Jump to content
Sign in to follow this  
Gabriel Luppe

Tom & Jerry

Recommended Posts

Raphael

Encontradas gravações de "Tom And Jerry Comedy Show" no Sbt em 2002:

Primeiramente, a dublagem perdida da BKS de "Férias Atrapalhadas":
 


Para quem não sabe, em 2007 quando o Sbt trocou 85% das cópias antigas de Tom e Jerry por outras remasterizadas, esse episódio e também outro chamado "O Aniversário de Spyke" começaram a ser exibidos pelo Sbt somente com redublagem da Herbert Richers, desaparecendo definitivamente com a dublagem clássica da BKS deles. Portanto esse vídeo é um grande achado.

E mais dois episódios também foram postados da época de antes da remasterização:
 

 


Detalhe para o cartão de encerramento da MGM da fase Comedy Show que o Sbt incluía nas edições antigas. Esse cartão deixou de ser apresentado após a remasterização de 2007, pois o Sbt simplesmente apresentava as cópias novas distribuídas pela Turner e descartaram seu antigo modelo de edição dos episódios.

Aos 0:08 do vídeo abaixo está o cartão novamente, a propósito numa gravação com qualidade melhor:
 

  • Like 1

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

https://www.omelete.com.br/filmes/novo-tom-jerry-une-o-classico-e-o-modernoso-visitamos-o-set-do-filme

O Omelete visitou o set de filmagens do longa-metragem de Tom & Jerry nos arredores de Londres.

Uma das cenas do filme envolve uma festa de casamento que poderia estar numa superprodução de Bollywood, com um bolo vermelho e rosa de quatro andares, que o chef vivido por Ken Jeong destrói com uma raquete de críquete quando mirava acertar o rato Jerry.

Fora da cena, conversamos com parte da equipe técnica, que colabora com a companhia de efeitos visuais Framestore, para quem este filme que mistura pessoas em live-action com animais desenhados não deixa de ser uma celebração de técnicas antigas e novas de animação.

“O processo começa com animação a mão, depois adicionamos no computador os objetos 3D, e por último fundimos os dois”, explica o supervisor de efeitos visuais Frazer Churchill.

Boa parte da equipe trabalhou em Uma Cilada para Roger Rabbit, há 30 anos, está na equipe de Tom & Jerry.

Tom e Jerry não falam no filme, só emitem sons. “É um desafio [para os roteiristas], mas fica mais cool assim. Seguimos como foi na maior parte da história dos dois. É mais pantomima”, diz o produtor Chris DeFaria.

Essa aposta no humor físico e na violência cartunesca inclui elementos clássicos dos desenhos da dupla, como a “nuvem de porrada”. “De um lado, Tom pode acertar Jerry com um objeto, que deforma com o formato do rato. Do outro, Jerry pode atacar com uma buzina ou uma banana de dinamite escrito ‘TNT’. Só coisa clássica. Nossa base visual é a era de ouro do desenho, fim dos anos 1940, começo dos 1950.”

Isso justifica o traço de animação 2D, eleito para o filme em detrimento de um acabamento mais de CGI. Visualmente, os personagens têm profundidade, o que muda dependendo de como a luz incide sobre eles (ou a água, quando Tom toma chuva, por exemplo), mas as silhuetas e as texturas são simples, lisas, para evocar justamente o traçado clássico dos personagens da televisão.

O mesmo vale para os outros personagens animados : ao total são 26 animais, entre gatos, ratos, cachorros, esquilos, cavalos, elefantes, tigres, pombos e, como não poderia faltar, um peixinho de aquário, Goldie. Além do peixe-dourado, outros personagens saídos diretamente da série animada incluem o buldogue Spike, os gatos vira-lata Meathead e Butch, a gatinha manhosa Toots e o gato filhote Topsy, todos originados na fase clássica da Hanna-Barbera dos anos 40 e 50.

A trama se passa toda no fictício Royal Gate Hotel e em arredores em Manhattan.

Jerry, o rato despreocupado que sempre tem a sorte a seu favor, se estabelece em Nova York e logo encontra o gato Tom, sempre esforçado, que sonha em se realizar na cidade grande. Lá a dinâmica de caçada entre os dois (re)começa - “não é uma história de origem, e não faz muita diferença se eles já se viram antes”, diz o diretor, assumindo que a dinâmica é consagrada, como nos desenhos - nas dependências do hotel, onde um casal de noivos (vividos por Pallavi Sharda e Colin Jost) se hospeda e planeja celebrar seu matrimônio. Até o clímax com a cerimônia de casamento, com direito a elefantes enfeitados, colunas, pórticos e muitos neons,

Tom e Jerry provocam o caos no hotel, para pavor do gerente Terrance (Michael Peña), que detesta animais e portanto já se candidata de cara a ser o vilão da história.

“Normalmente não aceitamos pets mas podemos abrir uma exceção”, diz o gerente ao personagem de Jost, que é o dono do cachorro Spike no filme. A exceção se justifica porque os noivos são celebridades do Instagram, um dos elementos que o roteiro saca para modernizar sua ambientação.

Outra é a aposta no público do Oriente, particularmente o indiano. Atriz australiana de ascendência indiana, Pallavi Sharda conta que não há números musicais tipo Bollywood, mas a ideia é “normalizar relações e hábitos como fazer um casamento indiano em plena Nova York sem tornar isso um exotismo; na trama do filme inclusive lidamos com a questão cultural e discutimos o quanto a cerimônia tem que seguir a tradição hindu do Panjabe e o quanto podemos modernizar”.

De novo temos, portanto, essa conversa entre o antigo e o novo. Na própria ambientação do filme, muita coisa é projetada para ser atemporal e evocar os “bons velhos tempos”, como a decoração do hotel vintage e as cenas em que Tom sonha com o sucesso em Nova York - momento de piadinhas referenciais em que o gato se imagina em Casablanca, no Manhattan de Woody Allen, e tocando piano como Ray Charles.

Não fossem elementos como Jerry sobrevoando o cenário a bordo de um drone, seria difícil dizer que o filme se passa no século 21.

Tim Story diz que assistiu a muitos filmes mudos para tentar entender o potencial de uma narrativa comunicada não com palavras mas com gestos - e com pancadaria mesmo.  “Tom e Jerry realmente tentam matar um ao outro, e em alguns casos deveriam”, brinca o diretor. “No filme, as brigas e perseguições não são exaustivas, porque temos os personagens humanos no meio. A ideia é que a caçada de gato-e-rato acompanhe essa história, e arco de Tom e Jerry encaixe no fim com o dos humanos”.

 

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

ratinho-tom-e-jerry.jpg

Ratinho e Tom Cavalcante participaram da dublagem do filme de Tom & Jerry.

 

Edited by E.R

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

Trecho do filme Tom & Jerry (2021)

 

Share this post


Link to post
E.R
NOTÍCIAS

 

 

Share this post


Link to post

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...