Jump to content

Campeonato Brasileiro 2023 - Série A


E.R

Recommended Posts

  • Replies 307
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

  • E.R

    165

  • Chapolin Gremista

    61

  • Baixinho

    35

  • Helenaldo

    15

Mozer da Silva Reis

Brasileirão mal comecou e a ciranda de tecnicos já comecou a rodar kkkkk

Link to comment
Chapolin Gremista

Cuca merece respeito. Fez o Galo conhecer a América. Ele é subestimado como treinador.

 

 

NOTÍCIAS

 

HISTERIA IDENTITÁRIA

Cuca, mais uma vítima da caça às bruxas identitária

Novo treinador do Corinthians, Cuca é um dos melhores técnicos da atualidade. A campanha contra ele ocorre enquanto se busca impulsionar estrangeiros medíocres no futebol nacional

cuca_comemoracao_ap.jpg_95-1024x647.jpg

cuca_comemoracao_ap.jpg_95-1024x647.jpg

 

OArgentino Juniors conseguiu derrubar o técnico Fernando Lázaro do comando do Corinthians. Em partida válida pela Libertadores na quarta-feira (19), o Timão perdeu por 1 × 0 contra o clube argentino. A principal torcida organizada corintiana, Gaviões da Fiel, publicou nota afirmando que Lázaro usou o Corinthians como “estágio”. 

Fato é que o time treinado por Fernando Lázaro não tinha criatividade e, por isso, não ameaçava os adversários. Sua demissão é, portanto, justa.

Nesta quinta-feira (20), o Timão anunciou Cuca, um dos melhores treinadores do Brasil, para comandar o Corinthians. Logo a informação saiu na imprensa que Cuca voltou a ser vítima da campanha de caça às bruxas, histérica e identitária, da qual sofre há, pelo menos, três anos, na Internet e na imprensa.

‘Corinthians precisa explicar por que passou por cima de condenação para contratar Cuca” diz manchete da CBN. “Em 1989, o então jogador do Grêmio foi condenado a 15 meses de prisão após ser acusado de manter relação sexual com uma garota de 13 anos em Berna, na Suíça”, afirma a reportagem.

Por causa de um suposto crime cometido há mais de 30 anos, Cuca, segundo os identitários, deveria ser totalmente cancelado, excluído de qualquer coisa envolvendo futebol. Deveria ser impedido de assumir qualquer cargo, de ter um emprego, enfim, de viver…

Este tipo de política, disfarçada pelo identitarismo como “defesa da mulher”, nada tem a ver com a esquerda. Trata-se de uma política repressiva, tipicamente direitista e bolsonarista. Tradicionalmente, sair por aí gritando e pedindo a prisão das pessoas é uma política da direita e se assemelha ao bordão “bandido bom é bandido morto”, ecoado pela extrema-direita. No caso, não exigem a morte física do treinador, mas sua “morte” social.

A esquerda não deve repetir essa política. Isso ocorre devido à infiltração do identitarismo, política impulsionada pelo imperialismo norte-americano, na esquerda nacional. Isso é totalmente errado. Mesmo tendo sido condenado, Cuca tem o total direito de seguir trabalhando, sem ser “cancelado”, isto é, excluída da vida pública; ainda mais se o suposto crime ocorreu há mais de 30 anos.

Ainda, é importante notar que o caso só tenha vindo à nota recentemente, por volta de 2020, quando Cuca pegou um time mediano do Santos e o levou à final da Libertadores. No ano seguinte, Cuca foi treinador do Atlético Mineiro e conquistou o Campeonato Brasileiro para o clube de Minas Gerais após 50 anos de seca. E ainda foi campeão da Copa do Brasil.

Sem dúvidas, Cuca é um dos melhores treinadores brasileiros da atualidade. Coincide que, quando estava em alta, fortaleceu-se a campanha persecutória contra ele, justamente no momento em que se busca, de todas as formas, impulsionar treinadores estrangeiros medíocres no futebol brasileiro.

https://causaoperaria.org.br/2023/cuca-mais-uma-vitima-da-caca-as-bruxas-identitaria/

 

 

Link to comment

Quem está "cancelando" o Cuca são os jornalistas de esquerda (principalmente os que trabalham no UOL).

Link to comment
Chapolin Gremista

Todos a serviço da avacalhação dos técnicos brasileiros, ou seja, pra babar ovo dos estrangeiros.

