Jump to content
Sign in to follow this  
Raphael

Record TV

Recommended Posts

Cleberson
Marcos Mion renova contrato com a Record

A Record e Marcos Mion chegaram a um acordo e renovaram contrato por mais três anos. Valorizado após apresentar a 10ª temporada de A Fazenda e de ter sido alvo de sondagens da Globo, Mion chegou a ficar "desempregado" durante sete dias. Seu vínculo com a Record venceu no último dia 31 e o novo documento, após várias rodadas de negociações entre executivos e advogados, só foi assinado ontem (7).

Ciente da boa fase, Mion curtiu os primeiros dias do ano em viagem com a família, ganhando tempo para negociar melhores condições. Na noite de segunda, poucas horas antes de embarcar em novo programa familiar pela Europa, canetou o documento proposto pela Record.

Há um ano, tudo indicava que Marcos Mion não teria futuro na Record ao término de seu contrato. Ele tinha acabado de perder o Legendários, que apresentava desde 2010, e o reality A Casa (2017) passou longe do sucesso. Deu entrevista ao Notícias da TV admitindo que tivera "um ano difícil".

Em setembro deste ano, no entanto, veio a redenção. No lugar de Roberto Justus, foi considerado o melhor apresentador que A Fazenda já teve, em uma lista que inclui ainda Britto Jr. e Rodrigo Faro. Foi eleito pelos leitores e críticos do UOL o melhor apresentador de 2018.

A repercussão em A Fazenda retumbou na Globo, onde uma negociação com o apresentador já tinha sido aberta. Essas conversas, segundo uma alta fonte, ocorreram antes da estreia de A Fazenda, quando o apresentador estava com futuro incerto na emissora de Edir Macedo.

Executivos da Globo concluíram, no entanto, que não era a hora de Mion voltar (ele atuou na casa no seriado Sandy & Junior, exibido entre 1999 e 2002). Não havia um projeto específico para ele.

Na Record, por enquanto, Mion continua titular apenas de A Fazenda.

https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/celebridades/apos-sete-dias-desempregado-marcos-mion-renova-contrato-com-record-24214?platform=hootsuite

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

http://www.agora.uol.com.br/zapping/

:emorecord:

Na presença do novo vice-presidente de Jornalismo da Record, Antonio Guerreiro, Luiz Bacci renovou seu contrato com a emissora de Edir Macedo na tarde de ontem. O prazo do novo acordo segue o mesmo modelo da renovação feita com Sabrina Sato e Marcos Mion: três anos. Bacci passou pela prova de fogo de ocupar o lugar de Marcelo Rezende, jornalista que morreu em setembro de 2017. E vem registrando excelentes índices à frente do "Cidade Alerta". "O trabalho na Record TV é um marco na minha carreira. A emissora me trouxe oportunidades que contribuíram para meu amadurecimento profissional", disse o apresentador em comunicado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/ooops/2019/02/15/record-rompe-acordo-e-tira-jornalistas-do-sbt-silvio-santos-vai-retaliar.htm

Há quase 20 anos Record e SBT tinham um acordo de cavalheiros que foi selado verbalmente entre Silvio Santos e Edir Macedo.  O acordo era o seguinte : SBT e Record concordavam em nunca tirar profissionais televisivos com contratados ou com contrato em validade da concorrente.

 

O acordo foi feito mais de 20 anos atrás. Tudo começou quando Silvio Santos tirou Ratinho da Record (e pagou uma multa milionária por isso mais tarde). Edir Macedo revidou e à época tentou tirar todo o elenco de "A Praça É Nossa do SBT". Não conseguiu, mas isso aproximou os dois donos de TV e eles decidiram fazer um acordo de cavalheiros. Esse acordo desde então já foi quebrado três vezes, e todas pela Record. 

 

A primeira, quando tirou Gugu Liberato do SBT, em 2008; a segunda quando, na semana passada, a Record assediou e tirou do SBT Thiago Nolasco, o repórter responsável por seguir os passos do presidente Jair Bolsonaro.

 

Ontem, a Record, por ordem de seu vice-presidente de Jornalismo, Antonio Guerreiro voltou à carga e contratou mais um repórter do SBT, Marcelo Carrião.

Pior : a emissora da Barra Funda está ligando para outros repórteres e editores, chamando-os para conversar e até com ofertas prontas para alguns.  Um dos primeiros efeitos que esse tipo de assédio concorrente causa é inflacionar a folha de pagamentos do SBT. Porque a emissora muitas vezes acaba "cobrindo" a oferta que o profissional recebeu da concorrente.

