Jump to content

Olimpíadas de Paris


E.R

Recommended Posts

NOTÍCIAS

D1Qv5s6WkAAd-kB.png

As Olimpíadas 2024 vão acontecer entre os dias 26 de julho e 11 de agosto de 2024.

2018-06-19-paris-cocom-inside-01.jpg

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/marina-izidro/2022/06/base-do-brasil-em-paris-2024-tera-arroz-feijao-e-farofa-no-cardapio.shtml

Nos Jogos Olímpicos de Paris 2024, a delegação brasileira terá arroz, feijão e farofa estarão no cardápio dos atletas do Time Brasil. 

O chef ainda não foi escolhido, mas deve ser um brasileiro que vai ensinar nosso tempero para uma equipe francesa. A avaliação do Comitê Olímpico do Brasil é que a alimentação não tem só benefício físico mas também mental.

A estratégia foi usada em competições anteriores e virou prioridade do COB ao ser aprovada pelos atletas, que consideram a culinária caseira um dos pontos favoritos na operação de grandes eventos. 

O COB fechou parceria com a cidade de Saint-Ouen-sur-Seine, onde montará sua base principal, e usará instalações que ficam a 600 metros da Vila Olímpica. 

Haverá uma grande operação paralela, com serviços de nutrição, equipes multidisciplinares, distribuição de até 40 mil peças de uniformes e quadras exclusivas para treinamento dos vôleis de quadra e de praia.

 O COB considera a operação de Paris mais simples do que a de Tóquio, com diferença de cinco horas no fuso horário, contra 12 em relação ao Japão, e viagens menos longas. 

O Time Brasil terá outras bases, como a de Rio Maior, em Portugal, que continuará sendo usada como ponto de aclimatação para esportes que competem na Europa, como natação, vôlei e triatlo, e as específicas para algumas modalidades : Marselha para a vela, Taiti para o surfe, Lille para o handebol e Seine-et-Marne para a canoagem e o remo.

 

 

Edited by E.R
Link to comment
  • 1 month later...
NOTÍCIAS

Faltando dois anos para a abertura da Olimpíada de Paris (França), o Comitê Organizador divulgou o calendário oficial de eventos que ocorrerão de 26 de julho a 11 de agosto de 2024. “Vamos abrir os Jogos Olímpicos para todos”, é o lema da edição do Jogos de Paris. 

Durante os 19 dias de competição serão 329 eventos esportivos. A cerimônia de abertura será no dia 26 de julho de 2024, mas dois dias antes já começam as disputas de futebol, handebol, rugby e tiro com arco.

A partir do dia 27 de julho ocorrerão as disputas por medalhas no ciclismo (contrarrelógio feminino e masculino), judô, esgrima, saltos ornamentais, rugby sevens, tiro, natação e skate.

A final do skate street masculino será no próprio dia 27 de julho e a do feminino no dia seguinte. Já a disputa do pódio no estilo park terá início em 7 de agosto.

O torneio de surfe está previsto para o período de 28 de julho a 7 de agosto.

As regatas da vela ocorrerão no mesmo período,  em Teahupoo, na Polinésia Francesa.

Já as disputas do atletismo, serão de 1º a 11 de agosto, no Stade de France e nas ruas da capital francesa. A disputa da final dos 400 metros com barreiras está prevista para o dia 9 de agosto e deve contar com a presença do paulista Alison dos Santos, bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Tantos as disputas de atletismo como da natação (27 de julho a 4 de agosto) ocorrerão a partir das 20h30. As provas de maratona aquática, cuja medalha de ouro nos 10 km em Tóquio foi da baiana Ana Marcela Cunha, serão disputadas no Rio Sena, que corta Paris  – nas proximidades da Ponte Alexandre III – nos dias 30 a 31 de julho.

As provas individuais da Ginástica Artística começam em 1º de agosto. É grande a expectativa por mais uma participação da brasileira Rebeca Andrade em Paris : a ginasta voltou das Olimpíadas de Tóquio com uma prata (individual geral) e um ouro (salto).  As finais (feminina e masculina) por aparelhos ocorrerão de 3 a 5 de agosto.

