Jump to content
Sign in to follow this  
E.R

Rock In Rio 2019

Recommended Posts

E.R

Patrocinadores do Rock In Rio 2019 na TV :

Globo e Multishow :

Ford

Natura

Itaú 

Heineken 

Globo :

Decolar

Claro

Multishow :

Samsung

Bebecê Calçados 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

ANCELMO GOIS - O GLOBO

A banda alemã Scorpions fará show no Rock in Rio em 4 de outubro, 34 anos depois de ter se apresentado pela primeira vez no festival criado por Roberto Medina.

Na edição de 1985, aliás, o guitarrista Matthias Jabs presenteou Roberto Medina com uma guitarra, cujo formato homenageia o logotipo daquela 1ª edição, além de bandeiras do Brasil.

Agora, a banda pediu a Roberto Medina para tocar uma música usando a mesma guitarra, que está sendo restaurada pelo conhecido luthier António Pinto Carvalho.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

ANCELMO GOIS - O GLOBO

Ainda nem começou a edição deste ano do Rock in Rio e a cabeça do empresário Roberto Medina, carioca, 71 anos, já está na edição de 2021.

Está decidido que haverá um espaço, “Art District”, em parceria com a Brenda Valans, do ArtRio. “Será um sofisticado quarteirão inspirado na arquitetura francesa. Com uma padaria com pão quentinho saindo a toda hora, uma chocolateria, um café gourmet, uma loja de frutas, uma grande galeria de arte, além de floristas e grupos de jazz que vão se revezar no espaço”.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://g1.globo.com/pop-arte/musica/rock-in-rio/2019/noticia/2019/09/04/prefeitura-divulga-operacao-de-orgaos-publicos-para-o-rock-in-rio-2019.ghtml

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) anunciou na manhã qual será a operação dos órgãos públicos durante a realização do Rock in Rio 2019, que acontecerá no fim de setembro.

O BRT e o Metrô terão esquema especial de transporte para os dias de festival.

Para chegar à Cidade do Rock, o público poderá usar as linhas especiais do BRT que sairão do Terminal Jardim Oceânico direto ao festival ou embarcar em qualquer estação ou terminal dos corredores Transoeste, Transolímpica e Transcarioca, que funcionam 24 horas.

Como o Terminal Centro Olímpico atenderá o público do Rock in Rio, a dica é sempre procurar qualquer linha/serviço que passe por lá. É só entrar no site do BRT para saber a lista das linhas e estações do sistema.

Assim como nas edições anteriores, nos dias de festival, a estação Rio 2 ficará fechada entre meia-noite e 5h e a estação Parque Olímpico só estará aberta entre 5h e 11h.

O Metrô Rio também montou uma operação especial para atender o público que for ao Rock in Rio. Em todos os dias do festival (27, 28, 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro), a estação Jardim Oceânico, que faz integração com o BRT, ficará aberta 24 horas para embarque e desembarque.

As demais estações do sistema funcionarão durante a madrugada, mas somente para desembarque.

Durante toda a operação especial para o festival, será permitido o embarque com o cartão Giro, cartões unitários do MetrôRio, pagamento por aproximação (NFC) e também com os cartões Rio Card. O valor da passagem unitária é R$ 4,60. Porém, para acessar a integração com o BRT, o cliente deverá ter em mãos um cartão Rio Card carregado com saldo suficiente para a ida e volta, já que os cartões Giro e Metrô Rio e o pagamento por aproximação são aceitos apenas no metrô.

O Metrô Rio recomenda que os clientes comprem e recarreguem seu cartão Giro com antecedência, para facilitar a entrada no sistema

Transporte Primeira Classe

O transporte primeira classe, feito com ônibus de diversos pontos do Rio, terá 17 trajetos sem parada saindo dos seguintes locais :

. Botafogo Praia Shopping
. Shopping Nova América
. Aeroporto Santos Dumont
. Aeroporto do Galeão
. Niterói
. Petrópolis
. Ipanema
. Copacabana
. Tijuca
. Rio Design Barra
. Shopping Downtown
. Praia da Barra da Tijuca
. Méier
. Rodoviária Novo Rio
. Recreio dos Bandeirantes
. Lagoa Rodrigo de Freitas
. Centro

Ocupação hoteleira

O Impacto será de R$1,7 bilhão na economia.

