Jump to content
Cleberson

Entrevista Completa de Chespirito e Elenco ao Viva a Noite em 1989

Recommended Posts

A Turma do Chaveco

Édgar Vivar não foi dublado pelo Mário Vilela.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Raphael

Florinda: "Trabalho com ele faz 16 anos".

1989 - 16 = 1973. ^_^

"E faz 11 anos que vivemos juntos".

1989 - 11 = 1978 (Carlos Villagrán vai embora bem aqui :rolleyes:)

E a mania chata dela de ficar interrompendo quando alguém está sendo entrevistado, ainda bem que na hora do Chespirito a tiraram de perto, só faltava sair correndo lá do lado dele e puxar o microfone pra ela responder as perguntas.

---------------

Rubén: "Faz 20 anos que trabalho com Chespirito".

1989 - 20 = 1969 ^_^

Rubén simpatia de pessoa, como estava bem na época, muito triste se lembrar como estava na última entrevista que deu ao Brasil. :(

---------------

Em 1989 sem a existência dos lotes seguintes, só cenas de episódios dos lotes de 1984 e 1988, meus preferidos.

E em menos de 1 ano da partida de Ramón, uma enorme pena ele não estar nessa entrevista, seria muito bom vê-lo falando com o Brasil. :(

Share this post


Link to post
Share on other sites
Professor Inventivo
2 horas atrás, Cleberson disse:

Gastaldi oscilou um pouco na entrevista, em certos momentos lembrava o tom de voz que ele deu ao Beterraba, e em outro momento lembrava o tom de voz que ele deu ao Chapolin.
 

Ele estava dublando o chespirito pessoa, não o personagem. Algo diferente pra ele até então. 

Então é óbvio que a voz ficaria num meio termo entre a dos personagens. 

Chespirito falando tudo numa simplicidade danada, dizendo que dinheiro não era importante, porém as brigas com os atores não demonstraram isso. 

No mais, muito interessante essa entrevista. Eu nunca tinha visto na íntegra, o SBT até então só havia mostrado trechos dela em reprises e homenagens. 

Aliás, seria mais interessante postaram isso lá no canal #tbt. Pra gente ter em qualidade melhor, mas duvido que façam isso e se fizerem vão cortar os trechos que o Gugu fala no palco. 

Agora uma coisa fugindo do assunto e que eu acho esquisito (e que pouca gente lembra) é o fato do cenário do Viva a noite ser reaproveitado no sabadão sertanejo lá por volta de 1994, (como em 1990 eu era pequeno e não vi o Viva a noite, achei que o cenário com os arcos de néon eram novidades nessa época).

Sendo que o Sabadão sertanejo teve um cenário próprio com tema rural de 1991 a 1993.

(nada a ver com o assunto principal, mas sabe como é fã do SBT, né). 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quico Irônico
22 minutos atrás, Professor Inventivo disse:

Agora uma coisa fugindo do assunto e que eu acho esquisito (e que pouca gente lembra) é o fato do cenário do Viva a noite ser reaproveitado no sabadão sertanejo lá por volta de 1994, (como em 1990 eu era pequeno e não vi o Viva a noite, achei que o cenário com os arcos de néon eram novidades nessa época).

Sendo que o Sabadão sertanejo teve um cenário próprio com tema rural de 1991 a 1993.

Reaproveitaram o cenário do Viva a Noite depois que acabou em 1992, detalhe que a partir de 1993 o programa passou a adotar outros gêneros musicais além do sertanejo também.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Homessa

16:57 :rindo:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Cleberson
23 minutos atrás, Quico Irônico disse:

Reaproveitaram o cenário do Viva a Noite depois que acabou em 1992, detalhe que a partir de 1993 o programa passou a adotar outros gêneros musicais além do sertanejo também.

E mesmo assim seguiu chamando Sabadão Sertanejo por anos né, só mudou pra Sabadão perto de sair do ar se não me engano.

Aí depois na fase das grades Malucas virou Disco de ouro e ia a ar antes do Domingo Legal.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Quico Irônico
3 minutos atrás, Cleberson disse:

E mesmo assim seguiu chamando Sabadão Sertanejo por anos né, só mudou pra Sabadão perto de sair do ar se não me engano.

Aí depois na fase das grades Malucas virou Disco de ouro e ia a ar antes do Domingo Legal.

Mudaram só pra Sabadão em 1997 e saiu do ar por volta de novembro de 2002.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Professor Inventivo
10 minutos atrás, Cleberson disse:

E mesmo assim seguiu chamando Sabadão Sertanejo por anos né, só mudou pra Sabadão perto de sair do ar se não me engano.

Aí depois na fase das grades Malucas virou Disco de ouro e ia a ar antes do Domingo Legal.

No fim de 1994 foi ao ar as sextas feiras e recebeu o nome de paradão sertanejo, há poucos relatos disso na Internet. Hoje penso que isso foi uma questão de logística da emissora pra conseguir gravar dezenas de programas em apenas 3 estúdios. 