2021-08-07t151556z-876969065-sp1eh8716ef

Na última edição das Olimpíadas, em Tóquio, o Brasil conquistou 21 medalhas (sete delas de ouro). 

Fonte : https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2022-07/comite-organizador-apresenta-calendario-oficial-da-olimpiada-de-paris

 

Link to comment
NOTÍCIAS

Confirmadas as finais do torneio olímpico de 2024 para o Parque dos Príncipes, em Paris.

As outras sedes de jogos de futebol nas Olimpíadas 2024 serão : Bordeaux, Lyon, Nice, Nantes, Marselha e Saint-Étienne.

Fonte : Leonardo Bertozzi

 

Link to comment
  • 3 months later...
  • 4 weeks later...
NOTÍCIAS

https://ge.globo.com/olimpiadas/noticia/2022/12/12/eua-apoiam-inclusao-de-atletas-russos-nas-olimpiadas-de-paris-2024.ghtml

A presidente do conselho de diretores do Comitê Olímpico e Paralímpico dos Estados Unidos, Susanne Lyons, declarou, nesta segunda-feira, que o país apoia a ideia de atletas russos competirem sob bandeira neutra nas Olimpíadas de Paris 2024.

O presidente do COI, Thomas Bach, havia afirmado na semana passada que desejava que atletas da Rússia e de Belarus - que dá apoio logístico ao parceiro - pudessem participar do megaevento, mesmo que a invasão russa à Ucrânia não fosse interrompida.

Se forem competir, só em esportes individuais.

Em esportes coletivos, como basquete e vôlei, a Rússia deveria ser proibida de competir em 2024, assim como aconteceu no futebol esse ano (na Copa do Mundo).

Link to comment
NOTÍCIAS

FkltiVfXoAAiMQa?format=jpg&name=small

Nas Olimpíadas de Paris, em 2024, cada equipe de oito atletas do nado artístico poderá ter dois homens. 

Até agora, nos Jogos, a modalidade permitia apenas a presença de mulheres, mas a mudança no regulamento foi aprovada pelo Comitê Olímpico Internacional.

Fonte : GE

 

Link to comment
NOTÍCIAS

O COI (Comitê Olímpico Internacional) falou sobre a possibilidade de o boxe ser excluído dos Jogos Olímpicos de Paris de 2024.

Segundo a entidade, o órgão mundial da categoria, liderado pela Rússia, mostrou que "não tem interesse real" no esporte ou em seus atletas.

A Associação Internacional de Boxe (IBA, na sigla em inglês) foi retirada da organização das Olimpíadas de Tóquio, em 2020, e o boxe não está no programa inicial para os Jogos de Los Angeles, em 2028.

A classificação para o torneio de boxe de Paris-2024 está sendo organizada pelo COI, mas o comitê disse que tem preocupações com a IBA, e que isso deve levar a decisões que "podem incluir o cancelamento do boxe para os Jogos Olímpicos Paris 2024".

Um porta-voz do COI disse : "O recente congresso da IBA mostrou mais uma vez que a entidade não tem interesse real no esporte do boxe e dos boxeadores, mas está interessada apenas em seu próprio poder".

"As decisões e discussões para manter os boxeadores longe das eliminatórias olímpicas e dos Jogos Olímpicos não podem ser entendidas de maneira diferente."

A IBA é dirigida pelo russo Umar Kremlev com o apoio da empresa de energia russa Gazprom. O porta-voz do COI disse que a associação, ao estender seu acordo com a Gazprom recentemente, mostrou que "não tinha vontade de entender os problemas reais".

"A extensão do contrato com a Gazprom como único patrocinador principal da IBA reforça as preocupações que o COI tem expressado, repetidas vezes, desde 2019", acrescentou o porta-voz.

"Este anúncio confirma que o IBA continuará a depender de uma empresa amplamente controlada pelo governo russo."

Um congresso extraordinário da associação em setembro votou contra a realização de uma nova eleição, permitindo que Umar Kremlev permanecesse como presidente, após uma decisão do Tribunal Arbitral do Esporte de que o candidato holandês Boris van der Vorst foi injustamente impedido de concorrer.