A expectativa é de que o evento receba 700 mil pessoas, sendo 420 mil turistas, 60% do público é de fora do Rio. Serão 250 shows com ingressos que estão sendo vendidos em 73 países.

Os estados do Brasil que mais compraram ingressos são RJ, SP e MG. 

Dois mil servidores municipais vão trabalhar por dia no evento, tanto na parte interna quanto externa. Os portões abrirão às 14h e fecharão às 4h.

São 385 metros quadrados de área útil, com seis novos ambientes.

70% de ocupação hoteleira já está garantida para o evento. A área com maior procura é a região do Leme e de Copacabana, com 83% das reservas.

O presidente da Riotur, Marcelo Alves, e o empresário Roberto Medina também estiveram presentes na cerimônia.

Roberto Medina afirmou que o Rio é “inspirador” e que espera que mais empresários passem a investir na cidade e que esse é o caminho para reerguer economicamente a cidade.

“No mundo não tem nada parecido. Quando eu tive esse sonho, 35 anos atrás, era a pré-história, não tinha som, não tinha nada. Hoje a gente exporta isso. Ver isso me traz um orgulho de carioca”, explicou o empresário.

Roberto Medina afirmou que os poderes devem “dar as mãos” para usar a estrutura utilizada para a olimpíada em prol do Rio.

Marcelo Crivella comparou o Rio no Rock in Rio como um espaço de culturas que se mistura “como em Jerusalém em dia de Páscoa”.

E também enfatizou a importância de um espaço para crianças. “Quem sabe na próxima edição terá um espaço para as crianças”, destacou o prefeito, falando sobre os alunos da rede municipal que estudam música.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

PATRÍCIA KOGUT - O GLOBO

25 apresentadores participarão da cobertura do "Rock In Rio 2019" feita pelo Multishow e pelo Bis. Entre eles : Didi Wagner, Titi Müller,  Malena, Laura Vicente e o cantor Di Ferrero.

Os 2 canais investiram pesado em tecnologia, inclusive vão trazer do Japão uma câmera 8K. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://tvefamosos.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/2019/09/17/anitta-tera-seus-passos-no-rock-in-rio-acompanhados-pela-netflix.htm

 

A cantora Anitta, conforme informou Leo Dias no dia de ontem, começou a gravar a segunda temporada de "Vai Anitta" para a plataforma Netflix. Já houve registros em uma boate e também na casa dela.

Ficou decidido também que toda a passagem de Anitta pelo Rock In Rio (evento que acontece de 27 a 29 de setembro e de 3 a 6 de outubro) será acompanhada pelas câmeras da Netflix.

A apresentação de Anitta será no dia 5 de outubro, no Palco Mundo, segundo ela, com um show "antológico", que vai abordar sua vida e carreira.
 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://portalpopline.com.br/cancelou-drake-retira-data-de-show-no-rock-in-rio-de-seu-site-oficial/

Faltando poucos dias para o início do Rock in Rio, mais um cancelamento de um artista grande pode estar rondando o festival.

Depois de Cardi B, que cancelou sua vinda ao Brasil no mês de julho, agora parece ser a vez de Drake, o maior nome do line-up do primeiro dia do festival.

Se confirmado, será o segundo cancelamento do primeiro dia do Rock in Rio, depois de Cardi B, que foi substituída por Ellie Goulding. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://g1.globo.com/pop-arte/musica/rock-in-rio/2019/noticia/2019/09/17/drake-segue-confirmado-no-rock-in-rio-diz-organizacao-do-festival.ghtml

O show de Drake no Rock in Rio 2019 segue confirmado, disse a organização do festival ao G1 nesta terça-feira (17). A informação oficial desmente boatos de que o show estaria cancelado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

:emoglobo:

TVG_20190911+VP+ROCK+IN+RIO+01_2-703169.

