Jump to content
Sign in to follow this  
Seu Furtado

Textos, letras e poesias dos usuários

Recommended Posts

Professor Girafales

Muito boa suas poesias Furtado e Hyuri. Ficaram muito boas. :D

Share this post


Link to post
Share on other sites
Don_aCHiles

Essa letra que vou mostrar agora, é do usuário @FlavioRamoz, ele criou a músicas para um concurso do "América Celebra a Chespirito", porém ele perdeu, mas o que vale é a intenção:

Reír, sonreír
Flávio Ramos
"reír
sonreír
la forma más pura y segura
de expresar la felicidad
hacer reír
hacer sonreír
puede ser tan simple en la magia
de una verdadera amistad
en un corazón
con mucha esperanza
tiene la confianza
en vencer el miedo y ser un campeón
y para renovar la alegría
a cada día
una torta de jamón
reír
sonreír
la forma más pura y segura
de expresar la felicidad
hacer reír
hacer sonreír
el mundo todo no es mas que
una bonita vecindad"

Decidi posta-la porque gostei bastante, tenho certeza que alguns de vocês já devem te-la ouvido. :)
Pena que ele também não fez uma tablatura dela, é muito bom o dedilhado do começo. :)
  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hyuri Augusto

A Tristeza

A tristeza chegou a minha casa

quando hoje recebi a noticia

que veio da policia

que meu tio morreu

perguntei como ele morreu

me responderam um ladrão um tiro no peito deu

foi um dia muito triste mais agora

que meu tio foi embora

um exelente de todos os tios meus

hoje em dia ele descansa nos braços de Deus

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

A Tristeza

A tristeza chegou a minha casa

quando hoje recebi a noticia

que veio da policia

que meu tio morreu

perguntei como ele morreu

me responderam um ladrão um tiro no peito deu

foi um dia muito triste mais agora

que meu tio foi embora

um exelente de todos os tios meus

hoje em dia ele descansa nos braços de Deus

A história desse poema é verídica? :headscratch:

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hyuri Augusto

não.

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

não.

Ainda bem né? :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Hyuri Augusto

É não quero que ninguem da minha familia morra.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Usagi White

Belos poemas! :aplausos:

Vcs me deixaram com vontade de escrever.

Vou pensar se posto algum outro texto meu aqui,eu e esse medo de alguém copiar sem direitos autorais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Seu Furtado

Obrigado pelos elogios pessoal! :)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcelo Cazangi

belas palavras hem, que inspiração

Share this post


Link to post
Share on other sites
JoelJunior15

Obrigado pelos elogios pessoal! :)

Furtado, agora a pouco, eu tive a liberdade de musicar no violão a sua poesia da vida de um homem comum. Ficou muito massa, depois eu quero lhe mostrar!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Billy Drescher

Ótimos textos. Parabéns! ;)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Don CHelipe
bom galera, esse ano não vou me focar em um site CH, então voltei pros blogs, criei um novo e nele vou abordar não só CH, mas outros temas tbm...






Share this post


Link to post
Share on other sites
Bruce Dubber

Recentemente iniciei a escrita de uma fábula baseada na história O médico e o monstro, escrito por Robert Louis Stevenson, adaptado por Rouben Mamoulian e Victor Fleming.

O conto se passa no ano de 1966, Cornelius Marccone é um cientista amaldiçoado por suas descobertas, isolado por suas ambições e soterrado por sua mente não mais lúcida. Ele decidira escrever em um diário suas experiências, que o levaram aquela situação!

OBS: Não está pronta.

http://fanfiction.com.br/historia/424060/Os_Misterios_Do_Doutor_Jekyll/

Share this post


Link to post
Share on other sites
Chambón

A vida é estranha vista de um lado

Como o vento que atravessa um homem calado

Que só tem a esperar o momento dado

Mesmo sabendo que o tempo já está acabado

Vivo a guardar tudo

Com a sentença de um cão mudo

Facilmente desabo com um grito agudo

Sobre a alma morta num corpo acudo

Sinto algo mudar ao te ver

Seus cabelos me inspiram o que ser

Tudo isso me faz um bem absorver

Espero um dia te acolher

Até mais, céu azul

Até mais, som do sul

Não há porque continuar respirando

Não há razão de continuar vagando

Já não sinto o perfume das flores

Já não posso enxergar as cores

Nada há no espelho

Só ficaram os conselhos

Sobre a a face da morte

A única ouvinte é a sorte

Tolas poesias feitas por mim... :P

Edited by Gerald Bostock

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...