O porta-voz disse que as preocupações do COI incluíam o tratamento da decisão do CAS.

"O COI terá que levar tudo isso em consideração quando tomar novas decisões, que podem incluir o cancelamento do boxe para os Jogos Olímpicos de Paris 2024."

A IBA respondeu  com uma mensagem ao que a organização chamou de família do boxe, dizendo que continuará lutando para que seus atletas possam disputar as Olimpíadas.

"Está claro que a perseguição aos atletas da IBA continuará até que o controle final do boxe e sua liderança sejam alcançados", disse em um comunicado.

"A discriminação contra vocês, contra a liderança e contra os parceiros do IBA com base na cidadania contradiz diretamente a Carta Olímpica e apenas reforça que os atletas e o esporte são manipulados para fins geopolíticos."

"Dito isso, com a ameaça de o boxe ser removido do programa Paris-2024, a IBA continuará a procurar a liderança sênior do COI para trabalhar no sentido de reduzir esse desenvolvimento atual e com vistas ao Los Angeles-2028."

No início deste mês, a IBA acusou os organizadores olímpicos de "perseguição" em resposta à sua suspensão por questões de governança e finanças.

Fonte : https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2022/12/comite-olimpico-ameaca-excluir-boxe-dos-jogos-de-paris-2024.shtml

Tomara que tenha boxe em 2024, é um esporte em que o Brasil tem conquistado medalhas e tido bons resultados.

Link to comment
  • 2 weeks later...
  • 1 month later...
Chapolin Gremista
NOTÍCIAS

FADINHA DO SKATE
Brasileira Rayssa Leal é campeã mundial de Skate
Com tudo a seu desfavor, Rayssa Leal conquista mais uma vez o topo do pódio em disputas de skate.
 

rayssa1.png

Rayssa Leal, a “fadinha do skate”, conquistou mais um campeonato do esporte. Nos Emirados Árabes, a esportista brasileira venceu o Mundial de Skate Street, modalidade na qual a pista conta com objetos encontrados normalmente nas ruas, como corrimões e escadas, por exemplo. Depois de conquistar a medalha de prata nas Olimpíadas de 2021, Rayssa vem conquistando campeonato atrás de campeonato, mostrando que as desconfianças de favorecimento das adversárias japonesas em Tóquio não vieram à toa.

Somente em 2022, Rayssa foi campeã das competições Skate Total Urbe – Criciúma, Summer X Games etapa Chiba – Japão, SLS etapa Jacksonville – EUA, SLS etapa Seattle – EUA, Skate Total Urbe – Recife, SLS etapa Las Vegas – EUA, Skate Total Urbe – Rio Open e SLS Super Crown – Rio de Janeiro. Aos 15 anos de idade, a maranhense já se consolidou como um verdadeiro fenômeno do esporte que pratica desde os 6 anos. A primeira vitória numa etapa de Street League Skateboarding (SLS) já veio aos 11!


Cabe destacar que Rayssa machucou o pulso direito numa quada antes das quartas de final, quase ficando de fora da disputa. Após intenso trabalho de fisioterapia, ela conseguiu disputar e novamente desbancou as esportistas de países imperialistas. Para quem se acostuma a superar dificuldades muito maiores, não seria uma lesão que bastaria para parar a Fadinha. Sorte de quem aprecia o skate.

O esporte inventado nos Estados Unidos como uma forma de adaptação do surfe fora do mar se popularizou mundo afora. Assim como aconteceu com o futebol inglês, aqui os brasileiros tiveram contato e se apropriaram do esporte, adquirindo importância entre os praticantes em nível mundial. Mesmo com a defasagem econômica e a falta de investimentos, seja qual for o esporte ou a modalidade, o Brasil é uma gigantesca fábrica de talentos. Em muitos casos, são gestados aqui verdadeiros gênios do esporte.

