Jump to content

Desafio - Camiseta de 97 reais


Barbirotto

Recommended Posts

E em uma nova página: A que eu conhecia foi no livro que eu li em mil novecentos e não interessa: Malba Tahan, O Homem

Que Calculava.

A solução apresentada por Beremiz foi recebida com muito agrado, não só pelo cheique, como também pelos seus amigos damascenos.

- Por Allah! – exclamou o jovem da esmeralda. – Esse calculista é prodigioso! Resolveu de improviso um problema que nos parecia dificílimo.

- E voltando-se para o dono da hospedaria, perguntou em tom de muita camaradagem:

- Quanto gastamos aqui nesta mesa, ó Tripolitano?

Respondeu o interpelado:

- A despesa total, com a refeição, foi de trinta dinares!

O cheique Nasair declarou que queria pagar sozinho. Os damascenos não concordaram. Estabeleceu-se pequena discussão, troca de gentilezas, durante a qual todos falavam e protestavam ao mesmo tempo. Afinal ficou resolvido que o cheique Nasair tendo sido convidado para a reunião, não deveria contribuir para a despesa. E cada um dos damascenos pagou dez dinares. A quantia total de 30 dinares foi entregue a um escravo sudanês e levada ao Tripolitano.

Momentos depois escravo voltou para a mesa com um recado do Tripolitano.

- O patrão enganou-se. A despesa foi apenas de 25 dinares. Ele mandou, pois, devolver estes cinco dinares!

- Esse Tripolitano – observou o cheique Nasair – tem a preocupação de ser honesto. E muito honesto. E tomando as cinco moedas que haviam sido devolvidas, deu uma a cada um dos damascenos, e, assim das cinco moedas, sobraram duas. Depois de consultar com um olhar os damascenos, o cheique deu de presente as duas moedas restantes ao escravo sudanês que os havia servido.

Nesse momento, o jovem da esmeralda levantou-se, e, dirigindo-se muito sério aos amigos, assim falou:

- Com esse caso do pagamento dos trinta dinares de despesa, ao Tripolitano surgiu uma trapalhada muito grande.

- Trapalhada? – estranhou o cheique. – Não percebo complicação alguma!...

- Sim – confirmou o damasceno. – Uma trapalhada muito séria, ou um problema que parece absurdo. Desapareceu um dinar! Vejam bem. Cada um de nós pagou 10 dinares e recebeu um dinar de volta. Logo, cada um de nós pagou, na verdade, 9 dinares. Somos três. É claro que o total pago foi de 27 dinares; somando-se esses 27 dinares com os dois dinares dados pelo cheique ao escravo sudanês, obtemos 29 dinares. Dos 30 que foram entregues ao Tripolitano, só 29 apareceram. Onde se encontra o outro dinar? Como desapareceu? Que mistério é esse?

O cheique Nasair, ao ouvir aquela observação refletiu:

- É verdade, damasceno. A meu ver o teu raciocínio está certo. Estás com a razão. Se cada um dos amigos pagou 9 dinares, houve é claro, um total de 27 dinares; com os 2 dinares dados ao escravo, resulta um total de 29 dinares. Para 30 (total do pagamento inicial), falta 1. Como explicar esse mistério?

Nesse momento Beremiz, que se mantinha calado, procurou intervir nos debates; e disse dirigindo-se ao cheique:

- Há um engano no vosso cálculo, ó cheique! A conta não deve ser feita desse modo. Dos trinta dinares pagos ao Tripolitano, pela refeição temos, temos:

25 ficaram com o Tripolitano;

3 foram devolvidos;

2 dados ao escravo sudanês.

Não desapareceu coisa alguma e não pode existir em conta tão simples a menor atrapalhação. Em outras palavras: dos 27 dinares pagos (9 vexes 3), 25 ficaram com o Tripolitano e 2 foram dados de gratificação ao sudanês!

Os damascenos ao ouvirem a explicação de Beremiz expandiram-se em estrepitosas gargalhadas.

- Pelos méritos do profeta! – exclamou o que parecia mais velho. – Esse calculista acabou com o mistério do dinar desaparecido e salvou o prestígio desta velha hospedaria! Iallah!

Link to post
  • 10 months later...
Gumercindo Ferreira

A camisa custa 97,00

meu pai me emprestou 50,00

minha mãe emprestou 50,00

na divisão da minha divida é 48,50 para meu pai e 48,50 para minha mãe, que somando da 97,00 mais 1,00 que devolvi para meu pai e minha mãe soma 99,00, mais 1,00 que ficou comigo soma os 100,00 certo?

Link to post
  • 4 months later...
Professor Inventivo

Lanço um desafio, quero ver se alguém sabe a resposta. (não vale pesquisar na Internet)

Você encontra uma camiseta de R$97,00 e você gostou dela, mas não tem dinheiro pra comprar. Então você pede emprestado R$50,00 da sua mãe e R$50,00 de seu pai, totalizando R$100,00.

Você compra a camiseta e te sobram R$3,00. Então, você devolve R$1,00 para sua mãe e R$1,00 para seu pai, e você ainda terá R$1,00 para você.

Agora você deve R$49,00 para seu pai e R$49,00 para sua mãe...

49 + 49 = R$ 98,00 + R$ 1,00 seu = R$ 99,00

R$ 99,00 ?

Onde foi parar o outro R$1,00?

Que conta maluca essa Barbirotto?

Muitos aqui já responderam o mesmo a conta é feita a partir dos 97 reais da camiseta e não com o troco assim:

97 / 2 = 48,50 reais (é o que você deve para cada um de não devolver os 3 reais)

Você devolve 1 real para cada um e fica devendo 50 centavos para cada um:

48,50 +1 = 49,50 (pai)

48,50 +1 = 49,50 (mãe)

Te sobrou 1 real troque por 2 moedas e faça a coisa certa.

Sendo que o correto é devolver esse 1 real também não tem que ficar com nada.

49,50 +0,50 = 50 reais (pai)

49,50 +0,50 = 50 reais (mãe)

Logo, mistério resolvido e tópico fechado.

:cadeado:

Link to post
Guest
This topic is now closed to further replies.
  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...