 

 

 

NOTÍCIAS

 

IMPERIALISMO E FUTEBOL

No Flamengo, outro técnico estrangeiro que nunca ganhou nada

Fora a intervenção estrangeira no esporte mais popular do Brasil e do mundo

sampaoli_1-1024x681.jpg

Acontratação de mais um técnico estrangeiro pelo Flamengo, clube com a maior torcida do mundo, demonstra que não aprenderam com os erros – de Paulo Souza a Vítor Pereira. Com a chegada de Jorge Sampaoli, treinador argentino conhecido por suas passagens pelo Santos e Atlético, volta o debate sobre a real necessidade de buscar um profissional do exterior para comandar as equipes brasileiras.

A aposta do Flamengo em técnicos estrangeiros tem gerado resultados controversos. Recentemente, o clube contratou Vítor Pereira, treinador português que vinha com uma alta reputação e expectativa criada pela imprensa burguesa, mas o que se viu foi uma verdadeira tragédia. Sua passagem pelo Flamengo foi marcada por desempenhos vergonhosos, com jogadores vitoriosos não rendendo, acúmulo de erros técnicos e tátios e uma sequência de quatro derrotas em disputas por título em menos de cinco meses de trabalho.

O Clube de Regatas, que vinha em sequência vitoriosa de anos, perdeu a final do carioca para o Fluminense por 4×1, a final da Recopa para o Independiente del Vale, foi eliminado da Libertadores para o Al-Hilal e perdeu a final da Supercopa para o Palmeiras. O acúmulo de fiascos aconteceu sob a égide do treinador português, representante do enaltecido futebol europeu que a imprensa capitalista tanto defende ser o futebol atual; o futebol correto. A realidade no entanto é oposta, quando se observa que, inclusive na Europa, quem se destaca são jogadores como Vinícius Jr.

Vindo da Argentina, Sampaoli chega no clube de maior  torcida do mundo sem grandes conquistas em sua carreira, sendo que existiam opções nacionais de alto nível e com títulos brasileiros e de Libertadores nas costas, como o Tite e o retorno do próprio Dorival. Apesar disso, o Flamengo continuou comprando a política imperialista de rejeitar o futebol nacional, insistindo na contratação de um treinador de fora. É válido destacar, também, que tanto no caso de Paulo Souza, quanto de Vítor Pereira, a direção gastou com multas milionárias para efetuar a troca de treinador, sendo 15 milhões gastos só com a multa do último.

O time com maior torcida sofre uma pressão, sobretudo da imprensa, para contar com um técnico gringo, sendo proveniente da ofensiva imperialista sobre o futebol brasileiro. Assim como acontece com a seleção brasileira, a defesa de um técnico estrangeiro cumpre o propósito único de atender às demandas dos monopólios capitalistas que dominam o futebol, sendo estes totalmente atrelados aos monopólios de comunicação.

 

https://causaoperaria.org.br/2023/no-flamengo-outro-tecnico-estrangeiro-que-nunca-ganhou-nada/

 

 

Link to comment
Chapolin Gremista
NOTÍCIAS

 

HISTERIA IDENTITÁRIA

Casagrande, fantoche dos Frias, ataca de novo o futebol nacional

No caso Cuca, Casagrande, o boneco de ventríloquo da Folha, impulsiona histeria identitária e revela seu caráter de bolsonarista “cheiroso” … Um moralista vazio

casagrande.jpg

Juca Simonard, do Zona do Agrião

O ex-jogador e comentarista Walter Casagrande publicou uma coluna afirmando que o presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, “está manchando a história da verdadeira Democracia Corinthiana” por causa da contratação de Cuca para comandar o elenco do Timão.

Assim que o nome de Cuca foi anunciado pela diretoria do clube paulista, a histeria identitária tomou conta das redes sociais e da imprensa burguesa, continuando uma campanha que já dura mais de três anos contra um dos melhores técnicos brasileiros na atualidade.

Cuca, em 1989, então jogador do Grêmio, foi condenado com outros atletas do tricolor gaúcho a 15 meses de prisão após ser acusado de manter relação sexual com uma garota de 13 anos na Suíça. Para os identitários, o suposto crime ocorrido há mais de 30 anos seria motivo para “cancelar” Cuca. Este não poderia mais exercer nenhum tipo de emprego, sendo efetivamente “morto” socialmente. 