Foi justamente o respeito a esse acordo mútuo que fez com que Silvio Santos não tivesse contratado Luiz Bacci no mês passado, que estava com o contrato vencendo. A atitude da Record, porém, enfureceu toda a cúpula do SBT e Silvio já foi informado em suas férias, em Orlando, de tudo que está acontecendo.

A ordem de Silvio veio dos Estados Unidos : é para retaliar, fim do acordo.  Os emissários do SBT ganharam com passe livre para assediar jornalistas e estrelas da Record a partir de agora.  A pedido da fonte do SBT ouvida sob sigilo, a coluna vai omitir os nomes dos profissionais da Record que serão alvo de propostas da emissora. A guerra da TV aberta recomeçou, e com força total.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson
Record apresenta substituto de Paulo Henrique Amorim no Domingo Espetacular

record-eduardo-ribeiro-jornal-da-record-

Sob nova direção, o Domingo Espetacular vai ganhar mais um nome em seu já congestionado elenco de apresentadores. O repórter especial Eduardo Ribeiro passará a ser âncora do dominical, que já tem Paulo Henrique Amorim, Janine Borba, Thalita Oliveira e Patrícia Costa. Amorim continua na revista eletrônica, mas Ribeiro deverá substituí-lo definitivamente em até dois anos e meio.

A ida de Ribeiro para o Domingo Espetacular já está sacramentada. Nos próximos dias, Antonio Guerreiro, novo vice-presidente de Jornalismo, deve definir quando será a estreia de Ribeiro como apresentador fixo da atração, que dura quase quatro horas.

Criado em 2004 para ser uma versão da Record para o Fantástico da Globo, o Domingo Espetacular sempre teve três apresentadores. Desde 2017, com a chegada de Patrícia Costa, passou a ter quatro. Agora serão cinco.

Nos bastidores da Record, a promoção de Eduardo Ribeiro é vista como uma movimentação para um um futuro afastamento de Paulo Henrique Amorim. Quando vencer seu contrato, em 2021, o jornalista já estará perto dos 80 anos --acabou de completar 77.

Se uma das partes optar por não renovar o contrato, o que é muito provável, o Domingo Espetacular não sofrerá muito impacto, uma vez que já terá nova "cara", a de Edu Ribeiro, sempre apontado como futuro apresentador do Jornal da Record, onde dá plantão na bancada com frequência.

Amorim ameaçado

O emprego de Paulo Henrique Amorim já esteve ameaçado outras vezes, mas resistiu. Suas opiniões políticas são o principal problema, geram pressões sobre os executivos da emissora. Mas Amorim as expõe em território independente na internet, não na Record. Além disso, ele goza de prestígio com a direção da Record e com o público. Segundo as pesquisas, ele dá credibilidade ao DE.

A Record, porém, passa por um momento de transformação no Jornalismo. Antonio Guerreiro assumiu em janeiro no lugar de Douglas Tavolaro, que vai fundar a CNN no Brasil, e promete dar uma "chacoalhada" no departamento.

Na semana passada, fechou a contratação de André Azeredo, o repórter mais popular da Globo em São Paulo, para apresentar o SP no Ar. A emissora também anda sondando medalhões da Globo e de outras emissoras. Um dos nomes cogitados recentemente foi o de Ana Paula Padrão.

A casa também cogita lançar um telejornal no horário ocupado nos últimos anos pelo Programa do Porchat, e já disparou o radar sobre nomes famosos da Globo.

Nesse cenário de transformação interna e diante da conjuntura política nacional, pode ser que agora Paulo Henrique Amorim esteja mais ameaçado do que nunca.

https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/televisao/record-apresenta-substituto-de-paulo-henrique-amorim-no-domingo-espetacular-25298

 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/

:emorecord:

Já existe o projeto de um novo cenário para o "Cidade Alerta" na Record.

Um trabalho que o diretor Rogério Gallo vem se empenhando diretamente.

E tudo caminha para que este investimento possa ser apresentado ao público ainda neste semestre.

 

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson

Certa a Record, é a maior audiência da casa mesmo junto com o Balanço Geral.