Rayssa é um exemplo vivo da nossa capacidade nos esportes. Mesmo com tudo a seu favor, os países imperialistas encontram no Brasil uma colossal pedra no sapato. A partir do momento em que um determinado esporte começa a se popularizar por aqui, surgem figuras prontas para desbancar os estrangeiros.

Mesmo com menor estrutura e capacidade financeira, Rayssa Leal vem dominando o cenário mundial do skate feminino. Motivo de orgulho para nós brasileiros, que mesmo com todas as dificuldades impostas pelo imperialismo conseguimos nos impor nos mais diversos esportes e nas mais diversas atividades em geral. Viva a nossa Fadinha do Skate! Que continue desbancando as gringas mundo afora.

https://causaoperaria.org.br/2023/brasileira-rayssa-leal-e-campea-mundial-de-skate/

 

Link to comment
  • 1 month later...
NOTÍCIAS

Paris planeja Jogos Olímpicos e Paralímpicos dos sonhos : unindo a tradição de uma das cidades mais belas do mundo à realeza do esporte.

A cidade francesa quer integrar as competições à cidade, gerando menos custo do que em edições anteriores e indo ao encontro da meta do Comitê Olímpico Internacional de ter Jogos mais enxutos. 

Do total de instalações esportivas, 70% já existem e 25% serão temporárias. 

Só uma instalação será construída do zero: o Centro Aquático Olímpico de Saint Denis que vai receber polo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado e ficará de legado.

"Um dos motivos pelos quais Paris teve sucesso na candidatura foi o fato de ter instalações fantásticas e infraestrutura prontas, sem precisar de grandes novas construções", informou à Folha o Comitê Organizador Paris 2024.

"Vamos entregar um novo modelo de Jogos baseado na tradição através de inovação e imaginação. Usando instalações existentes, estabelecemos um novo padrão e demonstramos que é possível organizar uma celebração espetacular priorizando economia, social e sustentabilidade."

"Usando arenas famosas mundialmente e criando outras temporárias no coração da cidade, promovemos o melhor da França".

Os Jogos impulsionaram reformas de vias e espaços públicos, locais de treinamento e competição. Um grande projeto de expansão do metrô foi acelerado, e joias da arquitetura francesa estão sendo renovadas – caso do Grand Palais, que será sede da esgrima e do taekwondo.

Paris vai reinventar a cerimônia de abertura, que pela primeira vez não será em um estádio. O desfile dos atletas será em barcos no rio Sena, com 600 mil espectadores em um percurso de seis quilômetros.

Fonte : https://www1.folha.uol.com.br/esporte/2023/03/a-500-dias-dos-jogos-olimpicos-paris-aposta-em-cenario-iconico-e-reaproveitamento-de-arenas.shtml

 

Link to comment
  • 2 weeks later...
NOTÍCIAS

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) e a Confederação Brasileira de Futebol iniciaram conversas nesta semana para detalharem a logística das seleções masculina e feminina durante os jogos olímpicos de Paris.

Equipes das duas entidades se reuniram nesta quinta-feira para trocarem informações sobre necessidades e o que pode ser oferecido as equipes.

Algumas das definições a serem tomadas é onde os atletas vão se hospedar, se na vila ou algum hotel oficial, qual seria esse hotel, em qual cidade, locais de treinamento, etc.

Fonte : https://oglobo.globo.com/blogs/panorama-esportivo/post/2023/03/cob-e-cbf-iniciam-conversas-sobre-preparacao-da-selecao-para-as-olimpiadas.ghtml

 

Link to comment
  • 2 weeks later...
Chapolin Gremista

 

NOTÍCIAS

BANIDA PELO IMPERIALISMO

Rússia deve voltar a disputar os Jogos Olímpicos

O Comitê Olímpico Internacional (COI) recomendou a readmissão de atletas russos e bielorrussos em competições internacionais

179113-1024x488.jpg

OComitê Olímpico Internacional (COI) recomendou a readmissão de atletas russos e bielorrussos em competições internacionais. Você deve competir como atleta neutro; no entanto, uma decisão de participar dos Jogos Olímpicos de 2024 em Paris só será tomada posteriormente, enfatizou o presidente do COI Thomas Bach em Lausanne na terça-feira à tarde. O levantamento do feitiço que está em vigor na Ucrânia desde o início da guerra tem muitos apoiadores na África, Ásia, América do Sul e Oceania. Comitês Olímpicos Nacionais dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, O Japão e a França, por outro lado, pediram repetidamente a exclusão de atletas russos e bielorrussos. A ministra federal do Interior Nancy Faeser (SPD) polemizou em comunicado na terça-feira como exemplo: a decisão do COI é um tapa na cara dos atletas ucranianos.

