Jump to content
Sign in to follow this  
Marcos Albino

PlayStation 4

Recommended Posts

Chapulín Colorado

Sou gamer dês do Odyssei e digo que atualmente estou inclinado a ficar apenas no PC na próxima geração.

Não duvido que o PS4 será uma máquina e tanto, mas os boatos de que o console não vai permitir rodar jogos usados, ativados por outros jogadores é um verdadeiro tiro no pé e um alívio pra concorrência.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tony Nelson

Sou gamer dês do Odyssei e digo que atualmente estou inclinado a ficar apenas no PC na próxima geração.

Não duvido que o PS4 será uma máquina e tanto, mas os boatos de que o console não vai permitir rodar jogos usados, ativados por outros jogadores é um verdadeiro tiro no pé e um alívio pra concorrência.

To contigo cara, o PC é realmente o pai dos consoles, acho que vai ser muito difícil derrubar ele

Share this post


Link to post
Share on other sites
Chapulín Colorado

Eu prefiro jogar videogame nos consoles, mas no final dessa geração é nítido que os consoles "super-faturam" o preço dos jogos.

Hoje, por exemplo, se joga um Batlefield 3, bem mais barato e com melhor qualidade no PC, do que nos consoles.

Jogar no console é melhor que no PC, tirando apenas o fato dos jogos que usam bastante o mouse. A gente não encontra por exemplo um Rock Band pra PC, não encontra jogos com Kinect, Move e etc. No PC o que domina é FPS e MMRPG.

Também tem o fato de ser mais prazeroso colocar o jogo no console, ligar e jogar, do que ficar resolvendo problemas num PC. A maioria dos jogos feitos pra PC não extraem o máximo dele, porque são feitos pra rodar em diversas maquinas diferentes, impedindo o desenvolvedor de puxar o máximo do hardware. Como o console é um hardware fixo, o desenvolvedor pode pegar ao máximo o que o hardware pode proporcionar. O PC tem aquela chatice do jogo ficar com bugs, de sair patchs, de ter que ficar configurando driver de vídeo pra melhorar uma coisa ou outra. No console não existe isso.

Veja, hoje em dia ainda se conseguem jogos bacanas, mesmo com um hardware defasado de 5 anos atrás, vide o Halo 4 pra Xbox ou o Beyond Two Souls que vai sair pra PS3 agora no inicio do ano. Ambos são jogos que se forem rodar no PC, precisam ser maquinas parrudas, e nos consoles rodam em GPUs já antigas mas bem dominadas pelos desenvolvedores.

Eu espero que os novos consoles, não tenham essa restrição maluca que a Sony patenteou de impedir a revenda de jogos. A Microsoft e a Nintendo pelo menos até agora não mostraram nenhuma coisa "contra" a revenda de jogos.

Espero também que a Microsoft pare com essa história de cobrar pra poder se jogar um game. Apesar de que o valor, paga o investimento de se jogar uma partida multiplayer tranquila, de fácil matchmaking e com bons recursos. Coisa que por exemplo a Sony não consegue fazer muito bem com a PSN.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Chad'

Ah, desde que lancem GT6 com Silverstone nele pra mim está bom e dane-se os outros jogos.

Se bem que nem irei comprar mesmo...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcos Albino

Rumores: PlayStation 4 pode ter 50% mais poder de processamento que Xbox 720

25556397817192920.jpg

(Fonte da imagem: Reprodução/RetrowareTV)


Durante a edição 2013 da CES, o site VG24/7 afirma ter recebido informações privilegiadas de membros ligados à indústria a respeito dos consoles de próxima geração. De acordo com as fontes ouvidas pelo VG24/7, o próximo console da Sony (de codinome Orbis) terá capacidade de processamento de 1,84 teraflop – unidade utilizada para demonstrar o número de operações de ponto flutuante realizadas por segundo. Já o novo video game da Microsoft (de codinome Durango) realizará 1,23 teraflop.

Sem certezas sobre os componentes que estarão presentes nos consoles, os rumores reforçam que o aparelho da Microsoft utilizará uma GPU similar à AMD Radeon HD 8770. Já o PlayStation 4 contará com um processador derivado da APU AMD A10 – o qual deve vir combinado também com um circuito gráfico equivalente ao utilizado pela rival.

Apesar de esses números indicarem a princípio que o sucessor do PlayStation 3 terá cerca de 50% a mais de poder computacional do que o projeto Durango da Microsoft, é necessário levar em consideração que os dois consoles terão arquiteturas diferentes e que essa aparente distância pode resultar em desempenhos semelhantes.