 

Grandes nomes do cenário musical mundial passarão pela tela da Globo a partir do dia 27, durante os sete dias do Rock in Rio, maior festival de música e entretenimento do mundo, com uma cobertura especial. Esse ano, uma estreante no comando da transmissão: Nyvi Estephan, que tem um quadro de e-sports no 'Esporte Espetacular', o 'Start', agora passa a comandar também a apresentação dos destaques do evento. A expectativa para a nova experiência, segundo ela, está altíssima. "O Rock in Rio é um evento que eu adoro e representá-lo pela Globo é uma honra gigantesca. Estou muito feliz", conta a apresentadora que, além de ser muito familiarizada com grandes eventos de games, tem uma relação intensa com a música desde muito nova. "Desde criança sou conectada. Meu pai era músico erudito e eu sempre gostei de rock. Minha vida é regida por trilhas sonoras e, além de rock, gosto de jazz, blues, MPB e hard rock", detalha a apresentadora, que toca piano e percussão. Esta, no entanto, não será a primeira experiência de Nyvi com o Rock in Rio. Em 2017, ela apresentou a Game XP, evento de games realizado simultaneamente ao festival de música. "Foi uma experiência muito interessante, porque eu conseguia acompanhar tudo o que acontecia no parque. Assim que terminava a Game XP, eu corria para curtir o restante do evento e assistir aos shows", recorda.

 

De 27 a 29 de setembro e de 03 a 06 de outubro, Nyvi comanda a transmissão dos shows, mostrando as grandes apresentações e os destaques do palco Mundo e do palco Sunset. Na quinta e às sextas os shows serão exibidos depois do 'Conversa com Bial'. Aos sábados, a transmissão começa após o 'Altas Horas' e, aos domingos, depois de 'Domingo Maior'. A transmissão 'Rock in Rio' na Globo tem direção artística de LP Simonetti e direção geral de Mario Meirelles.

 

No Jornalismo da Globo, a largada para a cobertura especial acontece já nesta sexta-feira. No RJ1 estreia uma série de reportagens que tem como gancho o Espaço Favela, do Festival. O RJ conta história de artistas das favelas do Rio de Janeiro em quatro episódios. MC Xamã, o pianista Jonathan Ferr, a cantora Malía, e o Nós do Morro cotam sua trajetória artística e suas histórias de vida. Além da cobertura factual, todos os telejornais, local e de rede, contarão com matérias especiais sobre o maior festival de música do mundo.

 

O Gshow vai marcar presença na área VIP do festival, mostrando as tendências de moda e lifestyle dos famosos que passarem por lá. Cobertura em tempo real no portal e nas redes sociais.

 

Já o Multishow vai transmitir em tempo real todos os shows dos Palcos Mundo e Sunset. O Canal Bis, que estreia este ano no festival, vai acompanhar as atrações do New Dance Order, nova área dedicada a grandes nomes da música eletrônica, e mostrar a experiência de diversos espaços da Cidade do Rock, como a Arena Games, Espaço Favela, Rota 85 e Rock Street Asia. Os canais terão um time de 26 apresentadores que vão mostrar tudo o que estiver acontecendo nos palcos e em toda a Cidade do Rock durante os sete dias de festival. O Multishow traz de volta o Glass Studio, seu estúdio panorâmico de vidro, localizado de frente para o Palco Mundo e de onde acontecem as lives nos canais Música Multishow e Humor Multishow, no YouTube. O espaço, que tem três andares, também vai testar o conhecimento musical do público que estiver presente na Cidade do Rock, com o game "Disco de Vinil" - ativação de marca do Multishow no festival. O local terá ainda um rooftop com vista privilegiada para receber parceiros.