  • Thanks 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

FLÁVIO RICCO - UOL

:emorecord:

Foram concluídas as reformas na locação na qual a Record realiza os programas "A Fazenda" e "Power Couple". No caso, o espaço agora será ocupado pelos "casais poderosos", ainda em tempo de seleção. Está tudo pronto para receber este elenco e o apresentador Gugu Liberato.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson
"Programa da Sabrina" chega ao fim na Record

A Record bateu o martelo e definiu: o Programa da Sabrina chegará ao fim neste sábado (30) na Record. Em seu lugar, a partir da semana seguinte (6), serão exibidas reprises do Troca de Esposas, que Ticiane Pinheiro comanda nas noites de quinta na emissora. Em abril, a atração de Sabrina Sato completaria cinco anos no ar.

Durante esse período, a ex-BBB chegou a conseguir um bom retorno comercial, mas patinava na audiência. A apresentadora, contudo, não ficará fora do ar durante muito tempo. A Record deverá entregar a ela um programa de namoro, e nos bastidores o comentário é que ela se tornará um "Marcos Mion de saias", à frente de game shows e formatos de realities.

Sabrina gravou em estúdio até 26 de outubro do ano passado, já na reta final de sua gravidez --sua primogênita, Zoe Sato Nagle, nasceu no fim de novembro. Ela, porém, saiu de licença-maternidade com material suficiente para ser veiculado até agora.

Apesar da audiência em baixa, quase sempre em terceiro lugar no Ibope (no ano passado, só foi vice no dia em que anunciou a gravidez), Sabrina segue prestigiada na Record, porque tem boa aceitação no mercado publicitário. Por isso, é muito provável que ela retorne ao ar com um programa permanente, não em temporadas.

A apresentadora renovou seu contrato com a Record em janeiro, e o novo acordo a manterá no casting da emissora até o início de 2022.

Na renovação, Sabrina já havia sido informada de que seu programa passaria por mudanças e que muito provavelmente ela comandaria formatos comprados de produtoras estrangeiras. Ela não se opôs à proposta, mas fez questão de incluir na negociação a permanência de todos os membros de sua equipe de produção.

Todos estavam com seus empregos ameaçados, já que a Record tem adotado o esquema de terceirização de suas produções, mas foram salvos pela apresentadora. Os reality shows e as novelas que estão atualmente no ar são inteiramente feitas por empresas parceiras, e os funcionários que nelas atuam não possuem vínculo empregatício com a emissora.

Com a imposição de Sabrina, a Record então decidiu transferir para a equipe de produção a missão de desenvolver uma nova atração. Há três semanas, a apresentadora voltou a frequentar as dependências da Barra Funda para discutir com seu time as novidades que apresentará a partir deste ano.

https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/televisao/reprises-do-troca-de-esposas-vao-substituir-sabrina-sato-na-record-25640?utm_source=facebook.com&utm_medium=social&utm_campaign=fb-ntv

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

UOL

:emorecord:

O VP Antonio Guerreiro tem contado com o apoio e colaboração de toda a redação da Record, no sentido de dar mais um passo importante na reformulação do jornalismo.

Depois de baixar ordem para que não se faça mais "jornalismo gravado" - exceção aos programas semanais de reportagem, desta vez ele comunicou que não quer mais matérias reprisadas nos telejornais da casa.

Em busca deste objetivo, pediu a colaboração de todos, numa ordem que se estende a Record News, canal que também será alvo de investimentos.

Este novo sistema de trabalho irá implicar na produção de mais de 12 horas de conteúdo inédito por dia, somando os dois veículos - o digital não entra nessa conta.

Além de representar um desafio, para que tudo isso ocorra, haverá a necessidade da contratação de novos profissionais, porque o grupo atual, apesar de grande, não será suficiente. O fato é que há uma enorme disposição em mudar a cara do jornalismo da Record.

As instalações do jornalismo da Record em São Paulo acabam de passar por uma completa reforma. A proposta é reunir num só lugar todos os produtos do departamento e por aí se incluem, além das chefias e equipes dos telejornais, os programas "Câmera Record", "Repórter Record Investigação" e "Domingo Espetacular". A mudança deverá acontecer ainda neste fim de semana.

 
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Isso

No lugar do programa da Sabrina vai ser exibido Troca de Esposas, com os primeiros episódios exibidos quando o programa começou a passar ás quintas feiras. 

