Jump to content
Sign in to follow this  
Raphael

Band

Recommended Posts

E.R

https://rd1.com.br/exclusivo-diretor-da-band-revela-novidades-para-a-programacao-esportiva-em-2020/
 

:Band:

A Band vem passando por uma série de reformulações em sua estrutura e investindo em programação.

O RD1 conversou com exclusividade com o diretor de Operações e Esporte da emissora, José Emílio Ambrósio, que esclareceu algumas dúvidas em relação aos campeonatos que o canal poderá, ou não, adquirir nos próximos meses.

“A Band voltou a ser o canal de esportes. Se você olhar a grade de programação da Band, tem produtos de primeira linha. Nós temos investido muito na base e no feminino. Agora, entrada da NBA e NBB. Então, você tem um cardápio muito variado“.

Sobre os campeonatos europeus – inglês, francês e alemão - Ambrósio revelou que não há mais um “leilão” pelos direitos, como aconteceu antigamente. “Evidente que os produtos europeus são bem-vindos, só que negociação de direitos são outra coisa. Você não pode mais entrar naquela coisa inflacionada que era antigamente. Somos abertos a parcerias. Pagar pelos direitos onde você não consegue viabilizar, não tem condição”, destacou o executivo.

José Emílio ainda elucidou os planos sobre os campeonatos brasileiros para a nova grade de programação da Band. “Tudo é possível. Hoje você tem outra ótima na negociação de direitos. Temos uma parceria muito grande com a CBF [Confederação Brasileira de Futebol], com todo esse menu de base, feminino, etc, e estamos conversando com o resto. Mas vamos ver se conseguimos viabilizar. Hoje, a equação é muito simples : custo, ou seja, o que dá para pagar a conta, e o que você lucra. Não tem mágica. Não se investe mais aquela coisa absurda para ver retorno. Não existe nem isso mais no anunciante que não põe aquele dinheiro que colocava [como patrocinador]“, completou.

O diretor também analisou a lucratividade do futebol na grade do canal. “Eu acho que, ainda, é um produto que tem uma viabilidade muito mais rápida. O Brasil é o país do futebol, então, a gente vê o potencial disso, mas não é o mesmo custo e nem o mesmo preço de venda que era antigamente“, explicou.

Sobre as Olimpíadas de 2020, que serão realizadas em Tóquio, no Japão, José Emílio destacou os planos da Band nas transmissões dos jogos. “O COI (Comitê Olímpico do Brasil) fez, dessa vez, uma coisa diferente : ninguém tem exclusividade para a televisão aberta. Quem quiser, vai ter que comprar separadamente. A gente até conversou, mas você não consegue rentabilizar. Os horários são ruins. É madrugada e de manhã cedo. O patrocinador não paga a cota e os direitos, então, a gente resolveu esperar“.

Sobre o canal BandSports, José Emílio ressaltou que o veículo é coordenado por uma área específica do Grupo Bandeirantes, mas disse que estão se organizando para as olimpíadas. “O nosso grande evento do ano que vem são as Olimpíadas e eles estão se preparando muito bem pra isso“, finalizou.

 

Share this post


Link to post
E.R

https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/2019/11/21/gravacao-de-especial-na-band-rende-ciumeira-e-saia-justa-nos-bastidores.htm

:Band:

Ontem, por aqui, falou-se da gravação de um especial do programa "Aqui na Band" realizada no mesmo dia.

Silvia Poppovic e Luiz Ernesto Lacombe recebendo representantes de diversos setores da casa para uma confraternização de fim de ano, que vai ao ar em 24 de dezembro.

O problema é que em situações do tipo sempre existe um mal-estar com os que ficam de fora.

Apenas alguns, os mais próximos, são convidados, ignorando outros, tão importantes quanto. Para o ambiente, não há nada pior.

A Globo, com a sua mensagem de fim de ano, resolve melhor. Convoca todo mundo e pronto.

Iniciativas isoladas, restrita só a alguns poucos, sempre terminam em confusão.

 

Share this post


Link to post
E.R

https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/2019/12/07/band-estuda-promover-lancamento-de-telejornal-as-3h-da-manha.htm

:Band:

A Band vai do jeito que está, até finalzinho de ano, começo de outro, mas com planos de mudanças na sua programação definidos desde agora.

Muita coisa vai mudar, começando pela faixa da manhã.

Além disso, se tudo correr como se espera e os setores envolvidos corresponderem à altura, são grandes as possibilidades de lançamento de um novo jornal na faixa das 3h da manhã.

E isto na paralela da reformulação do "Jornal da Noite".

Assim, a Band segue os passos de outras grandes redes de televisão que investem em informação na programação da madrugada.

Já temos aí como exemplos o "Hora 1" do Roberto Kovalick, na Globo, e o "Balanço", agora com Celso Zucatelli, na Record.

