Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
JoelJunior15

20 anos sem os Mamonas Assassinas

Recommended Posts

Raphael

Bem lembrado. Me recordo até hoje do Gugu dando a notícia no Domingo Legal, que não foi um Domingo Legal mas sim completamente triste.

Os caras não conseguiram marcar direito nem 1 ano do sucesso e já foram vítimas de uma grande tragédia, lamentável. Mas todo aquele humor contagiante que eles passavam no palco ficará nas nossas memórias, de todos que acompanhamos bons tempos de verdade.

Sempre Mamonas. :B):

  • Curtir 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
SâmaraCH

Eu não me lembro deles, mas me recordo da minha mãe cantando as músicas, ela gostava muito. Até uns dias atrás ela me pediu que eu baixasse as músicas pra ela.

E eu vendo alguns clipes, me fez sentir algo diferente, algo do tipo que eu tinha os conhecido (acho que era porque eu ouvi muito minha mãe e tios cantarem), e estava feliz por ver o que eles nos deixou, parecia que eu tinha vivido e presenciado o sucesso deles, e eu ainda era uma bebê na época.

Senti o mesmo quando assisti a reportagem que o Geraldo Luís fez no seu programa em Fevereiro sobre o Dinho da banda.

Eles eram muito amados.

Agora que vão fazer a nova minissérie dos Mamonas, vou poder conhecê-los.

E obrigada Mamonas, por ter nos deixado tanta alegria. :reverencia:

20 lições que aprendemos com os Mamonas Assassinas:

http://entretenimento.r7.com/pop/fotos/20-licoes-que-aprendemos-com-os-mamonas-assassinas-02032016#!/foto/1

Do R7

Editado por SâmaraCH

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Chapolin

Eu nasci alguns meses depois do acidente acontecer, então não cheguei a conhecê-los, mas é a minha banda favorita.

Tenho o CD original aqui, que aliás era do meu pai e ele acabou dando o CD pra mim :D lembro que teve um tempo, eu deveria ter uns 6, 7 anos (talvez oito) e eu ficava ouvindo e repetindo as minha músicas favoritas :lol:

Já faz um tempo que não escuto, acho que vou até escutar pelo menos as minhas favoritas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Usagi White

Gente! Tô surpresa com as curtidas que deram no meu post. Valeu!

Eu vivi muito essa época, tinha 4 anos e também ouvia a fita cassete deles. E sobre ela que queria falar, houve um momento digamos peluciar sobre ela, já falei diversas vezes isso aqui mas irei relatar de novo: ela sumiu. Bem na primeira vez ela havia sumido e eu a encontrei dentro de um carro que meu pai tinha,só que estranhamente só a capa. Mais tarde não achei nenhuma das duas.

Mas se esse caso da fita K7 foi estranho, o mais doido foi no domingo da morte deles. Eu estava vendo Domingo Legal,só tava passando eles,um especial. Eu não sabia naquele momento que eles haviam morrido. Só fui me tocar mais tarde. Não sei se foi por causa do Fantástico. Mas ocorreu o mesmo quando a Vera Verão morreu, passaram falando e eu bizarramente não percebi que ele havia morrido. Eu sempre fui estranha assim mesmo :P

Outra coisa é que estranhamente tem músicas deles que eu só lembrava/descobri mais tarde. Por que eu só me recordava das mais famosas e lembradas nas mídias "Vira vira" "Pelados em santos" "O Robocop gay". Aquele do Tatu e do Lá vem o alemão só fui voltar reconhecer e a ouvir mais tarde. O_O

Acho que os mamonas são um dos maiores símbolos dos anos 90, eles descrem aquela época muito bem. Foi uma época louca. E o mais triste, é que não foi só os mamonas, icones morreram nessa década, Tom Jobim, Ayrton Senna, Leandro....

E o mais legal deles, além do humor, eram fãs assumidíssimos de CH. :D Não podemos esquecer disso.

Editado por Usagi chan
  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Lucas Fernando

Apesar de ter cerca de três anos na época, eu me lembro bem do estouro dos Mamonas, em pouco tempo de carreira já eram um fenômeno, não como essas porcarias de hoje, que ficam nas paradas por alguns meses (graças à mídia). Uma prima minha era doente por eles, e chorou muito no dia fatal. Até hoje o acidente causa comoção, sendo que o grupo era formado por garotos cheios de vida e tinham tudo para manter o sucesso da banda por muitos anos, como fazem até hoje.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Clark Kent

O acidente que matou eles aconteceu uma semana após o meu nascimento. Queria ter visto esses caras ao vivo na TV e sentido toda aquela magia e empolgação, grandes artistas! Ouço muito as [poucas] músicas deles.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Felipe Carvalho

Minha irmã nasceu no mesmo dia em que eles morreram.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Usagi White

É engraçado pensar que uma pessoa como eu,que hoje em dia torce o nariz para modinhas,aderi totalmente ao fenômeno dos mamonas. Mas tem uma explicação, eu era criança e um sucesso estrondoso e chamativo,acho que conquistava qualquer um, especialmente quando você é só um jovenzinho puro que imitaria os outros.

Editado por Usagi chan

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tiago

Pena ter acompanhado tão pouco a carreira, não tinha nem 3 anos quando eles se foram. Mas o pouco que pude ouví-los fez ficar viciado nas músicas deles, me lembro da fita de rádio que eu ganhei deles, dançava e cantava todas as músicas. Por incrivel que pareça ainda me recordo de vê-los no Domingo Legal. Esses caras foram únicos, eles morreram, e o estilo irreverente de músicas morreram junto.

Editado por Tiago

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ramyen Matusquela

Talvez se não tivessem morrido, não teriam feito tanto sucesso.

"Vejam só como é que é, a ingratidão de uma mulher". :lol:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
chavesmaniaco1002

Não cheguei a vê-los na TV, mas conhecia através do meu irmão que era fã.

Eles queriam levar a alegria ao mundo, conservando a criança que eles tinham por dentro.

Partiram cedo, é verdade, mas em pouco tempo fizeram algo que poucos demoram a vida toda e que mesmo assim não conseguem; viver a vida como deve ser vivida, estando bem consigo mesmo e deixando um legado para os outros.

Eles se divertiam com pouco e como poucos se divertem, levaram a alegria para vários e deixaram um grande legado...

Creio que a melhor forma de homenageá-los seja levando o legado adiante, levando a felicidade a todos, colocando sorriso na boca de vários e vivendo em paz consigo mesmo.

Pois afinal, não importa se estamos na África, Europa ou dando umas voltas na esquina com a Brasília amarela, sempre haverão formas de se divertir e levar os amigos nesta aventura.

Agradeço por ter tido a chance de conhecer a história deles e assim como o Chespirito, tirar uma lição para praticar diariamente na minha vida. :)

  • Curtir 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.
Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×