Tanto que em 1995 o programa voltou ao sábado e alguns programas saíram do ar dando lugar a coisas estrangeiras. 

Sacanagem eu fazendo o tópico mudar de assunto! :muttley:

  • Haha 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoãoB

@Raphael a entrevista foi exibida em 1989, mas ela foi gravada no final de 1988. Então, na verdade, foi assim:

Florinda: "Trabalho com ele faz 16 anos".

1988 - 16 = 1972 (foi mesmo, porque Chaves já existia como esquete em 1972).

 "E faz 11 anos que vivemos juntos".

1988 - 11 = 1977 

 

Rubén: "Faz 20 anos que trabalho com Chespirito".

1988 - 20 = 1968

 

Essa entrevista é muito boa. Vendo dá pra notar a simplicidade do Chespirito. Ao mesmo tempo, dá uma certa tristeza porque ele e os outros atores até poderiam ter vindo ao Brasil nessa época ou mesmo depois, nos anos 90, mas não vieram. Me senti meio triste quando o Gugu falou: "vão convidar toda a turma do Chaves pra vir ao Brasil em breve, se Deus quiser" e isso nunca aconteceu. :(  Teria sido bom demais se o Chespirito tivesse vindo ao Brasil.

Por que será que o Mário Vilela não dublou essa entrevista? Quando vi, achei que era o Gilberto Baroli dublando, mas dizem em outros sites que quem dublou o Edgar nessa entrevista foi o Potiguara Lopes.

O Ramón morreu apenas alguns meses antes dessa entrevista. Se o Gugu tivesse feito a entrevista lá pra abril, maio de 1988, talvez ainda conseguisse entrevistar o Ramón. 

E o Gugu comparou o Chespirito ao Renato Aragão. Eu vejo muita gente comparando os dois nas redes sociais, mas pelo visto essa comparação não é de hoje. 

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Doutor Delgadinho
Posted (edited)

Uma coisa que eu queria entender é : se nessa época o SBT já dava atenção pra ch ao ponto de entrevistar o elenco, porquê não fizeram referência à morte do Ramón no mesmo ano e dos outros atores ch que morreram na década seguinte, pelo menos no YouTube não existe nenhum registro de reportagem sobre a morte deles.

Edited by Doutor Delgadinho

Share this post


Link to post
Share on other sites
gabriel.spurs
Posted (edited)
2 horas atrás, Doutor Delgadinho disse:

Uma coisa que eu queria entender é : se nessa época o SBT já dava atenção pra ch ao ponto de entrevistar o elenco, porquê não fizeram referência à morte do Ramón no mesmo ano e dos outros atores ch que morreram na década seguinte, pelo menos no YouTube não existe nenhum registro de reportagem sobre a morte deles.

Pode não ter achado relevante noticiar o falecimento do ator, ou descobrir tarde demais. Hipóteses.. eram os primeiros anos de sucesso, e o SBT quis fazer a entrevista, quem sabe iriam fazer perguntas sobre atores que saíram e a Televisa aconselhou a evitar? ou o Gugu mesmo achou inconveniente?
Mas penso que isso ajuda: ele não era essa lenda que é hoje, nem tinha essa influência toda. Cada década é diferente, e esse amor pelo ator ou pelo personagem Seu Madruga foi construído ao longo de todo o tempo. Nessa época não existia camisetas do Seu Madruga circulando por aí, mas existia diversos produtos do Chaves. Seu Madruga virou cult nos anos 90. É quando ele ultrapassa os outros personagens. As pessoas começaram a se identificar muito com ele. Esse estilo alternativo de ser, de vestir, etc. A maioria que era criança nos anos 80 e tinha Chaves/Quico como preferido, quando cresce prefere o Seu Madruga. Morte de Roberto nos anos 80 certamente seria notícia.
Vejo assim, não sei se alguém concorda.:muttley:

Edited by gabriel.spurs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Doutor Delgadinho

Acho que a morte do Roberto já  seria notícia se tivesse ocorrido no finalzinho da década de 80, quanto aos outros atores,  só se  tivesse ocorrido no começo da década de 2000, pelo menos a partir de 2003, que era muito comum fazerem entrevistas e reportagens relacionadas a série no Falando Francamente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Professor Inventivo

@Doutor Delgadinho essa entrevista foi feita poucos meses depois da morte do Ramón, e antes de morrer ele estava trabalhando em outra emissora junto com o Quico.

Então era óbvio que não iam falar nada do seu madruga. 

Aqui no Brasil a primeira vez que eu ouvi falar quais atores ch já tinham falecido, foi já nos anos 2000 através de uma fofoca do Nelson Rubens que ainda trabalhava na Record. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
gustavo lins
Em 18/05/2019 às 14:11, Professor Inventivo disse:

Chespirito falando tudo numa simplicidade danada, dizendo que dinheiro não era importante, porém as brigas com os atores não demonstraram isso. 

Eu sempre pensei que se depende-se de Chespirito Carlos Vilagran continuaria fazendo o Quico de boa mas Florinda Meza deve ter feito a cabeça dele.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...