Enquanto essas três emissoras se esforçam para conquistar um público maior, investindo em telejornais, o mesmo movimento não se constata em outras, já acomodadas com a vidinha de sempre.

 

 

Share this post


Link to post
E.R

https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/

:Band:

Band e Roberto Justus estão ainda afinando detalhes, mas trabalhando com a certeza de um próximo "O Aprendiz" neste primeiro semestre de 2020.

Previsão de estreia em maio.

Share this post


Link to post
E.R

:Band:

EP9ZYmiX0AQ4OLk?format=jpg&name=small

 

Nova logo do "Jornal da Band".

Share this post


Link to post
Homessa

Band poderá exibir os clássicos Jaspion e Changeman na programação de 2020.

band-podera-exibir-as-classicas-series-j

Sucessos nas décadas de 80 e 90, os seriados Jaspion, Changeman e Flashman poderão ser exibidos em breve na programação da Band.

De acordo com o site Observatório da TV, a emissora estaria em negociações avançadas para adquirir os direitos das famosas séries japonesas que foram transmitidas no passado pela extinta TV Manchete.

A estratégia do canal paulista seria criar uma faixa clássica de atrações no final de noite, por volta das 1h, para atrair um público adulto e bem nostálgico.

A última aquisição da Band que inclusive já está sendo anunciada no pacote deste ano é a série americana Orange Is The New Black, que estreia no próximo mês de março no horário nobre.

https://caras.uol.com.br/tv/band-podera-exibir-os-classicos-jaspion-e-changeman-na-programacao-de-2020.phtml?fbclid=IwAR2NE-600SjLfocjhN3QFUoCAu8-Wmi9at0bjAwXRuYLKJoqq9U3Z2VuzfE

Share this post


Link to post
RAMONCHITO
5 horas atrás, Homessa disse:

Band poderá exibir os clássicos Jaspion e Changeman na programação de 2020.

band-podera-exibir-as-classicas-series-j

Sucessos nas décadas de 80 e 90, os seriados Jaspion, Changeman e Flashman poderão ser exibidos em breve na programação da Band.

De acordo com o site Observatório da TV, a emissora estaria em negociações avançadas para adquirir os direitos das famosas séries japonesas que foram transmitidas no passado pela extinta TV Manchete.

A estratégia do canal paulista seria criar uma faixa clássica de atrações no final de noite, por volta das 1h, para atrair um público adulto e bem nostálgico.

A última aquisição da Band que inclusive já está sendo anunciada no pacote deste ano é a série americana Orange Is The New Black, que estreia no próximo mês de março no horário nobre.

https://caras.uol.com.br/tv/band-podera-exibir-os-classicos-jaspion-e-changeman-na-programacao-de-2020.phtml?fbclid=IwAR2NE-600SjLfocjhN3QFUoCAu8-Wmi9at0bjAwXRuYLKJoqq9U3Z2VuzfE

 

Tanto tokusatsu sendo produzido no Japão, com novas histórias e qualidade de imagem em HD, e a bund me vem exibir um material que, embora ótimo,  a própria detentora dos direitos de exibição no Brasil disponibiliza de graça no seu canal oficial do Youtube. Isso sem contar as exibições piratas de emissoras pequenas espalhadas pelo Brasil (só no ceará tem umas quatro emissoras).

Até entendo que empresas ocidentais não possam adquirir super-sentais, devido a Saban e os Power-rangers. Caramba, tem muito material sendo produzido por lá todos os anos, mas parece que tudo parou depois que a manchete failu... 

Share this post


Link to post
gustavo lins
Posted (edited)
3 minutos atrás, RAMONCHITO disse:

 

Tanto tokusatsu sendo produzido no Japão, com novas histórias e qualidade de imagem em HD, e a bund me vem exibir um material que, embora ótimo,  a própria detentora dos direitos de exibição no Brasil disponibiliza de graça no seu canal oficial do Youtube. Isso sem contar as exibições piratas de emissoras pequenas espalhadas pelo Brasil (só no ceará tem umas quatro emissoras).

Até entendo que empresas ocidentais não possam adquirir super-sentais, devido a Saban e os Power-rangers. Caramba, tem muito material sendo produzido por lá todos os anos, mas parece que tudo parou depois que a manchete failu... 

Quem gosta desse tipo de material em sua maioria gosta dos mais antigos e não os mais novos, se essas séries não funcionarem novas é que não vão, além do que ser antigo não quer dizer que a imagem seja ruim.

Edited by gustavo lins

Share this post


Link to post
RAMONCHITO
Agora, gustavo lins disse:

Quem gosta desse tipo de material em sua maioria gosta dos mais antigos e não os mais novos, se essas séries não funcionarem novas é que não vão.