 

O estande da Globo e do Globoplay, ao lado do Glass Studio do Multishow, vai oferecer ao público do maior festival de música do planeta uma experiência digital, imersiva e multitelas. Com três andares, no térreo vai estar a garra humana, uma releitura do famoso jogo com joystick em que, nesta versão, os participantes, com equipamentos de segurança, serão içados por um cabo para "pescarem" seus próprios brindes. O espaço também vai contar com estações de VR e, através de câmeras 360º, o público poderá assistir aos shows do Palco Mundo como se estivesse ali, praticamente ao lado do ídolo. E, ainda, exibições em 8K e HDR. Um espaço reservado para convidados contará, ainda, com áudio imersivo, com mixagem em tempo real do Palco Mundo. E o público vai poder acompanhar a movimentação do estande nas redes sociais pela hashtag #GloboplaynoRockinRio.

 

Na infraestrutura técnica para cobertura do maior festival de música do Brasil, conectividade é a palavra de ordem. Por meio de tecnologia IP, 92 sinais que serão gerados – dentre eles, 25 pontos de reportagem – vão ser interconectados através de uma rede de fibra ótica interna ao Parque Olímpico, garantindo uma cobertura dinâmica e flexível, tanto na TV aberta quanto no Multishow. Além deste investimento desenvolvido pelo Grupo Globo ao longo dos últimos anos, a conectividade existente até a sede da Globosat permitirá a produção remota do palco New Dance Order com nove sinais de câmera, garantindo mais eficiência e produtividade na cobertura que o assinante acompanhará pelo canal BIS.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://oglobo.globo.com/cultura/rock-in-rio/rock-in-rio-compositora-de-popstars-bebe-rexha-leva-seus-hits-solo-ao-palco-mundo-23980777

xbebe-rexha.jpg.pagespeed.ic.n9rvN6DFYG.

Americana de pais albaneses, Bebe Rexha abriu seu show no Palco Mundo do Rock in Rio com o melô da autoestima “Me, myself & I”, jogando logo de cara um dos principais hits de sua carreira solo — ela surgiu como compositora de popstars, como lembrou ao introduzir “The monster”, composta para Eminem e Rihanna.

Simpática, ela também cantou sucessos da versátil cantora e compositora como "I got you", "I'm a mess" e "In the name of love" .

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

https://oglobo.globo.com/cultura/rock-in-rio/drake-nao-autoriza-transmissao-de-show-no-rock-in-rio-2019-23980854

O rapper canadense Drake, principal atração da primeira noite do Rock in Rio 2019, não autorizou a transmissão de seu show no festival. Por causa disso, o canal Multishow não passará a apresentação.

A informação foi confirmada pela assessoria do próprio Rock in Rio.

O cantor também proibiu que seu show fosse fotografado.

"Fomos pegos de surpresa. Infelizmente por algum motivo que a gente não tem certeza qual é, ele não quer. A gente realmente lamenta que quem está em casa não vai poder acompanhar", disse a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

FABIANO RISTOW - O GLOBO

Ele proibiu a transmissão do show pela TV duas horas antes de subir ao palco, proibiu que fotógrafos registrassem imagens da apresentação, proibiu que o público brincasse na tirolesa enquanto ele cantava. A expectativa, portanto, não era das mais simpáticas quando o rapper canadense Drake subiu ao Palco Mundo à 0h30 para encerrar a primeira noite do Rock in Rio 2019. Mas o astro fez jus à fama que conquistou. E a plateia lavou a alma, debaixo de um temporal. Em sua estreia na América do Sul, ele surgiu logo após uma gravação de “Aquarela do Brasil”, interrompida pelo DJ, para cantar “Started from the bottom”. Tendo a bandeira do Brasil ao fundo, no telão, mencionou as horas de voo que enfrentou para fazer esse único show e prometeu a melhor festa que se poderia ter. O público jovem, em suas capas de chuva, reagiu com mãos para o alto, coros e coreografias à música do cantor, que alternou versões curtas de seus raps com muito falatório, propondo jogos e brincadeiras. Ao fim, anunciou: “Foi minha primeira vez, mas não será minha última”.