Apenas metade da memória RAM?

Já no campo da memória RAM, o Durango contará com 8 GB (sendo que 3 desses serão reservados para o sistema operacional do console, aplicativos especiais e programa de segurança). Já o Orbis terá 4 GB de memória RAM, com 1 GB dedicado ao sistema operacional e demais aplicativos do console.

Enquanto a aparente distante distância entre esses valores parece apontar uma nova vantagem para o próximo console da Microsoft, novamente é preciso lembrar que se trata de duas plataformas distintas contando com sistemas operacionais diferentes. Além disso, especula-se que a memória do PlayStation 4 seja de uma variante mais rápida que a utilizada pela Microsoft (GDDR5 contra DDR3).

Por fim, os dois consoles supostamente terão a habilidade de ler discos Blu-ray de 100 GB (provavelmente discos com camadas quádruplas). Enquanto especulações a respeito das configurações técnicas das duas plataformas continuam aparecendo, rumores indicam que os dois consoles devem ser anunciados na metade deste ano para enfim chegar às lojas em novembro.



Tecmundo

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcelo Cazangi

que show de bola hem, vamos esperar para ver se será tudo isso mesmo né

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcos Albino

PlayStation 4 pode ter novo controle

80699198518181423.jpg

Uma fonte anônima, que trabalha em um “grande estúdio de desenvolvimento de jogos”, revelou que o PlayStation 4 pode contar com um novo formato de controle. O joystick da plataforma que ainda está por vir teria sensores biométricos e uma tela sensível ao toque, ampliando a interatividade a imersão dos jogadores.
O aparelho já estaria em seu conceito final e passando por etapas de testes de usabilidade e conforto. A ideia, segundo a fonte, seria emular as possibilidades do PlayStation Vita, usando o mesmo tipo de interface e filosofia presentes no portátil lançado no ano passado pela Sony.
O fim de uma era
A mudança representaria a primeira vez que a Sony modifica seu controle desde que entrou no mercado de jogos eletrônicos, em 1995. Apesar do conceito DualShock só ter sido lançado em 1998 – com alavancas e elementos vibratórios – o design dos joysticks da linha PlayStation permaneceram bem semelhantes desde sempre.
---
Não curti. <_<

Share this post


Link to post
Share on other sites
Tony Nelson

Continuo preferindo o meu PC ao invés desses novos consoles :closedeyes:

  • Like 1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Marcos Albino

News

Sony anuncia novo videogame PlayStation 4

andrewhousereuters.jpg

A Sony apresentou nesta quarta-feira (20) o aguardado PlayStation 4, nova geração do console de mesa da empresa.Este é o primeiro videogame da companhia em sete anos.

O videogame foi apresentado durante o evento 'PlayStation Meeting 2013', realizado na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, acompanhado de novidades e serviços relacionados à família de videogames PlayStation. "Será a plataforma de jogos mais poderosa que já existiu", disse Andrew House, presidente e diretor-executivo da Sony Computer Entertainment Inc.. "Hoje é um momento da verdade para a marca Playstation e a Sony", declarou.

O formato do console, entretanto, ainda não foi revelado. A Sony detalhou o controle "DualShock 4", mas não informou preço sugerido para a plataforma, que tem data de lançamento prevista para o fim deste ano nos EUA.

controledualshock4.jpg

killzone.jpg

gasmekillzone.jpg

driveclub.jpg

watchdog620.jpg


G1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lucas de Brito

Saiba tudo sobre o novo console da Sony, o Playstation 4.

Sony mostra o novo console PS4, que chega no fim do ano por US$ 400

ps4kb.jpg


Depois do suspense, a Sony finalmente apresentou o seu console de nova geração, o PlayStation 4, concorrente direto do também recém lançado Xbox One, da Microsoft, pela primazia do mundo dos videogames.

A Sony apresentou o novo console durante a última apresentação da noite desta segunda-feira (10) na maior feira de games, a E3. O PS4 custará US$ 400, abaixo do preço de saída do concorrente Xbox One, de US$ 500. O console da Microsoft custará R$ 2,2 mil no Brasil.

Desde o anúncio do novo videogame, só se falou nele, disse Jack Tretton, presidente da Sony Computer Entertainment America, para quem o videogame trará experiência nunca antes vistas.

O público, no entanto, não reagiu bem ao PS4. Os poucos aplausos causaram uma sensação de constrangimento aos executivos da Sony. A apresentação do novo console foi feita pelo presidente-executivo da Sony, Andrew House, que esperou por mais aplausos. Isso, porém, não aconteceu.