É esta ideia que o artigo de Casagrande compartilha. O ex-jogador do Corinthians, que aparece como esquerdista e defensor das mulheres, no entanto, não passa de um porta-voz nos esportes do que há de mais reacionário na sociedade brasileira: a família Frias, dona do Uol e da Folha de S.Paulo, que apoiou e financiou a ditadura militar brasileira, o golpe de Estado de 2016 e todos os tipos de ataques à população.

Casagrande, surfando na onda do “cancelamento”, política do identitarismo patrocinado pelo imperialismo norte-americano, exige que “as mulheres torcedoras do Corinthians deveriam fazer uma manifestação séria e forte contra essa contratação”. Ainda, usando de um artifício tipicamente direitista, diz que a contratação “não foi só um desrespeito com as mulheres corintianas, mas com todas as mulheres, que já foram abusadas ou não”. E continua: “será que você agiria da mesma maneira se uma mulher da sua família tivesse passado o mesmo que aquela garota de 13 anos?”

Assim, cai a máscara esquerdista do direitista enrustido. Afinal, são os bolsonaristas que, quando a esquerda exige o respeito aos direitos democráticos de indivíduos acusados de crime, ecoam a frase estúpida: “e sua fosse sua família ou um ente querido que fosse vítima de agressão?”, “e se sua filha fosse estuprada, assassinada etc”.

A política do cancelamento, exigida por Casagrande e a trupe identitária, é uma política da idade média, de caça às bruxas. “Os pecadores têm que pagar” para sempre, diziam os inquisidores medievais. “Os pecadores têm que pagar” para sempre, repetem os censores atuais, que disfarçam sua política persecutória com uma suposta defesa das mulheres e dos oprimidos.

Aliás, mesmo tendo sido condenado, Cuca não deve nada a ninguém legalmente. Como o próprio Casagrande admite, “a pena já caducou”. Isto é, segundo o raciocínio do cancelamento, mesmo quem não deve, precisar temer. O “pecador” deve ser excluído da vida social.

Digamos, por exemplo, que um cidadão de 18 anos tenha sido corretamente aprisionado por homicídio. Este cidadão cumpriu a pena, ficando, por exemplo, seis anos encarcerado. Ao sair da prisão, o jovem de 24 anos, de acordo com os canceladores, não terá direito de cumprir mais nenhuma função social, não poderá conseguir emprego. Em outras palavras, o identitarismo defende uma prisão perpétua — até mesmo a pena de morte; neste caso, não uma morte física, mas social. O mais hipócrita é que estes setores aparecem como “esquerda” ou “progressismo”. Os supostos defensores dos chamados direitos humanos, na realidade, não passam de bolsonaristas sem o fedor da extrema-direita. 

Casagrande não passa disso: um bolsonarista cheiroso. Tanto é assim que acha que pode julgar os outros moralmente, mesmo com toda a população brasileira sabendo das suas práticas consideradas socialmente imorais. O paladino da moral e dos bons costumes afirma que “Duilio é péssimo na avaliação de princípios e valores”.

Fato é que a campanha de perseguição a Cuca iniciou quando o treinador estava em seu melhor momento dos últimos anos. Em 2020, levou um time mediano do Santos à final da Libertadores. Em 2021, foi campeão brasileiro e da Copa do Brasil com o Atlético Mineiro. Cuca poderia ser facilmente indicado como novo treinador da Seleção Brasileira, mas a histeria identitária visa enterrar sua carreira. Seria muita polêmica para a CBF indicá-lo para comandar a Canarinho.

Coincidentemente, resgataram um suposto crime contra um dos melhores treinadores brasileiros da atualidade justamente em um momento em que o futebol nacional vive uma onda de infiltração de treineiros estrangeiros no país, e se fala até em um técnico europeu na Seleção.

Mas voltando a Casagrande. Ele diz que Duilio “mancha a história da verdadeira Democracia Corinthiana”. Mas, na verdade, este “crime” é dele, um oportunista que surfou na onda do movimento, expressão da classe operária mobilizada na década de 1980, para ganhar prestígio; e se vendeu, primeiro para a família Marinho, e em seguida para a família Frias, setores pró-imperialistas inimigos do povo brasileiro.

Ainda, Casagrande diz que o presidente do Corinthians desrespeitou “todas as mulheres”. Pois bem, com a mesma lógica, pode-se afirmar que Casagrande, ao ser um porta-voz dos Frias, desrespeita todo o povo brasileiro, sem direitos por causa do golpe de Estado de 2016; torturado pela ditadura militar; jogado na miséria pelo neoliberalismo dos governos Collor e FHC. 