Drake caiu como um bálsamo após a decepcionante apresentação da britânica Ellie Goulding, escalada para substituir a rapper americana Cardi B, que cancelou a vinda ao Rock in Rio alegando motivos pessoais. Mesmo puxando conversa (contou que tinha perdido o casamento de dois amigos para estar no festival), Ellie pouco se conectou com a plateia. Exceção foi na hora em que cantou “Love me like you do”, hit do filme “50 tons de cinza”.

Antes dela, a hitmaker Bebe Rexha botou a plateia para dançar — um fã, puxado ao palco pela cantora, foi símbolo desse clima de sextou que marcou a primeira noite do festival. Gustavo Fiuza, mineiro de Governador Valadares, usando um macacão cheio de retratos da ídola, chorou, cantou, pulou.

A mistureba sonora de Alok pode não ter resultado num setlist coeso, mas pouca gente estava ali atrás de refinamento musical. O DJ transformou a Cidade do Rock num grande baile — assim como o hip hop de Mano Brown & Bootsy Collins.

Como seria de se esperar em uma sexta — mesmo sem o nó no trânsito que parou parte do Rio ontem — a Cidade do Rock demorou a ficar cheia. Quando a cantora Lellê começou seu show, às 15h30, não havia 50 pessoas na frente do espaço. Com o som dançante da apresentação, quem chegava (e o Sunset fica no caminho do Palco Mundo para quem entra) ia ficando e dançando com ela e depois com a convidada Blaya.

Ainda assim, foi só no início do show seguinte, de Karol Conká, que a frente do palco ficou realmente repleta. Eram comuns os relatos de gente que levou três ou quatro horas até o Parque Olímpico. Quem chegava corria atrás do tempo perdido. Com a queda na temperatura, estabeleceu-se a típica cena carioca, em que gente agasalhada anda ao lado de gente de shortinho e até sem camisa. Por volta das 21h, começou a chover de leve, apertou, parou, veio o temporal. Em um dia dedicado à música dançante, o hip-hop com lascas de funk de Karol Conká coube como uma luva no astral do público, sedento por diversão. Mais suaves, Mano Brown (com Bootsy Collins) e Seal (com Xênia França) também mantiveram o povo ligado, muito graças à elegância das duas bandas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

Os melhores shows do Rock In Rio 2019 :

1. Iron Maiden - A banda britânica de heavy metal que tem grande base de fãs no Brasil fez um show com seus principais sucessos.

2. Pink - Estreante no Rock In Rio, a cantora americana fez um show longo, com todas as grandes músicas de seu repertório. Foi muito simpática com o público, fora o espetáculo visual quando fez suas famosas acrobacias e performances aéreas.

3. Foo Fighters - A banda americana também cantou seus principais sucessos em um show que agradou muito o público.

--

Os piores shows do Rock In Rio 2019 :

1. Drake - O cantor canadense saiu totalmente queimado. A começar por sua postura antipática ao não interagir com os fãs por onde passou, passando pelo fato de só aceitar comer no país as comidas preparadas por um cozinheiro que trouxe de fora. Mas o pior foi no dia de seu show, quando cismou que a chuva ia estragar o palco e de cogitar não fazer o show. Depois, proibiu o Multishow de transmitir o show na TV e, segundo relatos de quem estava no show, depois de demitir o iluminador do show, boa parte do público só conseguiu ver sua sombra no palco.

2. Ellie Goulding - A ótima cantora britânica foi escalada de última hora para substituir Cardi B (que alegou que seu empresário marcou o show no festival sem sua autorização) e, infelizmente, fez um show frio, com pouca interação com o público e ainda foi acusada de playback.

Share this post


Link to post
Share on other sites
rodrigo melo

Melhor show disparado foi o do King Crimson

Share this post


Link to post
Share on other sites
E.R

Os hows do Imagine Dragons e do Muse no domingo também foram muito bons.

O cantor do Imagine Dragons falou muito bem no Brasil e foi muito simpático com o público.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...