Fonte: Junge Welt

https://causaoperaria.org.br/2023/russia-deve-voltar-a-disputar-os-jogos-olimpicos/

 

  • Wow 1
Link to comment
Usagi White

Impressionante!

Uma coisa que eu sempre dizia é que para a Russia é mais frustrante ficar fora de uma Olimpíadas do que numa copa. Ela não tem mesmo muita tradição em futebol, ter sediado em 2018 foi apenas uma coisa inédita ou "acidente" e só, isso não provocou nenhuma mudança na sociedade do ipo,: as crianças decidiram ser jogadoras de uma hora para a outra, nada.

Mas, as Olimpíadas é um caso mais complexo pq são vários esportes e os países asiáticos geralmente se destacam nesse quesito. É quase obrigatório e é estimulado,assim como nos EUA por causa do patriotismo e de se buscar inspirações nacionais para jovens. 

  • Like 1
Link to comment
  • 3 weeks later...
NOTÍCIAS

:emoglobo:

Previstos para começarem em 26 de julho de 2024, os Jogos Olímpicos de Paris não devem ser exibidos na TV brasileira fora da Globo.

A Globo vai ter a exclusividade "sem querer querendo".

As empresas interessadas alegam que os valores astronômicos e o dólar ainda em alta são impeditivos para cobrir os custos da operação. O melhor a se fazer é evitar o prejuízo, na visão das empresas.

O Notícias da TV apurou que Band e Paramount estudaram adquirir o torneio para TV aberta e streaming, respectivamente. As vias seriam diferentes. Na TV aberta, a Globo não tem exclusividade. Qualquer rede nacional interessada só precisa negociar diretamente com o COI (Comitê Olímpico Internacional) e pagar o valor que a entidade cobra pelos direitos do evento poliesportivo. 

A Band chegou a fazer um estudo para a exibição do evento com seu departamento comercial e até sondou anunciantes, mas chegou à conclusão de que teria prejuízo com a operação. 

Já a Paramount queria as competições para expandir um projeto já iniciado na América Latina. No mês passado, o conglomerado fechou contrato para a transmissão dos Jogos Olímpicos em TV aberta no Chile, através da Chilevisión. Para o Brasil, a ideia era trazer o evento para o Paramount+, seu serviço de streaming.

Seria uma forma de fortalecer o investimento esportivo da empresa, que ainda engatinha no Brasil com a compra da Libertadores e da Copa Sul-Americana até 2026.

Porém, a Paramount descobriu que, para plataformas pagas, a Globo detém a exclusividade até 2032. Ou seja, a empresa precisaria conversar com a Globo.

Com isso, a Globo deverá ter exclusividade no evento pela primeira vez na história.

Para 2024, a Globo já tem algumas definições. Galvão Bueno, que tem contrato para outros projetos com a Globo até o fim do ano que vem, vai participar da cobertura dos Jogos Olímpicos de Paris como apresentador e comentarista em programas especiais. Ele também fará a cerimônia de abertura, prevista para acontecer no rio Sena, um dos símbolos da capital da França. 

Fonte : https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/televisao/dolar-afasta-tvs-e-globo-leva-exclusividade-dos-jogos-olimpicos-de-2024-de-graca-101610

 

Link to comment

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Atividades

    1. E.R
      158

      Bozo

    2. E.R
      624

      A Praça é Nossa

    3. E.R
      95

      Xuxa

    4. E.R
      41

      Eurocopa

    5. Raphael
      2148

      NOVELAS

  • Recently Browsing   0 members

    • No registered users viewing this page.
×
×
  • Create New...