Vai ser reality contra reality, já que o SBT parece que exibe reality no mesmo horário, só que no caso da Record é reprise e ainda por cima recente. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson
Faturamento da Record cai pelo quarto ano seguido e emissora volta a dar prejuízo

Depois de três anos consecutivos registrando lucros graças a uma austera política de corte de gastos e demissões, a Record voltou a ter prejuízo. Segundo balanço contábil publicado na quarta-feira (3), a emissora de Edir Macedo fechou 2018 com um rombo de R$ 22,9 milhões. Foi o quarto ano seguido de quedas nas receitas publicitárias.

Desde 2015, quando a crise econômica passou a castigar as redes de TV, a Record encolheu 11% em termos nominais, sem considerar a inflação do período.

Naquele ano, faturou R$ 1,994 bilhão com anúncios e venda de horários para a Igreja Universal. Em 2018, arrecadou R$ 1,773 bilhão. Quase um quarto de bilhão a menos.

O fato de a Record ter registrado prejuízo em 2018 indica que a emissora parou de demitir e não conseguiu enxugar mais os gastos com produção, haja vista que nos anos anteriores também houve queda nas receitas comerciais, mas o resultado final foi positivo.

De fato, os custos das operações e das produções (novelas, programas de variedades, reality shows) subiram no ano passado. Consumiram R$ 1,258 bilhão, R$ 42 milhões a mais do que em 2017.

As despesas com vendas caíram e as administrativas subiram quase na mesma proporção. O resultado operacional foi negativo em R$ 2 milhões. Após a contabilização dos resultados financeiros e das provisões tributárias, o prejuízo foi de quase R$ 23 milhões.

Tradicionalmente, a Record é uma empresa que sempre deu prejuízo e dependeu do aporte (estimado em mais de R$ 600 milhões anuais) da Igreja Universal, liderada por seu dono, o bispo Macedo. Em 2013, quando o bispo Honorilton Gonçalvesperdeu o comando e a emissora passou a ser administrada com mão forte por Marcus Vinicius da Silva Vieira, isso começou a mudar.

Em 2015, a Record publicou balanço no Diário Oficial do Estado de São Paulo pela primeira vez, apresentando um superávit de R$ 59,5 milhões. No ano seguinte, registrou o maior lucro de sua história, de R$ 227,5 milhões. Foi o resultado da demissão de aproximadamente 2.000 funcionários e da terceirização da produção de novelas. Em 2017, ela lucrou R$ 75,4 milhões, outro resultado notável.

Com o desempenho de 2018, a Record viu suas reservas de lucros e disponibilidade de caixa cair. Fechou o ano com R$ 150 milhões em caixa, R$ 66 milhões a menos do que tinha em 2017.

No balanço consolidado, que considera a participação da TV Record em outras empresas, emissoras próprias e as receitas com internet, a rede fechou 2018 com uma receita de R$ 2,039 bilhões, um aumento de R$ 73 milhões sobre 2017. Mesmo assim, teve prejuízo (R$ 17,6 milhões).

Globo em queda

Todas as redes vêm registrando quedas nas receitas publicitárias desde 2015. A Globo, a única que já tinha publicado balanço de 2018, voltou a crescer no ano passado. Faturou R$ 10,060 bilhões, ou seja, é cinco vezes maior do que a Record. O aumento, no entanto, foi de apenas 2,8%, inferior ao reajuste na tabela. A emissora só não teve prejuízo graças aos investimentos financeiros.

NOTICIAS DA TV 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson
Silvio Santos e Larissa Manoela batem os maiores faturamentos do jornalismo da Record

Os principais e mais rentáveis programas jornalísticos da Record encerraram o primeiro trimestre do ano na terceira colocação no ranking geral das audiências na Grande São Paulo, principal praça de medição da Kantar Ibope e referência para o mercado publicitário.

Os números consolidados refletem a dura missão que Antonio Guerreiro terá pela frente após assumir, no dia 14 de janeiro, a vice-presidência de jornalismo da emissora.

No total, oito programas do principal segmento da Record estão atrás do SBT nos primeiros três meses do ano. Porém, os índices dos mais rentáveis, "Jornal da Record" e "Domingo Espetacular", é a principal preocupação do canal.

Entre 1º de janeiro e 31 de março de 2019, o “Jornal da Record”, atualmente apresentado por Celso Freitas e Adriana Araújo, foi ao ar 64 vezes e perdeu para a TV da Anhanguera em 60 oportunidades, empatando duas.