Alfinetadas à Microsoft
Ao revelar que o PS4 terá suporte para jogos usados, ao contrário dos boatos que circulavam pela internet, Jack Tretton alfinetou a Microsoft, que permitirá apenas que um jogo seja revendido apenas uma vez. O público aprovou a medida e aplaudiu muito. Em uma referência direta à Microsoft, Tretton afirma que o jogador poderá vender, emprestar ou fazer o que quiser com o seu jogo –pelo menos os games em disco. Os jogos do PS4 também não exigem conexão on-line para jogar.

Continuando as alfinetadas, Tretton afirmou que não será necessário autenticar o videogame na internet a cada 24 horas para poder continuar a jogar. "Toda a liberdade do PS4 não será possível no Xbox One", diz Tretton.

O serviço PS Plus, que dá games de graça e armazenamento na nuvem aos donos de videogames, será o mesmo para todas as plataformas Sony: PS Vita, PS3 e PS4. Se comprarem o PS4 no primeiro ano de lançamento, os assinantes receberão o game “Driveclub”.

Games
O presidente da Sony Computer Entertainment Global, Shu Yoshida, afirmou que há 40 jogos em desenvolvimento para o PS4, dos quais 20 serão lançados até o início de 2014. Nos últimos cinco anos, todos os estúdios da Sony trabalharam em jogos para o PS4.

'Watch Dogs'
No jogo “Watch Dogs”, é possível que o jogador use um smartphone especial para hackear todo e qualquer equipamento em uma cidade inteira. Assim, ele realiza missões, como encontrar alvos e fugir da polícia.

Na demonstração ao vivo do game de mundo aberto, um helicóptero da polícia encontra o jogador que começa a fugir de carro em alta velocidade. Quando consegue escapar, o personagem abandona o carro e entra em um restaurante, onde uma pessoa o reconhece. Para que a polícia não seja avisada, ele rouba o celular dela.

O personagem consegue acessar câmeras de segurança para observar a movimentação policial e evitar uma área cercada. As habilidades do hacker são surpreendentes. Com o celular, ele pode inutilizar um helicóptero da polícia e até mesmo desativar a iluminação pública para realizar uma fuga perfeita.

'Assassin's Creed'
A Sony mostrou o aguardado “Assassin's Creed IV: Black Flag”. Durante a exibição da prévia do game, o videogame PS4 travou, o que fez o público rir no evento. 'Black Flag' não tem o visual elaborado quanto os outros games apresentados, mas os cenários possuem mais elementos e mais vida, principalmente a floresta com folhas detalhadas em vários tons de verde e que reagem à movimentação ao redor. Uma nevoa dá um toque especial a esses cenários.

O assassino Edward Kenway anda furtivamente pelas folhagens, escala pedras para não ser visto por seus alvos. A Sony mostrou uma cena do jogo em que a cidade onde o jogador está começa a ser atacada por barcos piratas. Kenway logo pula em um barco pirata e começa uma batalha naval, em que tem de controlar seu navio, decidir como atacar e quais objetos deverão ser jogados ao mar para deixar a embarcação mais leve.

Ainda com o jogo em andamento, o console trava novamente e o público ensaia uma leve vaia. Quando o game trava completamente, a Sony encerra a apresentação. Apesar disso, o público aplaudiu.

'Final Fantasy' e 'Kingdom Hearts'
O estúdio Square Enix apresentou dois games para o novo console da Sony. “Final Fantasy versus XIII” tem elementos de ação, com combates usando espadas, armas e poderes mágicos. O visual é similar aos jogos do designer Tetsuya Nomura, da série Final Fantasy. O personagem central também pode contar com a ajuda de seus companheiros de equipe. O outro game apresentado pelo estúdio foi "Kingdom Hearts III", em parceria com a Disney. O jogo conta com personagens clássicos da Disney, como as outras versões da franquia.

'Infamous: Second Son'
Em “Infamous: Second Son”, graças a habilidades especiais, o personagem pode manipular fogo e voar. O game empolgou o público, mas só chega às lojas em 2014. O jogo “Kack” foi mostrado rapidamente, assim com "Driveclub", que será lançado juntamente com o PS4.

'Beyond: Two Souls'
A Sony também mostrou o aguardado game “Beyond: Two Souls”, um jogo de história interativa. A personagem central de "Beyond" é baseada na atriz Ellen Page. O ator Willem Dafoe também empresta seu rosto a um dos protagonistas. O game acompanha a personagem desde os tempos de treinamento até que ela entre de fato em ação, incumbida da missão de caça a um malfeitor. O game chega em 8 de outubro aos EUA.