Em outras palavras, o paladino Casagrande não passa de mais um inimigo dos trabalhadores. Seu moralismo vazio não passa de um engana-trouxa, um ouro de tolo para esquerdistas desmiolados.

 

https://causaoperaria.org.br/2023/casagrande-fantoche-dos-frias-ataca-de-novo-o-futebol-nacional/

 

 

Link to comment

Fala pessoal, já que o assunto é Corinthians, vamos relembrar a "democracia corinthiana"? Já deixa o like e se inscrevam no canal!!!!

Link to comment
Chapolin Gremista
NOTÍCIAS

FUTEBOL BRASILEIRO

A carreira de Sampaoli não transmite confiança alguma

Flamengo insiste na farsa do treinador estrangeiro, mesmo tendo sido campeão apenas com brasileiros no comando nos últimos anos

sampaoli_1-1024x681.jpg

OFlamengo apresentou na última segunda-feira o seu novo técnico, o argentino Jorge Sampaoli. Mais uma vez, o time rubro-negro carioca recorre a um técnico estrangeiro para comandar sua  equipe. E, mais uma vez, a tendência é de uma demissão rápida.

O técnico argentino Jorge Sampaoli tem uma carreira larga no futebol, mas foi se destacar no clube Universidad de Chile, um time que não configura entre os principais clubes do Chile. Foi nesse clube também onde Sampaoli ganhou a maioria de seus títulos, há mais de 10 anos. Depois disso, a única campanha de destaque de Sampaoli foi pela seleção chilena, sendo campeão da Copa América em em 2015.

Ou seja, o Flamengo está contratando mais um treinador com poucas conquistas na carreira, como foram os últimos estrangeiros. Vale lembrar que Domenec Torrente sequer tinha uma carreira consolidada como técnico quando foi contratado em 2020. Assim, nem títulos na carreira tem. Em 2022, o Flamengo apostou no português Paulo Sousa, cujo maior clube na carreira foi a Fiorentina, time de segunda prateleira na Itália. Por fim, apostou, em 2023, em outro português, Vitor Pereira, que não ganha nada há uma década. 

Não satisfeito em destruir o campeoníssimo trabalho de Dorival Jr, que levantou uma Copa do Brasil e uma Libertadores, o Flamengo contrata treinadores com poucas vitórias na carreira, apostando nesses treinadores apenas por serem estrangeiros, receita que a CBF quer repetir na seleção brasileira.

No caso específico de Jorge Sampaoli, o treinador argentino teve duas passagens pelo futebol brasileiro: Santos e Atlético MG. Por acaso, esses foram os maiores clubes treinados pelo argentino. 

A passagem pelo Santos não surtiu nenhum efeito em termos de conquistas. Logo de cara, o time santista foi eliminado da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana. No campeonato paulista, foi eliminado pelo Corinthians, e no brasileiro terminou em segundo lugar. Ou seja, não deixou saudades no clube da baixada santista, sendo dispensado ao fim da temporada.

Pelo Atlético MG, Sampaoli também fez campanha muito aquém do que se esperava. Quando chegou ao Atlético, pegou o time eliminado da Copa do Brasil e da Copa Sul-Americana graças ao trabalho pífio de seu antecessor, o venezuelano Rafael Dudamel. Assim, contava com o benefício de disputar apenas o campeonato brasileiro no segundo semestre, enquanto seus adversários se dividiram entre outros torneios. Resultado, ficou em terceiro, atrás de Internacional e Flamengo. Como prêmio de consolação, levantou o campeonato mineiro. Contudo, enfrentou um Cruzeiro muito fragilizado por um recém rebaixamento, fruto de uma administração bizarra do clube celeste. Ou seja, o caminho estava aberto para o Galão da Massa.

O futebol brasileiro tem grandes e vencedores técnicos. Flamengo tinha Dorival Junior em seu comando. Ainda assim, nossos dirigentes insistem em técnicos estrangeiros, despejando muito dinheiro nesses treinadores.

https://causaoperaria.org.br/2023/a-carreira-de-sampaoli-nao-transmite-confianca-alguma/

 

 

Link to comment

Fala pessoal, confiram os gols e a resenha da vitória do São Paulo no Brasileirão, já deixa o like e se inscrevam no canal!!!

  • Like 1
Link to comment

Fala pessoal, confiram os gols e as resenhas dos jogos do Flamengo, Vasco e Corinthians, já deixem o like e se inscrevam no canal!!!

Link to comment
Guest
This topic is now closed to further replies.
×
×
  • Create New...