Ou seja, ao longo deste ano, o principal telejornal do horário nobre da Record perdeu 94% dos confrontos com as novelas infantis do SBT, além de "A Garota da Moto" e parte do "Programa do Ratinho", consolidando-se em terceiro lugar na preferência do telespectador paulista.

Em janeiro, o "JR" marcou 8,3 pontos de média na Grande São Paulo, contra 10,8 do SBT. No mês seguinte, nova derrota. O principal telejornal da Record ficou com 8,7 pontos de média e o concorrente, em segundo, acumulou 11,4.

Em março, o "Jornal da Record" cravou 9,2 pontos de média, contra 10,2 da emissora de Osasco, que atualmente exibe na mesma faixa horária a novela “Cúmplices de um Resgate", protagonizada por Larissa Manuela, e a segunda temporada da série “A Garota do Moto”, que estreou no dia 06 do último mês.

Na média geral do primeiro trimestre de 2019, o "Jornal da Record" fechou com 8,7 pontos de média. Índice 24% inferior ao registrado pelo SBT no mesmo período, quando cravou 10,8. 

Segundo a tabela comercial da Record, disponível no site do canal, o preço de um anúncio de 30 segundos no "Jornal da Record" na Grande São Paulo custa R$ 596,200,00.

Outro jornalístico com forte representatividade comercial é o “Domingo Espetacular”, revista eletrônica semanal da Record lançada em 2004 para ser um concorrente do "Fantástico," mas sofre com a forte concorrência de Silvio Santos.

Dos 13 confrontos realizados aos domingos em 2019, também na Grande São Paulo, o jornalístico comandado por Paulo Henrique Amorim, Janine Borba, Patrícia Costa e Thalita Oliveira perdeu 11 vezes para o SBT, ou 85% das oportunidades.

Assim como o Jornal da Record, o “Domingo Espetacular” também amargou o terceiro lugar no ranking geral das audiências na Grande São Paulo nos três primeiros meses de 2019. 

No primeiro mês do ano, o dominical ficou com 9,7 pontos de média, contra 10,8 do SBT. Em fevereiro, marcou 10,4 pontos de média e o concorrente ficou em segundo lugar, com 10,8.

Em março, a revista eletrônica alcançou 10,7 pontos de média contra 11,6 do “Programa Silvio Santos”.

Assim, na média geral do primeiro trimestre de 2019, o "Domingo Espetacular" está com 10,3 pontos de média ante 11,1 do SBT.

Considerando a tabela comercial da Record, um anúncio de 30 segundos no “Domingo Espetacular” custa R$ 590,800,00. Vale lembrar que a emissora costuma oferecer grandes descontos no fechamento de pacotes com as empresas.

Mais derrotas no jornalismo

"Balanço Geral Manhã", "Câmera Record", "Domingo Show", "Esporte Fantástico", "Repórter Record Investigação" e "São Paulo No Ar" – que contratou o jornalista ex-Globo André Azeredo a peso de ouro -, todos sob a custódia de Antonio Guerreiro -, também perderam na média geral nos três primeiros meses do ano e ocupam o terceiro lugar na capital paulista, segundo dados da Kantar Ibope.

Apenas o matinal "Fala Brasil" e o pouco rentável "Cidade Alerta", cujo anúncio de 30 segundos é 77% mais barato que o "Jornal da Record", conseguem superar a programação do SBT.

https://natelinha.uol.com.br/televisao/2019/04/05/silvio-santos-e-larissa-manoela-batem-os-maiores-faturamentos-do-jornalismo-da-record-126977.php

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

Possível elenco do Power Couple Brasil 2019 :

:emorecord:

 

NICOLE BAHLS E MARCELO BIMBI

ALINE PRADO E BRUNO

KAMILLA E ELIÉSER

ANDRÉ COELHO E ANA CLARA MAIA

MAURÍCIO MANIERI E IZABELLE

JÚ VALCÉZIA E RICARDO

MARIANA FELÍCIO E DANIEL SAULLO

MARCELO TCHAKABUM E ELAINE

ÂNGELA BISMARCHI E WAGNER

NALDO E MORANGUINHO

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson
Posted (edited)
3 minutos atrás, E.R disse:

Possível elenco do Power Couple Brasil 2019 :

:emorecord:

 

 

NALDO E MORANGUINHO

Boatos que quando começarem a perder ele vai agredir ela e o programa vai terminar na delegacia pra imitar algumas edições do BBB, principalmente a 17.

Incrível como a tv segue dando biscoito pra quem não merece.

Edited by Cleberson

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...