'Destiny'
A Sony encerrou o evento com o game mais aguardado de sua apresentação. Dos mesmos criadores de “Halo”, foi a primeira vez que “Destiny” foi exibido. Com lançamento previsto para 2014, o game de tiro em primeira pessoa mostra um cenário apocalíptico da Terra e o foco são as missões cooperativas.

Cada jogador pode escolher uma classe para seu personagem, como Hunter ou Warlock. Armas pode ser escolhidas e personalizá-las conforme o estilo preferido do jogador. Uma das novidades de “Destiny” é que, a qualquer momento, o jogador pode mudar de uma partida offline para um confronto on-line sem a necessidade de interromper o jogo.

Entretenimento
Com o PS4, a Sony aposta em conteúdo digital, como filmes on-line. Segundo o presidente da Sony Entertainment, Michael Lynton, a Sony Pictures irá criar um plano de conteúdo exclusivo para a PlayStation Network e para o PlayStation 4.

Com o lançamento do console, mais de 150 mil filmes estarão disponíveis para venda ou aluguel. O mesmo vale para as músicas do Music Unlimited. O Netflix também estará disponível no PS4 em seu lançamento. Segundo House, o PS3 é a principal plataforma no mundo para assistir a filmes no Netflix.

O serviço de filmes funcionará nos Estados Unidos. No Brasil, a empresa não possui serviço de filmes, apenas o de músicas Music Unlimited.

PS3
Apesar de ter mostrado o novo console, a Sony diz que não esquecerá o PS3 e o PS Vita, que completou 2 anos e tem 125 jogos feitos só pra ele, sem contar jogos de PSP e games de PSone, que também podem ser jogados nele.

Desenvolvedores pequenos e independentes lançarão jogos para o Vita em 2013, como “Batman Arkham Origins”, “Destiny Spirits”, “Killzoner Mercenaries”, “God of War 1 e 2”, “Final Fantasy X e X02”, “Flower” e “Dead Nation”. Games de PS3 serão remasterizados para o Vita, que também receberá um game-seriado.
Para PS3, a Sony apresentou “Puppeteer”, em que o jogador é um fantoche em um mundo feito de bonecos. Já “Rain” é game em que o personagem é invisível e só aparece na chuva.

O simulador de corrida “Gran Turismo 6” é outro game que chega para PS3. Com um novo sistema de física de aerodinâmica para os carros e um novo motor gráfico, o game traz veículos com muitos detalhes, mesmo para um sistema "velho" como o do PS3.

Fonte: G1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Clark Kent

Bah não cheguei nem o PS3 e já tão no 4 :P

Share this post


Link to post
Share on other sites
José Antonio

NOTÍCIAS

"Não cobrar por partidas online no PS4 seria um absurdo", diz Sony

Para jogar online no PlayStation 4, será preciso assinar o serviço PS Plus. Segundo Shuhei Yoshida, chefe do Sony Worldwide Studios, seria um absurdo manter as partidas online gratuitas, considerando o "grande investimento de recursos" que a empresa fará com a infraestrutura da PSN.
"O pilar principal do PlayStation 4 será o suporte ao jogo online. Estamos desenvolvendo várias formas inéditas de jogar e se conectar que exigem um grande investimento em pesquisa. Considerando o custo, tentar mantê-lo gratuito e consequentemente diminuir a qualidade seria absurdo, então decidimos que era melhor receber um pagamento e manter um bom serviço", explicou Yoshida.
No atual console da empresa, o PlayStation 3, o jogador não paga para acessar a modalidade dos jogos (desde que, é claro, não esteja usando uma cópia de segunda mão, pois alguns títulos exigem passe online). Quem quiser algumas regalias, como jogos gratuitos e acesso antecipado a testes, assina a PlayStation Plus anualmente por US$ 50.
Vale mencionar, quem tiver a assinatura da PlayStation Plus no lançamento do PlayStation 4, que chegará às lojas no final do ano por US$ 399, poderá usá-la normalmente no novo console e, de quebra, receberá uma versão do jogo de corrida "DriveClub", intitulada "PS Plus Edition", no mês em que o videogame estará nas prateleiras.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Clark Kent

Sony: custos com o PS4 geram prejuízos na divisão de games

Sony-Q1-2013-Results.jpg

A Sony também divulgou seus resultados financeiros consolidados para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2013 - que compreende o período entre abril e junho deste ano - e o cenário é um pouco mais neutro, mesmo com a queda nas vendas de hardware, software e os custos de pesquisa e desenvolvimento investidos no Playstation 4.

