo estima que vai receber cerca de 2 milhões de turistas durante o torneio. Essas pessoas não estarão todas ao mesmo tempo no país, mas vão mudar a rotina de local em que as principais ruas estão sempre vazias e o barulho é algo raro.

Durante a competição que consagrou o Liverpool como melhor time do planeta, funcionários do Champions Club, bar que tem telões para exibição de jogos instalado dentro do hotel Marriott, pediram para ingleses e brasileiros se acalmarem porque estavam fazendo muito ruído. 

Outro exemplo foi a torcida do Espérance, que em seus dois jogos cantou o tempo inteiro, acendeu sinalizadores e soltou bombas de fumaça com as cores da equipe (amarelo e vermelho). Os seguranças contratados para o Mundial não sabiam o que fazer naquela situação. Na disputa pelo quinto lugar, contra o Al Sadd, estourou uma briga entre os tunisianos e a reação do esquema de proteção no estádio foi esperar que a confusão acabasse por si mesma.

O Jassim Bin Hamad não será usado na Copa, mas o Khalifa International, que depois continuará sendo o estádio nacional do Catar, sim. Nas semifinais houve problemas nos portões de entrada porque os acessos eram estreitos e não haviam muitas catracas. A organização não avisou previamente que mochilas não poderiam entrar, o que causou confusão no público.

O guarda-volumes era um contâiner improvisado, colocado do lado de fora do estádio. O funcionário preenchia uma ficha para cada torcedor que deixava a bagagem e era tão extenso que era preciso colocar até o telefone no país de origem. 

As mochilas não foram guardadas de forma ordenada e após a partida voluntários levavam vários minutos para acharem as malas que tinham os mesmos números da senhas em poder dos torcedores. Para acelerar o processo, começaram a berrar os números, mas não checavam se quem dizia ser o dono tinha realmente a número correspondente.

A organização da Copa do Mundo promete ter um amplo sistema de trens e metrôs que vai interligar todos os estádios. As estações e trens são novos, mas os funcionários não sabem lidar com  aglomerações. Não existiam avisos para os turistas de que há vagões separados para mulheres, famílias com crianças e para os proprietários de cartões “gold”, uma espécie de primeira classe. 

Não foi registrado qualquer incidente com a polícia local. No Qatar, é considerada ofensiva a manifestação pública de carinho entre um homem e uma mulher, como um beijo, por exemplo. Homossexualismo é crime. Pressionado para dar uma resposta sobre o que vai acontecer com casais gays que viajarem para o país para assistir a Copa do Mundo, a organização do Mundial não consegue dar uma resposta objetiva.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...