O problema é que, desde que a manchete faliu, não chegou praticamente nada desse tipo por essas bandas. Tudo o que restou foi a memória da turma que via na finada manchete, e material pela internet. Assim fica complicado emplacar algo novo...

As vezes, apostar no novo pode ser uma boa. Se algumas emissoras nunca tivessem saído de sua zona de conforto, coisas como Jaspion ou Chaves nunca teriam chegado aqui...

Share this post


Link to post
gustavo lins
1 minuto atrás, RAMONCHITO disse:

O problema é que, desde que a manchete faliu, não chegou praticamente nada desse tipo por essas bandas. Tudo o que restou foi a memória da turma que via na finada manchete, e material pela internet. Assim fica complicado emplacar algo novo...

As vezes, apostar no novo pode ser uma boa. Se algumas emissoras nunca tivessem saído de sua zona de conforto, coisas como Jaspion ou Chaves nunca teriam chegado aqui...

Nós sabemos muito bem que ninguém apostou em chaves.

Share this post


Link to post
RAMONCHITO
2 minutos atrás, gustavo lins disse:

Nós sabemos muito bem que ninguém apostou em chaves.

Silvio podia ter muito bem não ter gasto tempo e dinheiro dublando a série dos "mexicanos retardados" (como julgavam na época) e descartado as fitas extras que a televisa deu de brinde com as novelas. Gastou uma mixaria, mas foi sim uma aposta pra uma emissora que mal tava nascendo, e não podia se dar ao luxo de perder grana...

Share this post


Link to post
gustavo lins
Posted (edited)
1 hora atrás, RAMONCHITO disse:

Silvio podia ter muito bem não ter gasto tempo e dinheiro dublando a série dos "mexicanos retardados" (como julgavam na época) e descartado as fitas extras que a televisa deu de brinde com as novelas. Gastou uma mixaria, mas foi sim uma aposta pra uma emissora que mal tava nascendo, e não podia se dar ao luxo de perder grana...

Cara ele mandou dublar por que os estúdios da TVS estavam sem trabalho e o Silvio não queria que os profissionais ficassem encostados, se não fosse o Salathiel Laga (diretor do núcleo de dublagem do SBT) a série jamais iria ao ar, não sei se é verdade mas já li em algum lugar que a série tinha sido oferecido até pra Globo na época.

Edited by gustavo lins

Share this post


Link to post
E.R

:Band:

Bora Brasil

Share this post


Link to post
E.R

CRISTINA PADIGLIONE

:Band:

15842404695e6d9755bcc24_1584240469_3x2_m

Apresentador do Primeiro Jornal, que estreia nesta segunda-feira (16) às 3h45, João Paulo Vergueiro passou os últimos dias treinando uma virada no seu fuso horário. “Quero chegar à Band até 1h30 para poder me atualizar”, disse ele à coluna.

Meteorologista que virou apresentadora, Lara Ferreira dará informações ao vivo sobre o tempo. Na sequência, das 6h às 8h, Laura ocupa a bancada ao lado de Joel Datena no Bora São Paulo. A Band passa a ter o primeiro noticiário de TV do dia, já que Globo e SBT só iniciam seus primeiros telejornais às 4h.“É cada vez maior o número de pessoas que acordam mais cedo para trabalhar”, explica o diretor executivo de jornalismo da Band, Rodolfo Schneider.

15646246935d424735260cb_1564624693_3x2_m

 

 

Share this post


Link to post
Cleberson
MasterChef Brasil corre o risco de ser atrasado por conta do Coronavírus

Não é só na Record que o futuro de alguns reality shows está em aberto. A Band aguarda os próximos dias para ver como a situação do coronavírus se desenrola no Brasil para definir o que fazer em relação próxima temporada do "MasterChef". Neste primeiro semestre o programa comandado por Ana Paula Padrão será realizado com amadores, como de costume.

Previstas para começar na primeira semana de abril, as gravações correm o risco de ser adiadas, uma vez que vários participantes ficarão reunidos no mesmo estúdio. A emissora estuda o quanto pode atrasar o início dos trabalhos sem prejudicar a agenda de sua grade de programação.

A estreia do programa que tem como jurados Paola Carosella, Henrique Fogaça e Erick Jacquin está marcada para 26 de maio, quando, segundo infectologistas, já terá passado o pico da pandemia no Brasil. O "MasterChef" tem sido responsável por boa parte da fatia publicitária e de audiência da emissora.

O programa sucederá o "Pesadelo na Cozinha", atualmente em gravações, com lançamento dos novos episódios previsto para 7 de abril.

Por enquanto, a Band mantém as datas. A decisão sairá em breve.

https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/fefito/2020/03/17/masterchef-corre-o-risco-de-ser-adiado-por-causa-do-coronavirus.htm

 

  • Like 2

Share this post


Link to post

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...