A Sony afirma que a melhoria se deve à melhoria das taxas de câmbio do iene, moeda japonesa, perante ao dólar e ao euro. A receita geral da empresa totalizou 1,7 trilhões de ienes (17,4 bilhões de dólares), um crescimento de 13% em relação ao mesmo período do ano passado, e lucros de 3,5 bilhões de ienes (35,6 milhões de dólares). Mas a divisão de games continua afetando negativamente os resultados financeiros da empresa.

A receita gerada pela divisão de games ficou em 117,9 bilhões de ienes (1,2 bilhões de dólares), essencialmente a mesma em relação ao ano passado, de 118 bilhões de ienes (1,2 bilhões de dólares). Porém, os custos operacionais aumentaram absurdamente com a pesquisa e desenvolvimento do PS4, gerando um prejuízo de 322% de custos operacionais em relação ao ano passado - são 14,8 bilhões de ienes (149 milhões de dólares) contra 3,5 bilhões de ienes (35 milhões de dólares).

Esse quadro se mostrou um pouco pior do que as previsões originais que a Sony tinha nesse sentido. É esperado que com o lançamento do Playstation 4, a situação se reverta e a receita aumente. Em contrapartida, os custos operacionais também aumentarão devido ao marketing e os esforços a serem realizados durante o lançamento do novo console.

As vendas do Playstation 3, Playstation 2 e Playstation Portable cairam, e o Playstation Vita sequer é mencionado nos resultados. Nesse primeiro trimestre a Sony vendeu 600 mil unidades combinadas de Vitas e PSPs, e 1,1 milhões de unidades combinadas de PS3s e PS2s. Entretanto, as estimativas originais foram mantidas.

A Sony espera vender 5 milhões de Vitas e PSPs combinados e 10 milhões de PS3s e PS2s combinados até março de 2014. Não foram fornecidas estimativas relacionadas ao Playstation 4.

Independente disso, a empresa ainda vai bem. O prejuízo de 2,5 bilhões de dólares foi revertido em um lucro de 35 milhões de dólares até o momento. Resta mesmo esperar o lançamento do PS4 para ver como as coisas se desenrolarão para a Sony.

Gamebang

Share this post


Link to post
Share on other sites
Clark Kent

PlayStation 4, videogame de nova geração, é lançado nos EUA

2013-11-15t061537z_97045706.jpg

O PlayStation 4, videogame de nova geração da Sony e que promete trazer games com gráficos muito superiores aos vistos no PlayStation 3, foi lançado nos Estados Unidos. Lojas abriram no primeiro minuto desta sexta-feira (15) para vender o aparelho aos fãs que aguardavam há dias na fila.

Em Nova York, a Sony realizou um evento de lançamento em que, além de vender o videogame antecipadamente aos fãs que estavam na fila, a empresa vendeu o primeiro aparelho nos Estados Unidos. O comprador foi Joey Chiu, morador do Brooklyn, que recebeu um console autografado por Andrew House, presidente da Sony Computer Entertainment Global, e de Jack Tretton, presidente da Sony Computer Entertainment America.

No mesmo evento, que foi transmitido ao vivo para a TV norte-americana, a Sony anunciou um novo jogo da série "Uncharted" para o PS4 e outros títulos.

Nos Estados Unidos, o PlayStation 4 chega custando US$ 400. No Brasil, o videogame chega apenas no dia 29 de novembro pelo preço de R$ 4 mil. Os jogos custarão entre R$ 180 e R$ 200.

O PlayStation 4 americano, mesma versão que será vendida no Brasil, vem com HD de 500 GB, um controle DualShock 4 e cabos de energia e para conectar o aparelho à TV. Apesar de ser mais barato lá fora, o PlayStation 4 será vendido sem o seu acessório de captura de movimentos, a PlayStation Camera.

G1

Fãs fazem fila para comprar PlayStation 4 em Nova York

ps4.jpg

Fãs de games fizeram fila nesta sexta-feira (15) em Nova York, nos EUA, para comprar o PlayStation 4, console de nova geração da Sony. A venda será liberada à meia-noite no horário local (3h no horário de Brasília).

O PS4 custa US$ 400 nos Estados Unidos e chega ao Brasil no dia 29 de novembro por R$ 4 mil. O console apresenta jogos com gráficos de alta definição muito superiores aos vistos em seu antecessor.

G1

Share this post


Link to post
Share on other sites
Andy

ps4.jpg

Quanta gente na fila :assobiando:

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...